Buscar

Estrutura e Organização da Educação Brasileira - Aula de Revisão

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 11 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Licenciatura 1º Período 
Estrutura e Organização 
da Educação Brasileira 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 2 de 11 
 
• Antes do regime militar: 
 As instituições privadas eram compostas por ordens religiosas, 
confessionais e comunitárias. 
 Não era prevista juridicamente a existência de empresas na área da 
educação. 
 Prevaleciam as iniciativas beneficentes e sem fins lucrativos, 
amparadas pela renúncia fiscal dos impostos sobre a renda, os serviços, 
o patrimônio e os recursos estatais. 
• Mercantilização: 
 Por pressão do Banco Mundial em 1994 foi necessário que ocorressem 
mudanças na legislação educacional no Brasil 
 com o objetivo de redirecionar recursos da educação superior para a 
educação fundamental. 
 Tal política fortaleceu a expansão das instituições privadas de ensino 
superior. 
 Muitas instituições que funcionavam como entidades sem fins 
lucrativos, principalmente de caráter confessional religioso, cresceram 
e se tornaram grandes centros de ensino, 
 todavia na prática estavam mais interessadas no lucro e na expansão 
comercial do que em projetos educacionais beneficentes. 
• Plano Decenal de Educação para Todos: 
 foi apresentado pelo governo brasileiro em Nova Deli, num encontro 
promovido pela Unicef e pelo Banco Mundial. O documento foi 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 3 de 11 
aprovado e ajudou a compor a Declaração de Nova Deli, que buscou 
estabelecer consensos entre o grupo de nove países participantes. 
 As linhas de ações estratégicas traçadas pelo Plano Decenal determinam 
que a escola deve desenvolver a educação básica com foco nas 
competências fundamentais necessárias para que os indivíduos 
possam participar plenamente da vida econômica, social, política e 
cultural do país, e especialmente nas necessidades do mundo do 
trabalho. 
 Definem ainda a necessidade de observância de conteúdos mínimos 
nacionais, fixados pelo MEC, complementados pelos diferentes 
sistemas de ensino locais. 
 Ao determinar que a formação se baseie em competências 
fundamentais o documento antecipa as prerrogativas curriculares a 
serem implementadas pelos Parâmetros Curriculares Nacionais e pelas 
Diretrizes Curriculares Nacionais, cujo modelo de formação humana é 
centrado nas competências. 
• Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) 
 Para modificar este cenário e alcançar resultados sistêmicos na 
educação, o Governo lançou em 2007 um conjunto de mais de 40 
medidas, abrangendo todos os eixos, níveis e modalidades da Educação 
que buscou articular todo o sistema, permitindo a organização de eixos 
norteadores, reforçando mutuamente cada etapa de ensino. 
 Os pilares de sustentação do PDE são: 
 financiamento adequado; 
 avaliação e responsabilização dos agentes públicos que 
comandam o sistema educacional; 
 formação de professores; 
 valorização do magistério e gestão e mobilização das 
comunidades. 
 o PDE possui três programas interessantes que buscam enfrentar o 
problema qualitativo da educação básica: o Ideb, a Provinha Brasil e o 
Piso do Magistério. 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 4 de 11 
• Emenda Constitucional 59/2009 
 Assegurou a educação básica obrigatória e gratuita dos 4 (quatro) aos 
17 (dezessete) anos de idade, assegurada inclusive sua oferta gratuita 
para todos os que a ela não tiveram acesso na idade própria. 
• A organização e a gestão da escola têm necessidade de alcançar condições e 
meios para a realização dos seguintes objetivos: 
 prover condições para o ótimo funcionamento da escola; 
 promover o envolvimento das pessoas no trabalho por meio da 
participação; 
 garantir a realização da aprendizagem. 
• Os sistemas de ensino definirão as normas de gestão democrática do ensino 
público na educação básica, de acordo com as suas peculiaridades e conforme 
os seguintes princípios: 
 I – Participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto 
político pedagógico da escola; 
 II – Participação das comunidades escolar e local em Conselhos 
Escolares ou equivalentes. 
• a sociedade está saindo da modernidade pesada, da era do hardware para a 
modernidade leve da era do software, compreendida por ele como tempos de 
modernidade líquida, em que novos arranjos de poder se constroem 
permitindo maior interação entre culturas e populações heterogêneas, 
diversificando valores e comportamentos e rompendo com estruturas 
tradicionais e rígidas. 
• Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) 
 criado em 2007, voltado para a oferta de bolsas para que alunos de 
licenciatura exerçam atividades pedagógicas em escolas públicas de 
educação básica. 
 O objetivo do projeto é inserir os estudantes no contexto da escola 
pública desde o início da sua formação acadêmica. Espera-se que sejam 
