Buscar

71936530e5de21b02b7ed76f0b419875

Prévia do material em texto

MEDIAÇÃO E 
CONCILIAÇÃO AVALIADAS EMPIRICAMENTE:
Jurimetria para propositura de ações eficientes
1 DA EQUIPE
1 DA EQUIPE
2 DA PESQUISA
5
Tem como aumentar a imagem? Acho que está muito pequeno.
4
Diários
3 DO MÉTODO: ETAPAS
Diários  mediação/conciliação
Diários
Diários  mediação/conciliação
3 DO MÉTODO: ETAPAS
Diários
Diários  mediação/conciliação
3 DO MÉTODO: ETAPAS
Movimento
Processos
Análise de dados de Movimentos
3 DO MÉTODO: ETAPAS
3 DO MÉTODO: 
		BASES DE DADOS
9
Dados
Número de processos
Número de acordos 
População (IBGE/2010)
IDHM
PIB Municipal
Proporção de acordos
3 DO MÉTODO: 
ANÁLISE DE AGRUPAMENTOS
Grupos: localidades similares com base nos dados considerados. 
Cluster Analysis: técnica de aprendizagem de máquina, não supervisionada. A partir dos dados, são obtidos agrupamentos com localidades similares.
Ex. Ceará
Ex. Rio de Janeiro
Ex. São Paulo
3 DO MÉTODO: 
PESQUISA QUALITATIVA
Piauí
Paraná
3 DO MÉTODO: 
		ENTREVISTAS
Ceará
Rio de Janeiro
São Paulo
4 DOS RESULTADOS
4.1 Gestão do processo
4.2 Fatores influenciadores do resultado
4.3 Experiência do entrevistado
4.4 Estrutura física
4.5 Papel do advogado
Extração de conhecimento a partir de registros de eventos com o intuito de descobrir, monitorar e melhorar processos.
Mov. 1
Mov. C
Mov. B
Mov. A
Mov. D
Mov. F
Mov. G
Mov. E
+
+
X
X
X
X
X
Início
Fim
Movimentos de 
Processos
4.1 Gestão do processo: 
Process Mining
1ª. Aplicação em movimentos de processos judiciais.
4.1 Gestão do processo: 
Process Mining
Software: http://fluxicon.com/disco/
4.1 Gestão do processo: 
Hipótese pré-processual
Acordo  Homologação
Não acordo  Arquivamento
Reclamação
Parte diretamente no Cejusc
Convite
Pela própria parte
Audiência
Conciliador:
Pelos correios
Pelo oficial de Justiça
Servidor
Voluntário
Estagiário
Juiz define data da realização da audiência
Cejusc mais autônomo:
define data da realização da audiência
4.1 Gestão do processo: 
Hipótese processual
Designação 
de audiência
Audiência
na própria
vara
Acordo
Envio ao Cejusc
Audiência: conciliador
Não acordo
Acordo
Não acordo
Juiz homologa
Segue o processo
Juiz homologa
Segue o processo
4.1 Gestão do processo: 
Conclusões
Autonomia total do magistrado
Decisão da forma de condução do processo
Confusão entre mediação e conciliação
Objetivos
Realização 
de cursos
Melhor condução do processo
Funcionamento
Melhores resultados
4 DOS RESULTADOS
4.1 Gestão do processo
4.2 Fatores influenciadores do resultado
4.3 Experiência do entrevistado
4.4 Estrutura física
4.5 Papel do advogado
4.2 Fatores influenciadores
dos resultados
Duração do processo
Movimentação processual
IDHM
Matéria
Facilitador da sessão
Características das partes
Processos homologados (585 dias) duram, em média, a metade do tempo dos processos não homologados (1.061 dias).
4.2 Fatores influenciadores
dos resultados: Duração
∆ IDHM = 0,1  ∆ Mov = 9,5 
4.2 Fatores influenciadores
dos resultados: IDHM
(longevidade, renda, educação)
Para a maioria das localidades, processos homologados apresentam menor quantidade de movimentos por processos do que processos não homologados.
Movimentos por processo
4.2 Fatores influenciadores
dos resultados: Movimentos
4.2 Fatores influenciadores
dos resultados: Matéria
Direito de família
Direito do consumidor
Dano moral
Relações bancárias
Facilitador da sessão: depende mais da característica da pessoa que de seu cargo (juiz/conciliador)  CAPACITAÇÃO
Preparo para lidar com as questões humanas que são expostas nos processos judiciais
4.2 Fatores influenciadores
dos resultados: Facilitador
Cultura 
regional
