A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
24 pág.
Movimentos morfogenéticos

Pré-visualização | Página 1 de 1

29/09/2015 
1 
1 
União de 2 células 
Formação de organismos 
29/09/2015 
2 
Mudanças 
- 
 movimentos 
Clivagem 
4 
29/09/2015 
3 
MOVIMENTOS 
MORFOGENÉTICOS 
5 
•Epibolia 
•Invaginação 
•Ingressão 
•Involução 
•Intercalação 
•Extensão convergente 
29/09/2015 
4 
Embriões de Jundiá (Rhamdia quelen) 
Movimentação de uma camada de 
células sobre outra. Devido ao 
achatamento apicobasal, a 
camada se alonga. 
•Epibolia 
•Invaginação 
•Ingressão 
•Involução 
•Intercalação 
•Extensão convergente 
29/09/2015 
5 
Através de 
intercalação, as 
células migram ao 
longo de um único 
eixo, concentrando-
se mais em uma 
determinada área. 
•Epibolia 
•Invaginação 
•Ingressão 
•Involução 
•Intercalação 
•Extensão convergente 
29/09/2015 
6 
Camada 
estratificada de 
células que se 
torna delgada, e se 
estende de forma 
convergente ao 
longo de um eixo. 
•Epibolia 
•Invaginação 
•Ingressão 
•Involução 
•Intercalação 
•Extensão convergente 
29/09/2015 
7 
Dobramento de uma camada de 
células em expansão sobre si 
mesma, formando uma segunda 
camada, que continua se 
estendendo em sentido contrário 
ao da primeira. 
•Epibolia 
•Invaginação 
•Ingressão 
•Involução 
•Intercalação 
•Extensão convergente 
29/09/2015 
8 
Dobramento de uma camada de 
células para o interior do embrião, 
dirigido pela alteração no formato de 
células localizadas. 
•Epibolia 
•Invaginação 
•Ingressão 
•Involução 
•Intercalação 
•Extensão convergente 
29/09/2015 
9 
Células individuais perdem o contato 
com células vizinhas, modificam sua 
forma e migram para o interior do 
embrião. 
sub-filos: 
• Hemichordata 
• Urochordata 
• CEPHALOCHORDATA 
Filo CHORDATA 
1. Cordão nervoso dorsal 
2. Notocorda 
3. Aparelho branquial 
ACRANIATA CRANIATA 
Anfioxo 
Bertrand S , and Escriva H Development 2011;138:4819-4830 
sub-filo: 
• Vertebrata 
29/09/2015 
10 
Holoblástica  Radial 
Ectoderme 
Mesendoderme 
29/09/2015 
11 
Ectoderme 
Mesendoderme 
Ectoderme 
Mesendoderme 
Ectoderme 
Mesendoderme 
Blastóporo 
Arquêntero 
Ectoderme 
Mesendoderme 
gastrocele 
Blastóporo 
29/09/2015 
12 
Ouriço do mar 
http://www.swarthmore.edu/NatSci/sgilber1/DB_lab/Urchin/urchin_stage.html 
Nome: Ouriço-do-mar 
Nome Científico: Paracentrotus 
lividus (Lamarck) 
Família: Echinidae 
Grupo: Estrelas, ouriços e pepinos -do-mar 
Classe: Invertebrados 
 
29/09/2015 
13 
25 
Holoblástica  Radial 
29/09/2015 
14 
27 
28 
29/09/2015 
15 
29 
30 
29/09/2015 
16 
31 
32 
29/09/2015 
17 
33 
1. Ingressão 
 
 
2. Invaginação 
 
 
3.Extensão Convergente 
34 
29/09/2015 
18 
Peixes 
Meroblástica Discoidal 
29/09/2015 
19 
 NÃO HÁ 
BLASTOCELE ! 
Embriões de Zebrafish (Danio rerio): 
29/09/2015 
20 
Embriões de Jundiá (Rhamdia quelen): 
Ao final da epibolia, fecha-se o 
blastóporo 
Blastoderme se espalha 
sobre o vitelo 
29/09/2015 
21 
Formação do escudo dorsal 
Formação do escudo dorsal 
29/09/2015 
22 
INVOLUÇÃO 
ANEL GERMINATIVO 
EPIBLASTO HIPOBLASTO 
Fissura de 
Branchet 
Formação do 
anel 
germinativo 
Fissura de 
Branchet 
29/09/2015 
23 
45 
Através de intercalação, as células migram 
ao longo de um único eixo, concentrando-se 
mais em uma determinada área. 
Embriões de Jundiá (Rhamdia quelen): 
29/09/2015 
24