Buscar

Arte - Plano de Aula FestasJuninas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

Festas e tradições regionais
FESTAS JUNINAS
ESTADOS EM DESTAQUE
BAHIA, CEARÁ, MARANHÃO, PARÁ, PARAÍBA, PERNAMBUCO, 
RIO GRANDE DO NORTE, SÃO PAULO E SERGIPE
PLANO DE AULA
Objetivos conceituais:
• Conhecer a origem das Festas Juninas 
e algumas de suas características.
• Localizar geograficamente as maiores festas do Brasil.
Objetivos procedimentais:
• Identificar elementos característicos das Festas 
Juninas e perceber mudanças e permanências 
nesses elementos ao longo do tempo.
• Comparar as Festas Juninas de seu município com 
as festividades realizadas em outras localidades.
• Pesquisar e analisar receitas de pratos 
típicos da culinária junina.
• Relacionar esses pratos aos principais 
ingredientes utilizados em seu preparo.
Objetivo atitudinal:
• Reconhecer e valorizar a relação entre as 
Festas Juninas e a população do campo.
Tempo estimado: Duas aulas.
Material: Imagens de Festas Juninas realizadas 
nos municípios de Campina Grande e de Caruaru 
(opcional), receitas de pratos típicos da culinária 
junina, folhas de papel sulfite e lápis de cor.
ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS
••••••• Contextualização •••••••
As Festas Juninas recebem esse nome por serem 
realizadas no mês de junho. Essa tradição tem origem 
em festas pagãs realizadas na Europa para celebrar o 
período da colheita. Com o passar do tempo, as festas 
foram incorporadas pela Igreja Católica e passaram 
a homenagear os santos do mês: Santo Antônio, São 
João e São Pedro. As Festas Juninas foram trazidas ao 
Brasil pelos portugueses, ainda no período colonial. 
Aqui, continuaram associadas aos santos e à atividade 
agrícola; porém, adequaram-se aos costumes e aos há-
bitos alimentares locais. 
Atualmente, as Festas Juninas são realizadas em 
todas as regiões do país, estendendo-se, muitas vezes, 
ao mês de julho (Festas Julinas). Essas festas apresen-
tam alguns elementos característicos, como as ban-
deirinhas, a quadrilha e as comidas. O costume de 
enfeitar o local da festa com bandeirinhas está rela-
cionado ao antigo hábito de erguer mastros com ban-
deiras dos santos católicos durante as festividades. Já 
a quadrilha é uma dança de origem francesa. Ela foi 
trazida ao Brasil pela corte portuguesa em 1808. Com 
o passar do tempo, essa dança se popularizou. Nas 
comunidades rurais, alguns passos foram adaptados 
e outros, como o “caminho da roça”, foram acrescen-
tados. Os trajes dos dançarinos também mudaram: as 
roupas luxuosas da corte deram lugar às vestimentas 
mais simples das pessoas do campo. Contudo, são as 
comidas típicas das Festas Juninas que melhor evi-
denciam as raízes agrárias dessa manifestação cultu-
ral. Os principais ingredientes utilizados na prepara-
ção dos pratos são provenientes da agricultura. Um 
dos ingredientes mais utilizados é o milho, pois sua 
colheita inicia-se no mês de junho. Também são co-
muns alimentos a base de mandioca (aipim), coco, 
amendoim etc. No passado, a grande quantidade de 
comidas oferecidas nas Festas Juninas era uma forma 
de celebrar a fartura das colheitas.
As maiores Festas Juninas do Brasil estão localizadas 
na região Nordeste. Dois municípios disputam entre si 
o título de maior e melhor festa: Campina Grande, na 
Paraíba; e Caruaru, em Pernambuco. Nesses municí-
pios, as comemorações ocorrem por trinta dias e são 
animadas ao ritmo do forró. Além das tradicionais qua-
drilhas e das comidas típicas, elas contam com cenários 
que representam vilas do interior e shows de artistas 
conhecidos nacionalmente. Desse modo, as festas se 
transformaram em grandes espetáculos, atraindo mul-
tidões de participantes.
Outros destaques são: Cruz das Almas, Ibicuí, 
Amargosa, Santo Antônio de Jesus, Piritiba e Se-
nhor do Bonfim, na Bahia; Mossoró, no Rio Grande 