Características 
pessoais
4.2 Fatores influenciadores
dos resultados: 
Características das partes
Pessoa física
Menor escolaridade
Menor poder aquisitivo
Pessoa jurídica
Poder público
Maior escolaridade
4.2 Fatores influenciadores
dos resultados: 
Características das partes
Pessoas físicas
Personalidade
Envolvimento emocional
Pessoas jurídicas
Grandes litigantes: bancos, poder público, empresas de telecomunicações
Prepostos sem poder de decisão
Abertura de precedentes
Quanto maior o poder aquisitivo, mais difícil o acordo
Quanto menor a escolaridade, mais fácil o acordo
4 DOS RESULTADOS
4.1 Gestão do processo
4.2 Fatores influenciadores do resultado
4.3 Experiência do entrevistado
4.4 Estrutura física
4.5 Papel do advogado
4.3 Fatores influenciadores:
Experiência do entrevistado
Alterações legislativas
CPC 2015 influenciou positivamente mais que a Resolução 125/CNJ
Audiências obrigatórias
Pontos positivos
Pacificação social
Falta de profissionais qualificados
Remuneração dos facilitadores
CONTROVERSO
Pautas cheias
Desafogamento do judiciário
4 DOS RESULTADOS
4.1 Gestão do processo
4.2 Fatores influenciadores do resultado
4.3 Experiência do entrevistado
4.4 Estrutura física
4.5 Papel do advogado
4.4 Fatores influenciadores:
Estrutura física
Estrutura física
Acolhimento
Salas de espera
Salas de audiência
4 DOS RESULTADOS
4.1 Gestão do processo
4.2 Fatores influenciadores do resultado
4.3 Experiência do entrevistado
4.4 Estrutura física
4.5 Papel do advogado
4.5 Fatores influenciadores:
Pape do Advogado
Ajuda
Atrapalha
Confiança do cliente
Preocupação com os honorários
Entende a conciliação como meio de produção de prova
Entende a conciliação como forma de solucionar o conflito das partes
4 DAS CONCLUSÕES
5.1 Tecnologia
5.2 Pontos nevrálgicos
5.1 TECNOLOGIA
Consequências
Etapa primária de análise de dados
Esforço grande para organizar informações
Dados não padronizados
Registros com diferentes padrões entre estados
Prejudica a transparência
Dificuldade para ciência aberta
Dificuldade de inovação aberta
Limitação para aplicação de inteligência artificial
5.2 PONTOS NEVRÁLGICOS
Características socioeconômicas
Matéria
Características das partes
Gestão do processo
Condução da audiência
Estrutura física
Duração processual
CONTATO
	Profa. Dra. Carla A.A.V.:		caaventu@gmail.com
	Profa. Dra. Luciana R.M.:	morilas@usp.br
	Prof. Dr. Evandro M.S.R.:	esaidel@usp.br
	Prof. Dr. Ildeberto A.R.: 	rodello@usp.br
image2.jpeg
image3.png
image4.png
image5.png
image6.jpeg
image7.emf
image8.png
image9.jpeg
image10.jpeg
image11.jpeg
image12.jpeg
image13.png
image14.png
image15.png
image16.png
image17.jpeg
image18.png
image19.png
image20.png
image21.jpeg
image22.png
image23.png
image24.png
image25.jpeg
image26.png
image27.png
image28.png
image29.png
image30.emf
EstadoEditaisHomologados
Percentual 
Homologados
São Paulo90.345.365 1.023.852 1,1%
Rio de Janeiro27.512.217 381.115 1,4%
Paraná5.014.728 63.129 1,3%
Ceará3.132.367 22.603 0,7%
Piauí509.450 5.439 1,1%
Total126.514.127 1.496.138 1,2%
image31.png
image32.png
image33.png
image34.jpeg
image35.png
image36.png
image37.png
image38.png
image39.jpeg
image40.emf
ID ProcessoAtividadeRegistro
Início20/jan
Mov. 120/jan
Mov. A25/jan
Mov. D04/fev
Mov. F06/jun
Fim07/jun
Início05/fev
Mov. 105/fev
Mov. B02/mar
Mov. D03/mar
Mov. E12/mar
Mov. C24/mar
Mov. D01/abr
Mov. G15/abr
Fim16/abr
100012
110032
image41.png
image42.png
image43.jpeg
image44.png
image45.emf
CaracterísticasQuantidade
Cidades17 
Processos256.056 
Quantidade de Movimentos11.826.981 
Movimentos por Processo46,2 
image46.png
image47.png
image1.jpeg

Continue navegando

Outros materiais