ATIVIDADE 2 IED
1 pág.

ATIVIDADE 2 IED

Disciplina:Introdução ao Direito I79.133 materiais492.381 seguidores
Pré-visualização1 página
ATIVIDADE IED CAPITULO 2

1. O positivismo jurídico se refere às doutrinas jusfilosóficas que:

a) Igualam o direito natural ao direito positivo.
b) Acreditam que o direito positivo é um desdobramento do direito natural.
c) Afirmam que as leis do estado são sempre portadoras de valores positivos.
d) Rebatem a crença em um fundamento valorativo do direito.

Resposta (C)

2. (OAB-FGV) O Positivismo Jurídico desenvolveu-se com o Estado Constitucional moderno. Esse mesmo
Estado passou a reivindicar o monopólio da produção do direito. A partir das características do Positivismo Jurídico apresentadas, assinale a opção CORRETA.

I. O direito é composto por um conjunto de normas que são isentas de juízos de valor.
II. A coerção é o fundamento da norma jurídica.
III. O ordenamento jurídico é coerente: não podem existir antinomias (contradições) entre normas.
IV. O direito produz sua própria validade ética por sua competência formal de produzir as normas jurídicas.
a) As afirmativas I e II estão erradas.
b) As afirmativas II e III estão erradas.
c) Somente a afirmativa III está errada.
d) Somente a afirmativa IV está errada.

Resposta (D)

3. Com base no normativismo jurídico de Hans Kelsen, pode-se concluir:

a) Não há possibilidade de produção de Direito fora do Estado, pois todo Direito é estatal.
b) A teoria pura de Kelsen, não representa uma crítica ao jusnaturalismo, mas somente ao sociologismo.
c) De acordo com Kelsen, a Norma Fundamental pode ser aplicada a casos concretos.
d) Para Kelsen não há que se falar em uma Ciência do Direito, por falta de objeto e método.
e) A Teoria Pura do Direito de Hans Kelsen pode ser considerada uma doutrina social do direito.

Resposta (A)

4. Na teoria do direito de Hans Kelsen, o conceito de norma jurídica representa:

a) O campo histórico do direito.
b) O padrão moral que rege as condutas humanas.
c) A base da pureza metodológica da ciência do direito.
d) A dimensão valorativa da ciência do direito.
e) O resultado da relação entre direito e religião.

Resposta (C)

5. A Escola da Exegese é representativa da seguinte tendência do pensamento jurídico:

a) Jusnaturalismo
b) Historicismo jurídico
c) Sociologismo jurídico
d) Culturalismo jurídico
e) Positivismo jurídico

Resposta (E)

6. O Direito Natural compreende as três concepções básicas a seguir, ao longo da História:

a) Empírica, realista e teológica.
b) Racional, universalista e teológica.
c) Sociológica, universalista e racional.
d) Racional, empírica e universalista.
e) Realista, empírica e sociológica.
Resposta (A)

Questões discursivas

1. (PROAC / COSEAC) Cite e explique as características de duas grandes correntes do pensamento
jurídico moderno (jusnaturalismo e positivismo) que deram uma resposta específica ao processo de racionalização e positivação do Direito Moderno.

São Tomás de Aquino reafirma a existência de uma lei natural primária, que corresponderia à concepção da Patrística, de uma lei de Deus imutável e eterna, inacessível aos homens.
Todavia, Tomás de Aquino lança a ideia inovadora de uma lei natural secundária, social e humana, que deve ser orientada pelos desígnios do Criador, mas que pode não ser, uma vez que é produto do intelecto do próprio homem.

A importância do pensamento tomista (conjunto das ideias de S. Tomás de Aquino) para o campo do Direito Natural reside no fato de que a repartição da lei natural por ele promovida lança as bases de uma nova concepção sobre o Direito Natural, que irá ganhar corpo a partir da Idade Moderna, que é exatamente aquela associada à Razão Humana.
Não obstante se mostrarem conectadas no pensamento de Tomás de Aquino, as leis naturais primária e secundária são, na prática, independentes:

LEI NATURAL PRIMARIA = Decorre da providência divina e escapa do controle dos homens.

LEI NATURAL SECUNDARIA = É resultado direto da vontade dos seres humanos, devendo estar em concordância com a vontade de Deus, mas podendo na prática dela se afastar, por ser uma criação da sociedade.

Hans Kelsen Teoria Pura do Direito. Teve o mérito de conferir ao Direito o status de ciência ao precisar-lhe o objeto (a norma) e o método. Sofreu muitas críticas por causa de sua postura normativista, pois sua teoria pura do direito limita o conhecimento jurídico, enquanto objeto de estudo científico, à sua feição estatal, especificamente à norma posta pelo Estado, afastando da discussão sobre o direito a própria realidade histórica em que ele se insere e que lhe dá origem.

Para Kelsen a Teoria Pura seria aplicável a qualquer sistema jurídico, porque ao abstrair-se do conteúdo das normas jurídicas, a Teoria Pura do Direito seria capaz de superar toda a discussão sobre as fontes do direito, que foi a base da crise do Positivismo Jurídico do Século XIX, priorizando o aspecto estrutural e de funcionamento do ordenamento jurídico, o que, permitiria que fosse aplicável a qualquer tipo de Estado, independentemente de época e local.

2. Leia o trecho a seguir:

\u201cA violência doméstica é uma realidade terrível que assola os lares brasileiros de forma explícita ou velada, atingindo mulheres, crianças e idosos. Geralmente revelam-se através de maus tratos, agressões físicas ou morais e abuso sexual. Este é o caso de Aninha, de 18 anos, que ao tentar desapartar a briga dos pais, pois seu pai bêbado tentava estrangular sua mãe, acabou sendo espancada e abusada sexualmente por ele\u201d. Agora responda as seguintes perguntas:

Analise a situação com base na Teoria Tridimensional do Direito e responda:
O que é fato, valor e norma no caso apresentado?

Fato = Dado da (sociedade) Por seu pai estar bêbado desencadeou todo a situação

Valor = Elemento da natureza (justiça)

Norma = Elemento regulador (Lei)

O incesto narrado é crime? Viola alguma norma moral ou jurídica
Não, incesto não é crime. Porem após o pai espancar e abusar sexualmente de Aninha, o pai infringiu uma norma jurídica.

Há semelhança entre as normas morais e jurídicas aplicáveis ao caso?
Sim, a semelhança entre normas morais e jurídicas ambas podem ser aplicadas no caso.

Resposta (C)
Michel
Michel fez um comentário
A resposta da número 6 é a letra B
1 aprovações
Talessa
Talessa fez um comentário
Não está aparecendo o arquivo
0 aprovações
Mateus
Mateus fez um comentário
A resposta da número 6 na verdade é a letra B !
3 aprovações
Joicilene
Joicilene fez um comentário
Está errada a 6° a resposta certa é: B
4 aprovações
Simony
Simony fez um comentário
Resposta da questão 6 é a B. :)
7 aprovações
Carregar mais