integradas a teoria e a prática sob orientação de um docente da 
licenciatura e de um professor da escola. 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 5 de 11 
• Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) 
 O FIES foi criado por meio da lei n. 10.260, de 12 de julho de 2001. 
 A partir de 2010 o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação 
(FNDE) passou a ser o Agente Operador do Programa. 
 Se destina a financiar, prioritariamente, a graduação no ensino superior 
de estudantes que não têm condições de arcar com os custos de sua 
formação e que estejam regularmente matriculados em instituições 
não gratuitas. 
 As instituições cadastradas e com avaliação positiva nos processos 
conduzidos pelo MEC podem ofertar cursos de graduação com 
financiamento pelo FIES. 
 Ao término do curso, ou durante este, o aluno deve pagar o 
financiamento, concedido a juros baixos. 
• Globalização 
 Diante da globalização, a escola precisa oferecer a formação de 
profissionais capazes de participar criticamente deste processo. 
 A escola volta-se para a formação humana, assim, não pode ignorar o 
contexto no qual está envolvida 
 E também não pode estar subordinada ao modelo econômico. 
 a escola deve ser entendida como fator de promoção da cidadania na 
luta contra as desigualdades sociais. 
 A escola deve ser agente de mudanças, 
 gerar conhecimentos e 
 desenvolver ciência e tecnologia, 
 trabalhar tradições e valores, preparar cidadãos capazes de 
entender o mundo, seu país, sua realidade e de transformá-lo 
positivamente. 
 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 6 de 11 
• Internet 
 A sociedade pós-moderna está diante de uma nova forma de 
compreender o homem e o conhecimento 
 que, para Pierre Lévy (2005), configura-se como ciberespaço, onde as 
tecnologias ampliam, exteriorizam e modificam as funções cognitivas 
humanas. 
 A internet é a grande promotora desta nova forma de relação com o 
conhecimento, pois antes dela todas as comunidades se organizavam 
dentro de espaços físicos e agora transcendem esta dimensão 
rompendo as barreiras de tempo e espaço. 
• As mudanças ocorridas na pós-modernidade 
 Na emergência de uma sociedade plural, em que o conceito de verdade 
é fluido, manifesta-se cada vez mais a necessidade de que a educação 
assuma um caráter político, como instrumento de transmissão da 
cultura e formação da cidadania. os projetos educacionais devem favorecer a formação do cidadão 
crítico, que conhece seus direitos e deveres, que compreende quais são 
os mecanismos adotados pelas elites para a reprodução de valores e 
representações que excluem a maioria. 
 A educação hoje precisa conciliar duas orientações, a formação para o 
mundo do trabalho e a formação humanista. 
• As teorias pós-críticas colocam em discussão elementos relacionados à 
subjetividade, que estão presentes na construção do imaginário social e das 
identidades, tanto particulares quanto de grupos. 
 O que separa as teorias tradicionais das teorias críticas e pós-críticas do 
currículo é a questão do poder. 
 De acordo com Silva, enquanto as teorias tradicionais pretendem ser 
apenas isso: “teorias” neutras, científicas, desinteressadas. 
 As teorias críticas e as teorias pós-críticas em contraste, argumentam 
que nenhuma teoria é neutra, científica ou desinteressada, mas que está 
inevitavelmente implicada em relações de poder. 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 7 de 11 
• Plano Nacional de Educação: Conforme o projeto de lei, protocolado pelo 
ministro Fernando Haddad, as metas propostas para o PNE de 2011-2020 são 
as seguintes: 
 Meta 1: Universalizar, até 2016, o atendimento escolar da população de 
quatro e cinco anos, e ampliar, até 2020, a oferta de educação infantil, 
de forma a atender cinquenta por cento da população de até três anos. 
 Meta 2: Universalizar o ensino fundamental de nove anos para toda a 
população de seis a quatorze anos. 
 Meta 3: Universalizar, até 2016, o atendimento escolar para toda a 
população de quinze a dezessete anos e elevar, até 2020, a taxa líquida 
de matrículas no ensino médio para oitenta e cinco por cento nesta faixa 
etária. 
 Meta 5: Alfabetizar todas as crianças até, no máximo, os oito anos de 
idade. 
 Meta 11: Duplicar as matrículas da educação profissional técnica de 
nível médio, assegurando a qualidade da oferta. 
 Meta 16: Formar cinquenta por cento dos professores da educação 
básica em nível de pós-graduação lato e stricto sensu e garantir a todos 
formação continuada em sua área de atuação. 
• A Provinha Brasil é elaborada pelo Inep e distribuída pelo MEC/FNDE para 
todas as secretarias de educação municipais, estaduais e do Distrito Federal. 
 Assim, todos os anos os alunos da rede pública de ensino, matriculados 
no segundo ano de escolarização, têm oportunidade de participar do 
ciclo de avaliação da Provinha Brasil. 
• Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) 
 Esse plano fomenta e oferta cursos superiores gratuitos a professores em 