do Norte; Juazeiro do Norte, no Ceará; Aracaju, em 
Sergipe; São Luís, no Maranhão; e Cametá, no Pará. 
Outra região reconhecida pelas festividades é o in-
terior de São Paulo, onde se mantém a tradição da 
realização de quermesses e danças de quadrilha em 
torno de fogueiras.
••••••• Desenvolvimento •••••••
1a etapa
Apresente a imagem do Almanaque aos alunos. Per-
gunte a eles qual é a tradição representada. Após ouvir 
suas respostas, esclareça que se trata da Festa Junina, 
uma manifestação cultural presente em todas as re-
giões brasileiras. Explique a origem agrária dessa festa 
aos alunos. Ressalte o mês em que ela ocorre e sua rela-
ção com o período da colheita. 
2a etapa
Explore a imagem do Almanaque com os alunos. 
Peça que identifiquem os elementos característicos das 
Festas Juninas. Destaque as bandeirinhas, a quadrilha 
FESTAS JUNINASFestas e tradições regionais
1
e a abundância de comida. Comente a origem de cada 
um desses elementos e estimule os alunos a perceber 
que eles apresentam mudanças e permanências ao lon-
go do tempo.
Solicite aos alunos que identifiquem os alimentos re-
presentados na imagem. Questione se sabem com quais 
ingredientes eles são preparados. Peça que mencionem 
outros pratos típicos das Festas Juninas e os principais 
ingredientes utilizados em seu preparo. Organize as res-
postas no quadro de giz. Esclareça que a maior parte 
desses ingredientes é produzida no campo. Ressalte a 
relação entre a abundância de comida e a fartura das 
colheitas. Aproveite para explorar a importância do mi-
lho para a culinária junina. 
3a etapa
Pergunte aos alunos onde ocorre a maior Festa Ju-
nina do Brasil. Explique que esse título é disputado por 
dois municípios: Campina Grande, na Paraíba, e Carua-
ru, em Pernambuco. Localize esses estados no mapa po-
lítico do Brasil e aproveite para introduzir informações 
sobre a cultura e a geografia locais.
Aborde algumas características dessas festas. Des-
taque que elas se transformaram em grandes espetá-
culos. Se julgar conveniente, apresente imagens para 
facilitar a compreensão dos alunos. Essas imagens, 
assim como maiores informações sobre as festas, po-
dem ser obtidas nos sites: <www.saojoaodecampina. 
com.br> e <www.saojoaodecaruarupe.com.br> (aces-
sos em 26 set. 2014).
4a etapa
Converse com os alunos sobre como as Festas Ju-
ninas são realizadas em seu município. Incentive-os a 
perceber semelhanças e diferenças entre as festas que 
conhecem e as que foram apresentadas durante a aula. 
••••••• Avaliação •••••••
Apresente aos alunos a receita de um prato típico 
das Festas Juninas. Por exemplo:
PAMONHA
Ingredientes
- 12 espigas de milho
- 1 xícara de leite
- 2 xícaras de açúcar
- 1 pitada de sal
Modo de fazer
Rale as espigas de milho. Misture o milho ralado 
aos demais ingredientes. Coloque a mistura na palha 
do milho e amarre bem. Cozinhe as pamonhas em 
uma panela com água por cerca de 40 minutos.
Elenque as seguintes questões e solicite aos alunos 
que as respondam no caderno: 
 1) A receita ensina a preparar qual alimento? 
 2) Qual é o principal ingrediente utilizado em 
sua preparação? 
 3) Onde esse ingrediente costuma ser cultivado? 
 4) Esse prato é muito consumido em qual festa? 
 5) Em que período do ano essa festa acontece? 
Por quê?
Peça aos alunos que pesquisem outras receitas de 
pratos típicos da culinária junina com seus familiares e 
as copiem em uma folha de sulfite ou peça uma ativida-
de escrita. Oriente-os a fazer desenhos ou colar imagens 
para ilustrá-las. Solicite que apresentem suas receitas para 
a turma e identifiquem o principal ingrediente utilizado na 
preparação de cada prato. Ao final da atividade, peça aos 
alunos que organizem as receitas da turma em ordem alfa-
bética e as reúna em um livro de receitas juninas.
2
FESTAS JUNINASFestas e tradições regionais

Continue navegando

Outros materiais