A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
94 pág.
Manual Arquitetura e Engenharia

Pré-visualização | Página 10 de 18

a ART 
de projeto e execução da estrutura metálica.
Se a estrutura metálica não for de responsabilidade do profissional que está atu-
ando na obra, o fiscal deverá solicitar ao proprietário, por meio de notificação, as 
cópias da ART de projeto, de fabricação e de execução da mesma.”
“1.28 Estruturas Metálicas
a) Onde fiscalizar
Empresas e profissionais que atuam em atividades de projeto, inspeção, fabrica-
ção, montagem, conservação, reparo e reforma de estruturas metálicas.
b) O que fiscalizar
As empresas e profissionais que prestam serviço de projetos, inspeção, fabrica-
ção, montagem e manutenção de estruturas metálicas deverão estar regularmente 
registradas no CREA.
Para toda atividade de Projeto, Inspeção, Fabricação, Montagem e manutenção 
de Estruturas Metálicas deverá ser anotada a ART correspondente.” 
. 
Manual de Fiscalização - AC51
169 – FISCALIZAÇÃO CEEMM/CEEE/CEA/CEEQ/CEEC/CEARQ
n Descrição
Atividade que envolve a inspeção e o controle técnicos sistemáticos de obra ou 
serviço, com a finalidade de examinar ou verificar se sua execução obedece ao pro-
jeto e às especificações e prazos estabelecidos.
O QUE FISCALIZAR ONDE FISCALIZAR PARÂMETRO LEGISLAÇÃO PERTINENTE
050- Execução
130- Outros
•	 Obras	e	serviços	técnicos	
públicos	e	privados
•	 Onde	for	constatada	a	
ocorrência	destes	serviços.
•		NÃO	HÁ •	 Resolução	218/73-CONFEA
REGISTRO DE ARTS
MÚLTIPLA 	SIM
		NÃO
Observações:
n POR QUE FISCALIZAR?
- Para que seja garantido o controle técnico da obra ou serviço, visando a sua exe-
cução de acordo com os projetos e prazos definidos, com a finalidade de examinar ou 
verificar se sua execução obedece ao projeto e prazos estabelecidos.
- Porque a participação efetiva dos profissionais nos serviços de planejamento, 
elaboração dos projetos, execução e fiscalização promove trabalhos com foco em 
qualidade, conforto, eficiência, racionalidade, coerência com aspectos ambientais e 
legais, que necessitam de conhecimentos técnicos específicos, tendo em vista que o 
CREA possui a finalidade de defesa da sociedade procurando assegurar o uso ade-
quado do conhecimento e da tecnologia.
AC52 - Manual de Fiscalização
157 – FORNECIMENTO DE LAJES CEEC/ CEARQ 
n Descrição
A laje é o elemento estrutural bidimensional da edificação responsável por trans-
mitir as ações que nela chegam para as vigas que a sustentam, e destas para os 
pilares. 
As lajes são elementos, caracterizados por possuírem espessura muito menor do 
que as outras duas dimensões. 
As lajes pré-moldadas são constituídas por vigas ou vigotas de concreto inter-
caladas por blocos cerâmicos. O conjunto é unido com uma camada de concreto 
chamada de capa, lançada sobre as peças.
O QUE FISCALIZAR ONDE FISCALIZAR PARÂMETRO LEGISLAÇÃO PERTINENTE
050- Execução
130- Outros
•	 Obras	de	edificações	em	geral
•	 Empresas	que	fabricam	e	
fornecem	laje	pré-moldada.
•	 Onde	for	constatada	a	
ocorrência	destes	serviços.
•		NÃO	HÁ •	 DN	29/00	–	CEARQ
REGISTRO DE ARTS
MÚLTIPLA 	SIM
		NÃO
Observações:
•	 A	ART	para	cada	Fornecimento	do	Produto,	
poderá	ser	procedida	na	forma	múltipla,	ou	seja,	
anotar	em	um	mesmo	formulário	o	fornecimento	
para	até	10(dez)	contratantes,	devendo,	
obrigatoriamente,	constar	o	número	da	ART	de	
Projeto.
n POR QUE FISCALIZAR?
- Devido aos riscos oriundos de pré-moldados projetados ou executados sem os 
conhecimentos técnicos necessários e de normas de segurança, tendo em vista que 
o CREA possui como atribuição a defesa da sociedade procurando assegurar o uso 
adequado do conhecimento e da tecnologia.
Manual de Fiscalização - AC53
n FOTOS/ EXEMPLOS/ INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AC54 - Manual de Fiscalização
140 – FUNDAÇÕES CEEC/ CEARQ/ CEGEM
n Descrição
Correspondem às estruturas responsáveis por transmitir as solicitações das cons-
truções ao solo, sendo projetadas considerando a carga que recebem e o tipo de solo 
onde vão ser construídas. São responsáveis pela sustentação da obra
O QUE FISCALIZAR ONDE FISCALIZAR PARÂMETRO LEGISLAÇÃO PERTINENTE
035-	Projeto	
Específico	(*)
050-	Execução
130-	Outros
•	 Obras	de	edificações	
em geral
•	 Demais	obras	que	
exijam	fundação
•	 Onde	for	constatada	
a ocorrência de 
obra com estas 
características
•	 Para	edificações	
de	4	(quatro)	ou	
mais pavimentos 
(considerando-se 
subsolos, térreo e 
pisos	superiores),	
silos graneleiros 
e obras de arte 
em geral (que 
necessitem de 
projeto	estrutural)	
•	 ATO	02/06	CREA-PR
REGISTRO DE ARTS
MÚLTIPLA 	SIM
		NÃO
Observações:
n POR QUE FISCALIZAR?
- Porque a participação efetiva dos profissionais nos serviços de planejamen-
to, elaboração de projetos, execução e fiscalização promove trabalhos focados em 
qualidade, conforto, eficiência, racionalidade, coerência com aspectos ambientais e 
legais, que necessitam de conhecimentos técnicos específicos, tendo em vista que o 
CREA possui a finalidade de defesa da sociedade procurando assegurar o uso ade-
quado do conhecimento e da tecnologia.
- Porque a execução dos serviços implica em possibilidade de riscos, danos ou 
prejuízos a trabalhadores, moradores e transeuntes; deve, portanto, ser acompanhada 
por profissional habilitado.
Manual de Fiscalização - AC55
n FOTOS/ EXEMPLOS/ INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:
 * Importante:
- Pode ser apresentado da forma de Projeto Estrutural ou Projeto Específico.
- Se a Edificação estiver fora do parâmetro mínimo de fiscalização, porém for 
constatada a presença de empresa terceirizada executando o serviço de Fundação, 
deve-se proceder à fiscalização exigindo-se para este caso apenas a Execução (arro-
lar o projeto apenas quando o mesmo for encontrado na obra e não seja o mesmo do 
estrutural da obra) arrolando-se sempre prova documental.
** Observações:
Tipos de fundações:
- Fundações rasas: São aquelas em que a profundidade de escavação é inferior a 
3 metros, sendo empregadas para cargas leves, como residências ou no caso de solo 
firme. O Baldrame é o tipo mais comum e constitui-se de uma viga, que pode ser de 
alvenaria, de concreto simples ou concreto armado construída diretamente no solo, 
dentro de uma pequena vala. Outro tipo de fundação rasa é a Sapata, que pode ser 
do tipo isolada, associada ou alavancada. 
- Fundações profundas: Utilizadas em casos de edifícios altos em que os 
esforços do vento se tornam consideráveis e/ou nos casos em que o solo só atinge a 
resistência desejada em grandes profundidades. Os tipos mais comuns são as Esta-
cas Escavadas e as Estacas Cravadas (madeira, metálicas ou de concreto).
 