exercício das escolas públicas sem formação adequada ao que preconiza 
a LDB, de 1996. 
 O objetivo desse plano é preparar profissionais em três modalidades de 
formação licenciatura, segunda licenciatura e formação pedagógica. 
 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 8 de 11 
• Organização do sistema educacional brasileiro 
 UNIÃO 
 Coordenar a Política Nacional de Educação. 
 Exercer função normativa, redistributiva e supletiva em relação 
às demais instâncias educacionais. 
 Elaborar Plano Nacional de Educação. 
 Organizar, manter e desenvolver os órgãos e instituições oficiais 
do sistema federal de ensino e dos territórios. 
 Elaborar as diretrizes curriculares para a educação básica. 
 Coletar, analisar e disseminar informação sobre a educação. 
 Avaliar a educação nacional em todos os níveis. 
 Normatizar os cursos de graduação e pós-graduação. 
 Avaliar as instituições de ensino superior. 
 Autorizar, reconhecer, credenciar, supervisionar e avaliar os 
cursos das instituições de educação superior e os 
estabelecimentos de ensino. 
 ESTADOS 
 Organizar, manter e desenvolver órgãos e instituições oficiais 
dos seus sistemas de ensino. 
 Definir, com os municípios, formas de colaboração na oferta do 
ensino fundamental. 
 Elaborar e executar políticas e planos educacionais, em 
consonância com as diretrizes e planos nacionais de educação. 
 Autorizar, reconhecer, credenciar, supervisionar e avaliar, os 
cursos das instituições de educação superior e os 
estabelecimentos do seu sistema de ensino. 
 Baixar normas suplementares para o seu sistema de ensino. 
 Assegurar o ensino fundamental e oferecer, com prioridade, o 
ensino médio. 
 MUNICÍPIOS 
 Organizar, manter e desenvolver os órgãos e instituições oficiais 
dos seus sistemas de ensino. 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 9 de 11 
 Exercer ação redistributiva em relação às suas escolas. 
 Baixar normas complementares para o seu sistema de ensino. 
 Autorizar, credenciar e supervisionar os estabelecimentos do seu 
sistema de ensino. 
 Oferecer a educação infantil em creches e pré-escolas e, com 
prioridade, o ensino fundamental 
• Para Libâneo, Oiveira e Toschi (2012, p. 438-446), existem quatro concepções 
distintas de gestão: 
 centralizada, colegiada, participativa e a cogestão; 
• bem como quatro estilos de gestão: 
 técnico-científica, autogestionária, interpretativa e democrático-
participativa. 
• Dentre as concepções apresentadas, a democrático-participativa é aquela que, 
segundo os autores, precisa ser perseguida pela escola na contemporaneidade. 
Ou seja, a que enfatiza as relações humanas, que implica a participação e a 
responsabilidade dos indivíduos de forma consciente. 
• O projeto pedagógico curricular é o planejamento do trabalho escolar 
estruturado em um documento que propõe uma direção política e pedagógica 
para a escola. 
 No projeto pedagógico curricular são formuladas metas e são previstos 
procedimentos e instrumentos de ação. 
 Em seu sentido pedagógico, o projeto pedagógico curricular formula 
objetivos sociais e políticos e meios formativos para dar uma direção ao 
processo educativo. 
• há duas modalidades de organização e processos de gestão da escola: 
 a concepção técnico-científica que procura centralizar as decisões no 
gestor e que empresta dos modelos de gestão empresarial valores como 
hierarquia, objetividade, controle e eficiência; e 
 a concepção sociocrítica, segundo a qual a organização escolar é 
concebida como um sistema que agrega pessoas. 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 10 de 11 
• o projeto pedagógico-curricular é um documento que reflete as intenções, os 
objetivos, as aspirações e os ideais da equipe escolar. 
• Para a Unesco a educação deve voltar-se para o pluralismo e a tolerância. Deve 
ainda ser sustentada em quatro pilares: 
 aprender a conhecer, 
 aprender a fazer, 
 aprender a viver juntos e 
 aprender a ser. 
• Os instrumentos de avaliação nacional implementados pelo governo federal 
para a educação básica desde 1994 são: 
 Sistema de Avaliação da Educação Básica – Saeb (1994), 
 Exame Nacional do Ensino Médio – Enem (1998), 
 Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos 
– Encceja (2002), 
 Prova Brasil (2005), 
 Provinha Brasil (2007), 
 Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Ideb (2007). 
• Na educação básica, a avaliação nacional acontece de dois em dois anos. O Saeb 
avalia uma amostra de alunos matriculados nos 5º e 9º anos do ensino 
fundamental e no 3º ano do ensino médio de escolas públicas e particulares, 
rurais e urbanas. Em razão de o cálculo ser feito com base em dados amostrais,não há indicadores por escola ou município, apenas por regiões e unidades da 
federação. 
• No que se refere às modalidades de ensino, a LDB normatiza a: 
 Educação de Jovens e Adultos (EJA) a 
 Educação Especial e 
 Profissional. 
Gostou? Então CLICA NO CURTIR e me ajude a continuar produzindo novos materiais 
 
