Buscar

Aula_01_Configurações de usuários_Linux

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

Configurações de Usuários e Grupos
useradd ou adduser : Cria um novo usuário ou atualiza as informações padrão de um usuário no sistema Linux. O comando useradd cria uma entrada para o usuário no arquivo “/etc/passwd” com informações do seu login, UID (user identification), GID (group identification), shell e diretório pessoal, e a senha criptografada deste usuário é armazenada no arquivo “/etc/shadow”. 
Ex.: ”sudo useradd geraldo” para criar o novo usuário “geraldo” no sistema, cujo diretório pessoal do mesmo será “/home/geraldo”. 
Ex.: ”sudo useradd -d /home/outro_dir geraldo” para criar o novo usuário “geraldo” no sistema, porém com seu diretório pessoal se localizando em “/home/outro_dir”. 
Ex.: ”sudo useradd -s /bin/sh geraldo” para criar o usuário “geraldo” definindo seu shell como sendo o sh. O shell padrão do Ubuntu, assim como a maioria das outras distribuições é o bash. Com esta opção “-s” é possível criar um usuário sem que o mesmo possa ter acesso a nenhum shell do sistema, bastando executar o seguinte comando ”useradd -s /bin/false geraldo”. 
Ex.: ”sudo adduser -g 600 -G 500,68 geraldo” para criar o usuário “geraldo” com grupo padrão de GID 600 e também pertencente aos grupos GID 500 e GID 68. Para saber os GID de cada grupo do sistema consulte o arquivo “/etc/group”. 
NOTA: Com a mesma finalidade porém com mais opções informativas sobre o usuário a ser cadastrado existe o comando adduser. A configuração padrão usada pelos comandos useradd e adduser é definida em “/etc/default/useradd” e em “/etc/login.defs”. 
userdel : Usado para remover uma conta de usuário do sistema, deletando todas entradas deste usuário nos arquivos /etc/passwd, /etc/shadow e /etc/group. 
Ex.: ”sudo userdel -r geraldo” para remover o usuário “geraldo” do sistema deletando seu diretório pessoal e todo seu conteúdo. 
usermod : Altera as informações de um usuário, editando diretamente as informações dos arquivos /etc/passwd, /etc/shadow e /etc/group. 
Ex.: ”sudo usermod -d /home/novo_dir geraldo” para criar um novo diretório pessoal para o usuário “geraldo” em “/home/novo_dir”. Se quiser que o atual diretório do usuário seja movido para o novo diretório utilize a opção “-m” desta forma ”sudo usermod -d /home/novo_dir -m geraldo”. 
Ex.: ”sudo usermod -g 800 geraldo” para alterar o grupo padrão do usuário “geraldo” para GID 800. 
Ex.: ”sudo usermod -s /bin/false geraldo” para alterar o shell do usuário “geraldo” para “/bin/false” não mais permitindo que o usuário faça login no sistema. 
Ex.: ”sudo usermod -e 03/04/2007 geraldo” para alterar a data de expiração da conta do usuário “geraldo” para 03/04/2007. 
finger : Exibe informações dos usuários do sistema. Se um usuário não for passado ao comando o mesmo apresentará informações de todos usuários atualmente logados. 
Ex.: ”finger geraldo” para exibir informações, como login, diretório pessoal, shell entre outras do usuário “geraldo”. 
passwd : Altera a senha de um usuário exibindo um prompt para que a nova senha seja fornecida, e logo depois repetida para confirmação. O usuário logado pode alterar a própria senha digitando apenas ”passwd”. 
Ex.: ”sudo passwd geraldo” para alterar a senha do usuário “geraldo”. 
 Ex.: ”sudo passwd -l geraldo” para bloquear a conta do usuário “geraldo”. 
Ex.: ”sudo passwd -u geraldo” para desbloquear a conta do usuário “geraldo”. 
Ex.: ”sudo passwd -d geraldo” para desativar a senha do usuário “geraldo” deixando-o sem uma senha de acesso. 
groupadd : Cria um novo grupo no sistema. Deve-se remover os usuários do grupo, antes de apagar o grupo, pois o Linux não faz nenhum tipo de verificação neste sentido. 
Ex.: ”sudo groupadd novogrupo” para criar um novo grupo no sistema chamado “novogrupo”. 
Ex.: ”sudo groupadd -g 800 novogrupo” para atribuir ao grupo “novogrupo” o GID 800. 
Para adicionar um novo usuário para um grupo existente você deve fazer isto: 
sudo adduser <nomedousuario> professores
sendo que neste caso o nome do grupo é professores
groupdel : Exclui um grupo no sistema. 
Ex.: ”sudo groupdel novogrupo” para excluir o grupo chamado “novogrupo”. 
groupmod : Altera as informações de um grupo do sistema. 
Ex.: ”sudo groupmod -n novo_grupo grupo_antigo” para alterar o nome do grupo “velho_grupo” para “novo_grupo”. 
Ex.: ”sudo groupmod -g 900 novo_grupo” para alterar o identificador do grupo chamado “novo_grupo” para GID 900. 
id : Exibe os identificadores (IDs) reais e efetivos de usuário e de grupo de um usuário. Se não for especificado ao comando um usuário será exibido as informações do usuário atual. 
Ex.: ”id geraldo” para exibir os IDs de usuário e grupo do usuário “geraldo”. 
Como ajustar/modificar/habilitar a senha do usuário root
sudo passwd root
Como desabilitar a conta do usuário root
sudo passwd -l root
Para mudar a senha do usuário principal:
passwd nome_do_usuário_principal_do_sistema
Excluir um usuário do grupo :
Dois modos :
1º. Editar o arquivo group, localizado no diretório /etc, e excluir o usuário do grupo
1:2:3:4
1- Nome do grupo
2- Senha do grupo. Semelhante ao /etc/passwd, a senha é substituída pelo caracter “x” para ser armazenada em local seguro. 
3- GID (Group ID)
4- Usuários relacionados ao grupo, pode vir separados por virgula caso tenha mais de um ou então vazio caso não tenha usuários associados.
2º. gpasswd –d “nome_do_usuário” “nome_do_grupo”
Como identificar erros através dos arquivos de logs no Ubuntu Server
Os arquivos de log são o primeiro local para onde devemos olhar quando alguma falha ou erro em algum serviço acontece, tornando então uma importante ferramenta de diagnóstico dos eventos que acontecem no sistema.
Para acessar o arquivo de log, devemos ir ao seguinte diretório :
/var/log/syslog

Outros materiais