AC56 - Manual de Fiscalização
173 – GALPÃO/BARRACÃO (ABERTO OU 
FECHADO)
CEARQ/CEEC
n Descrição
Código relacionado à ocorrência de obras em Edificações destinadas ao abrigo 
de veículos, máquinas, equipamentos, insumos ou quando o uso não está definido, 
sejam estas: ampliações (com ou sem reforma), reforma com acréscimo de área ou 
da construção da Edificação propriamente dita. Podem ser abertos ou fechados (sem 
ou com fechamento lateral).
Podem ser construídos de maneira tradicional (pilares e vigas moldados “in 
loco”), através de elementos pré-moldados ou de ambas as formas.
O QUE FISCALIZAR ONDE FISCALIZAR PARÂMETRO LEGISLAÇÃO PERTINENTE
**Projetos:
001-	Arquitetônico
002-	Estrutural
003-	Hidráulico
004-	Elétrico
005-	Prevenção	de	
Incêndio
006-	Tubulação	
Telefônica
050-	Execução	
130-	Outros 
•	 Onde	for	constatada	a	
ocorrência de obra com estas 
características
•	 Até	
100m2.
•	 ATO	02/06	CREA-PR
•	 DN	029/00	CEARQ
REGISTRO DE ARTS
MÚLTIPLA 	SIM
		NÃO
Observações:
n POR QUE FISCALIZAR?
- Porque a participação efetiva dos profissionais nos serviços de planejamento, 
elaboração dos