 
Anhanguera – Pedagogia – Estrutura e Organização da Educação Brasileira – Aula de Revisão......... Página 11 de 11 
• Em seu art. 37, a lei dispõe que a EJA será “destinada àqueles que não tiveram 
acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade 
própria”. Estabelece ainda que os sistemas de ensino deverão assegurar 
gratuitamente àqueles que não puderam estudar na idade regular. 
• O art. 58, por sua vez, trata da educação especial como “a modalidade de 
educação escolar, oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para 
educandos portadores de necessidades especiais”. 
• A partir de 2008, a educação profissional passou a integrar a LDB/1996 com o 
objetivo de integrar-se aos diferentes níveis e modalidades de educação e às 
dimensões do trabalho, da ciência e da tecnologia. 
• É importante ressaltar que não é somente os professores que realizam ações 
educativas, mas todas as pessoas que trabalham na escola, pois suas ações e 
atitudes têm caráter pedagógico tanto em seu aspecto formal como informal. 
• A gestão da escola se traduz cotidianamente como ato político, de caráter 
coletivo, pois implica sempre uma tomada de posição dos atores sociais (pais, 
professores, funcionários, estudantes...) 
 
 
 
Se interessou pelo tema? 
Então veja estes meus outros materiais: 
 
 
Estrutura e Organização da Educação 
Brasileira - Questões de Prova 
 
Estrutura e Organização da Educação 
Brasileira - 25 Exercícios dos Temas 1 
ao 5

Continue navegando