Buscar

Sistema Cardiovascular - Visão Geral

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 6 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 6 páginas

Prévia do material em texto

Sistema Cardiovascular – Visão Geral
O objetivo deste texto é :
1. Compreender a organização das câmaras e valvas cardíacas
2. Conhecer os vasos da base e suas relações com as câmaras cardíacas
3. Compreender o trajeto do sangue na pequena circulação e sua relação com o processo respiratório
4. Compreender o trajeto da grande circulação.
Observe nas imagens ao lado as câmaras que constituem
nosso coração e a grande circulação, ou circulação
sistêmica e a pequena circulação, ou circulação pulmonar.
O coração é formado por tecido muscular cardíaco e em
outra aula falaremos mais sobre sua estrutura e anatomia.
Importa agora saber que ele apresenta 4 câmaras
funcionais: 2 átrios, que são regiões de chegada de
sangue, e 2 ventrículos, que são regiões de saída de
sangue. Todo vaso sanguíneo que traz sangue ao coração
é uma veia, e desemboca em um átrio. Todo vaso
sanguíneo que sai do coração é uma artéria, e sai de um
ventrículo. Resumindo:
• o coração é formado por dois átrios (direito e esquerdo) e
dois ventrículos (direito e esquerdo);
• há comunicação entre átrio esquerdo e ventrículos
esquerdo, e entre átrio direito e ventrículo direito;
• não há comunicação entre o lado esquerdo e o lado
direito no coração de uma pessoa após o nascimento
(durante a vida intra-uterina existe uma comunicação – a
abertura oval - que se fecha antes do nascimento);
• o sangue que chega ao coração chega através de veias,
que desembocam nos átrios;
• o sangue que sai do coração sai dos ventrículos em
Prof. Antonio Dégas - Prof. Totówww.professortoto.com.br
Em azul, sangue venoso, em vermelho, sangue arterial.
• o sangue que sai do coração sai dos ventrículos em
direção a uma artéria;
• logo, é como se existisse um coração direito e um
coração esquerdo, trabalhando em paralelo;
• no lado esquerdo do coração há apenas sangue arterial,
rico em oxigênio;
• no lado direito do coração há apenas sangue venoso,
pobre em oxigênio.
• a forma do coração pode ser representada como um
triângulo, com um ápice (inferior) e uma base (superior) –
estudaremos isso em outra aula com mais detalhes;
• os vasos que levam e trazem sangue ao coração estão
localizados na base do coração, e por este motivo
recebem o nome de vasos da base.
A Grande Circulação ou Circulação Sistêmica inicia no
ventrículo esquerdo. Dali o sangue sai para o arco aórtico;
este se ramifica dando origem à artéria aorta abdominal,
que leva sangue para o tronco e membros, e três vasos
que levam sangue para a cabeça e pescoço (tronco
braquiocefálico, artéria carótida comum e artéria
subclávia). Este sangue está oxigenado, e vai para todos
os tecidos. As artérias se ramificam em vasos cada vez
menores, dando origem às arteríolas e capilares. No nível
dos capilares o sangue consegue realizar trocas com os
tecidos. Os tecidos consomem o oxigênio do sangue
arterial e devolvem gás carbônico. Então o sangue se
torna venoso. Os capilares vão se agrupando em vasos
cada vez maiores, que são vênulas e depois veias. Estas
veias desembocam na veia cava superior e na veia cava
inferior, que trazem o sangue venoso para o átrio direito.
Aqui termina a Circulação Sistêmica.
O sangue que chega através das veias cavas ao átrio
direito e então encaminhado dali ao ventrículo direito. No
ventrículo direito começa a Pequena Circulação, ou
circulação Pulmonar: o sangue venoso é ejetado do
coração através do tronco pulmonar, que é formado pelas
artérias pulmonares direita e esquerda. As artérias
pulmonares chegam aos pulmões e se ramificam em
arteríolas e capilares. No nível dos capilares vai ocorrer a
troca gasosa (hematose) entre o sangue venosos e o ar
dos alvéolos pulmonares; como resultado o sangue se
torna arterial. Este sangue arterial flui por capilares que se
agrupam em vênulas e veias, que desembocam nas veias
pulmonares (que são duas para cada pulmão). As veias
pulmonares são as únicas na circulação pós-fetal que
carregam sangue arterial; elas desembocam no átrio
esquerdo. Aqui termina a Circulação Pulmonar. Então o
sangue arterial passa do átrio esquerdo para o ventrículo
esquerdo e a Circulação Sistêmica reinicia.
Há valvas e válvulas entre átrios e ventrículos (valvas átrio-
ventriculares) e entre ventrículos e artérias (valvas
semilunares) que serão explicadas em outra aula.
Prof. Antonio Dégas - Prof. Totówww.professortoto.com.br
Agora que você tem estas informações gerais sobre o
Sistema Circulatório, leia os trechos a seguir para
aprofundar seus estudos.
Tratado de Fisiologia, C.R. Douglas
Prof. Antonio Dégas - Prof. Totówww.professortoto.com.br
Tratado de Fisiologia, C.R. Douglas
Prof. Antonio Dégas - Prof. Totówww.professortoto.com.br
Tratado de Fisiologia, C.R. Douglas
Agora vamos complementar as informações apresentadas 
até aqui com outras do Tratado de Fisiologia de Guyton e 
Hall.
Tratado de Fisiologia, Guyton e Hall
O que Guyton denomina Resistência é o inverso da 
Condutância, ustilizada por Douglas em suas explicações.
Resistância é oposição ao fluxo; Condutância é deixar passar. 
Veja agora as explicações de C.R. Douglas sobre o mesmo 
assunto.
Antes de prosseguir, alguns parâmetros fundamentais para o 
estudo do sistema Cardiovascular, que serão utilizados 
posteriormente em outras aulas:
• SÍSTOLE: contração do músculo cardíaco ;
• DIÁSTOLE: relaxamento do músculo cardíaco;
• para cada sístole há necessariamente uma diástole;
•Átrios e ventrículos realizam sístoles e diástoles em fases 
distintas do CICLO CARDÍACO
• FREQUÊNCIA CARDÍACA (FC): sístoles realizadas por 
minuto;
• VOLUME SISTÓLICO (VS) ou DÉBITO SISTÓLICO (DS): 
volume de sangue ejetado por cada ventrículo a cada sístole;
• o volume de sangue ejetado por ambos os ventrículos é o 
mesmo, e de forma geral, é o mesmo que volta a cada um 
dos átrios;
• DÉBITO CARDÍACO (DC) ou VOLUME CARDÍACO 
MINUTO (VCM): volume de sangue ejetado por cada 
ventrículo durante 1 minuto; 
• RETORNO VENOSO (RV): volume de sangue que retorna 
Prof. Antonio Dégas - Prof. Totówww.professortoto.com.br
Tratado de Fisiologia, Guyton e Hall
• RETORNO VENOSO (RV): volume de sangue que retorna 
aos átrios por minuto durante o ciclo cardíaco ; vamos 
considerar que deve ser igual ao DC.
Tratado de Fisiologia, C.R. Douglas
Prof. Antonio Dégas - Prof. Totówww.professortoto.com.br
Referências Bibliográficas
1. GUYTON, A.C., HALL, J.E , Tratado De Fisiologia Médica, 10. ed., Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2002
2. DOUGLAS, C. R., Tratado de Fisiologia Aplicada às Ciências Médicas, 6°. Ed., Rio de Janeiro, 
Guanabara Koogan, 2006.
Tratado de Fisiologia, C.R. Douglas

Mais conteúdos dessa disciplina