Buscar

Transtornos linfoproliferativos

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Os transtornos linfoproliferativos podem ser causados por processos 
infecciosos, que geram uma resposta imune, ocasionando linfocitose com 
linfócitos reacionais, ou por mutações gênicas, formando células neoplásicas 
que se proliferam desordenadamente. A sintomatologia inicial pode ser 
semelhante em ambos os casos. Por esse motivo, o diagnóstico diferencial 
correto é primordial.
Diante disso, imagine que você trabalha em um hospital e recebeu na 
emergência a seguinte paciente:
Com base nessas informações, responda:
a) Você suspeita de um processo infeccioso ou neoplásico? Por quê?
b) Quais são  as principais  patologias que devem  entrar no diagnóstico 
diferencial? 
c) Quais são os testes a serem realizados a seguir para confirmar o 
diagnóstico?
Resposta
a)A suspeita é de um processo infeccioso devido à presença de linfócitos 
atípicos, que são linfócitos T ativados durante uma infecção.
b) O diagnóstico diferencial deve incluir mononucleose infecciosa, infecção 
por citomegalovírus e infecção por HIV.
c)Os próximos exames incluem monoteste e anticorpos IgM antiantígenos do 
vírus Epstein-Barr e sorologias para citomegalovírus e HIV.

Outros materiais