A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
64 pág.
Dosagem_do_Concreto_-_Marcelo_Medeiros

Pré-visualização | Página 4 de 4

Disciplina: TC039 
Laboratório de Materiais de Construção 
Universidade Federal do Paraná 
Departamento de Construção Civil 
7 – Com o mesmo teor de argamassa () do traço 
intermediário, confeccionar os demais traços para o 
mesmo abatimento. 
Moldar os corpos de 
prova para os ensaios 
em concreto endurecido 
 Passo a passo 
Dosagem de concretos 
Método Ibracon 
U
S
P
 /
 M
a
rc
e
lo
 M
e
d
e
ir
o
s
 (
2
0
0
4
) 
Grupo de Materiais de Construção 60 Prof. Dr. Marcelo Medeiros 
Disciplina: TC039 
Laboratório de Materiais de Construção 
Universidade Federal do Paraná 
Departamento de Construção Civil 
8 – Verificar as resistências e demais requisitos nas 
idades especificadas. 
 Passo a passo 
Dosagem de concretos 
Método Ibracon 
U
S
P
 /
 M
a
rc
e
lo
 M
e
d
e
ir
o
s
 (
2
0
0
4
) 
Grupo de Materiais de Construção 61 Prof. Dr. Marcelo Medeiros 
Disciplina: TC039 
Laboratório de Materiais de Construção 
Universidade Federal do Paraná 
Departamento de Construção Civil 
8 – Construir o diagrama de dosagem para a família de 
concretos estudada. 
 Passo a passo 
fcj 
a/c 
m 
 (kg) 
28 dias 
Slump 140 mm 
C 
(kg/m3) 
Dosagem de concretos 
Método Ibracon 
Grupo de Materiais de Construção 62 Prof. Dr. Marcelo Medeiros 
Disciplina: TC039 
Laboratório de Materiais de Construção 
Universidade Federal do Paraná 
Departamento de Construção Civil 
 Você trabalha em uma Usina de Concreto e foi 
solicitado que você desenvolvesse o traço de um 
concreto de fck = 20 MPa; 
 Considere que esta empresa nunca trabalhou com 
diagramas de dosagem. 
 Slump 10±1 cm 
 Materiais disponíveis: 
 Cimento CP II-F 32; 
 Brita 1; 
 Areia natural. 
 
Estudo de caso: 
Grupo de Materiais de Construção 63 Prof. Dr. Marcelo Medeiros 
Disciplina: TC039 
Laboratório de Materiais de Construção 
Universidade Federal do Paraná 
Departamento de Construção Civil 
 O controle de produção permite a pesagem dos 
materiais e o desconto da umidade presente 
nos agregados. (Sd = 4 MPa) 
 
 fcj ? 
 
 fcj = fck + 1,65 x Sd = 20 + 1,65 x 4 = 26,6 MPa 
Estudo de caso: 
Grupo de Materiais de Construção 64 Prof. Dr. Marcelo Medeiros 
Disciplina: TC039 
Laboratório de Materiais de Construção 
Universidade Federal do Paraná 
Departamento de Construção Civil 
 Relação a/c máxima, de acordo com a 
durabilidade, considerando a agressividade 
ambiental fraca: 
 Considere classe de agressividade ambiental = I 
(relação a/c < 0,65) 
 Teor de argamassa ideal encontrado + 2% de 
folga = 53% 
Estudo de caso: 
Grupo de Materiais de Construção 65 Prof. Dr. Marcelo Medeiros 
Disciplina: TC039 
Laboratório de Materiais de Construção 
Universidade Federal do Paraná 
Departamento de Construção Civil 
Número do traço T - 001 T - 002 T - 003 
Traço em massa (1:m) 1: 6 1:5 1:4 
Relação a/c 0,74 0,64 0,53 
Abatimento (slump – mm) 95 90 100 
Consumo de cimento (kg/m3) 308 352 428 
Resistência à compressão aos 
28 dias (MPa) 
20,32 24,74 27,92 
Estudo de caso: 
3
4
5
6
7
8
te
o
r 
a
g
re
g
a
d
o
/c
im
e
n
to
0.50 0.60 0.70 0.80
Relação a/c
250300350400450
Consumo de cimento
20
24
28
32
R
e
s
is
tê
n
c
ia
 à
 c
o
m
p
re
s
s
ã
o
fc (MPa)
a/c (kg/kg)C (kg/m3)
m (kg/kg)
Grupo de Materiais de Construção 67 Prof. Dr. Marcelo Medeiros 
Disciplina: TC039 
Laboratório de Materiais de Construção 
Universidade Federal do Paraná 
Departamento de Construção Civil 
 Para fcj = 27 MPa  a/c = 0,56 
 Para a/c = 0,56  m = 4,3 
 Para m = 4,3  C = 400 kg/m3 
m
a



1
1

Teor de argamassa: 
a = 1,81 
b = 2,49 
Estudo de caso: 
Estudo de caso: 
TRAÇO : slump 10±1 cm 
Resistência de projeto (fck) 20 MPa 
Resistência de dosagem (fcj) 27 MPa 
Traço unitário total (1 : m) 1 : 4,3 
Traço unitário individual (1 : p : b1) 1 : 1,81 : 2,49 
Relação a/c 0,56 
Teor de argamassa seca 53 % 
 
Traço em massa para 
produzir 1 m3 de 
concreto 
Cimento 400 kg 
Areia seca 512 kg 
Brita 01 1208 kg 
Brita 02 - kg 
Água (AT) 224 litros 
Aditivo - kg