Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Curso Atenção a Saúde Bucal da Pessoa com Deficiência

Pré-visualização | Página 1 de 1

Curso: Atenção à Saúde Bucal da Pessoa com Deficiência
100,00 de um máximo de 100,00
Questão 1
Atingiu 20,00 de 20,00
Texto da questão
Paralisia Cerebral (PC) é um termo para designar as sequelas de uma encefalopatia crônica não progressiva de início em fase precoce da vida. Sua causa é um dano no Sistema Nervoso Central na fase de formação e amadurecimento do cérebro de uma criança em seus primeiros anos de vida (em geral até os três ou quatro anos). Tem como consequência a deficiência motora, cognitiva ou sensorial.
Essas deficiências exigem adequação para atendimento odontológico do usuário, de maneira a oferecer segurança e conforto durante os atos operatórios. Podemos afirmar que:
Escolha uma opção:
a. É desejável planejar consultas rápidas evitando, assim, fadiga muscular do usuário. 
b. É necessário introduzir os estímulos bucais de maneira rápida para diminuir ou evitar reflexo do vômito.
c. É imprescindível tratar o usuário na cadeira odontológica, por questões de segurança do indivíduo e do profissional.
d. Dispositivos de tecnologia assistiva não podem ajudar no posicionamento do usuário, porque as sequelas motoras são permanentes.
Feedback
Sua resposta está correta.
Questão 2
Completo
Atingiu 10,00 de 10,00
Texto da questão
A Constituição Federal Brasileira de 1988 assegura os direitos estabelecidos e assume a obrigação de cumpri-los. Embora alguns indivíduos com deficiência possam estar incluídos no grupo de pessoas com necessidades especiais, essa condição não impõe, automaticamente, a necessidade de atendimento especializado em odontologia, devendo ser considerados o tipo e o grau de limitações vivenciadas pelo usuário. Entender isso é importante, pois ajuda a assistir às pessoas vulneráveis com humanidade e eficiência, evitando distorções na assistência à saúde. É correto afirmar que:
Escolha uma opção:
a. Devemos observar os direitos constitucionais e assumir que pessoas com deficiência devem ser tratadas diferentemente dos outros cidadãos.
b. Devemos observar os direitos constitucionais de todos os cidadãos, privilegiando uns em relação àqueles que têm deficiência.
c. Devemos considerar que por conta da deficiência, alguns brasileiros não têm os mesmos privilégios constitucionais de outros cidadãos.
d. Devemos considerar os direitos constitucionais e assumir que pessoas com deficiência sejam tratadas com igualdade por todos os brasileiros
Feedback
Sua resposta está correta.
Questão 3
Atingiu 20,00 de 20,00
Texto da questão
O Guia de Atenção à Saúde Bucal da Pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde (BRASIL, 2019) ressalta que a deficiência é inerente na vida das pessoas como decorrência de eventos desde o nascimento até o final da vida, podendo ser temporária ou permanente. O referido Guia comenta também que:
“Embora algumas pessoas com deficiência possam estar incluídas no grupo de pacientes com necessidades especiais, essa condição não impõe, automaticamente, a necessidade de atendimento especializado em odontologia, devendo ser considerados o tipo e o grau de limitações vivenciadas pelo paciente” (BRASIL, 2019).
Para referenciar esses usuários com necessidades especiais para o Centros de Especialidade Odontológica (CEO), devemos considerar como indicação a alternativa correta:
Escolha uma opção:
a. Os usuários com necessidades especiais de baixa complexidade e que respondam ao manejo comportamental.
b. Os casos de pessoas com deficiência intelectual moderada ou severa, com transtorno mental e doença sistêmica compensada.
c. Os casos de pessoas com deficiência intelectual moderada ou severa, com transtorno mental e doença sistêmica descompensada. 
d. As pessoas com necessidades especiais sem complexidade e que respondam ao manejo comportamental.
Feedback
Sua resposta está correta.
Questão 4
Atingiu 20,00 de 20,00
Texto da questão
O Transtorno de Espectro Autista (TEA) está incluído entre as desordens de neurodesenvolvimento. Cooperam para o aparecimento desse transtorno a história familiar e os transtornos da comunicação ou transtorno específico da aprendizagem, que parecem aumentar o risco de transtorno da comunicação social em indivíduos com TEA. Este transtorno é diagnosticado quando os déficits característicos de comunicação e interação social são persistentes. Pelas características da pessoa com TEA, é correto afirmar que:
Escolha uma opção:
a. As estratégias de promoção de saúde e controle de agravos são ineficazes nos casos de pessoas com TEA, pois elas não entendem cognitivamente as ações de promção e controle de agravos.
b. A consulta ao cirurgião-dentista deve ser feita quando o usuário tiver um maior entendimento das relações sociais, evitando assim que o mesmo sofra traumas desnecessários.
c. A atenção odontológica deve ser instituída o mais cedo possível, para otimizar a saúde bucal integral de qualidade, interferindo no processo saúde-doença. 
d. As pessoas com TEA não apresentam problemas de saúde bucal que exijam interferência precoce ou estratégias especiais, podendo esperar até a entrada na escola e a alfabetização para um melhor aproveitamento das consultas.
Feedback
Sua resposta está correta.
Questão 5
Atingiu 30,00 de 30,00
Texto da questão
Conhecer as características clínicas da Síndrome de Down é importante, não apenas quando fazemos o planejamento do tratamento do usuário, mas também na promoção de saúde e na interação com a equipe multiprofissional. Quando a pessoa apresentar algum problema sistêmico, o cirurgião-dentista deve adotar medidas de proteção à saúde do usuário, como a profilaxia antibiótica. Assinale a alternativa correta:
Escolha uma opção:
a. A profilaxia antibiótica deve ser mantida indeterminadamente em caso de história médica de cardiopatia valvares corrigidas.
b. A profilaxia antibiótica deve ser feita em ocorrência de cardiopatia não corrigida, em casos indicados pelas instituições de saúde de referência
c. A profilaxia antibiótica deve ser feita nos casos de usuários que apresentam cardiopatia e que há existência de procedimentos cirúrgicos.
d. A profilaxia antibiótica deve ser feita em caso de história médica de cardiopatia após seis meses de correção de alterações congênitas.
Feedback
Sua resposta está correta.
Terminar revisão