anatomia músculos
10 pág.

anatomia músculos


DisciplinaAnatomia I44.525 materiais369.053 seguidores
Pré-visualização1 página
SISTEMA MUSCULAR
MÚSCULOS são órgãos que possuem a propriedade de contratilidade, ou seja, diminuem seu comprimento (encurtam-se) sob influencia de um estímulo proveniente do Sistema Nervoso. 
	Como resultado disso, os músculos promovem movimento de várias partes do corpo, alteram o diâmetro dos tubos e expulsam resíduos do corpo. 
Nos músculos, a porção mais carnosa é chamada de ventre e esta é presa nas extremidades por um tecido conjuntivo bastante resistente chamado tendão. 	Chamamos origem a extremidade menos móvel e geralmente proximal e inserção a extremidade mais móvel e geralmente distal. 
	O músculo é envolto por uma membrana chamada fáscia muscular, que contém artérias, veias, nervos e vasos linfáticos. 
Os músculos são classificados de 2 formas. A primeira conforme sua ação e a segunda conforme sua estrutura. 
	Conforme sua ação podem ser:
	1) Voluntários: contraem conforme a vontade do indivíduo (controle consciente). Contração rápida. 
	2) Involuntários: contraem independentemente à vontade do indivíduo. Contração lenta e referente à vida vegetativa. 
Conforme sua estrutura:
	1) Esqueléticos: são fixos nos ossos do esqueleto, por isso quando contraem exercem força nos ossos e então eles se movem. Portanto, estes músculos são responsáveis por atividades como andar e manipular objetos. São os únicos músculos voluntários do corpo. Possuem fibras musculares estriadas. 
2) Liso: é também chamado músculo visceral, pois se encontra nas paredes dos órgãos ocos e tubulares. Portanto, os sistemas digestório, respiratório, genital, urinário e cardiovascular possuem este tipo de músculo. É um músculo involuntário. 
	3) Cardíaco: é um tipo especial de músculo que está nas paredes do coração. Possui fibras estriadas, mas com funcionamento involuntário, igual ao do músculo liso. 
Ações Musculares
		É a contração dos músculos esqueléticos que causa os movimentos das diferentes articulações do corpo. Para realizar estes movimentos os músculos atuam em conjunto. 
	Os músculos responsáveis por um movimento são chamados agonistas. Há sempre músculos se opondo a um movimento e suas contrações oferecem resistência ao movimento. Estes são os antagonistas. Eles são importantes, pois assim são produzidos movimentos mais suaves, coordenados e precisos. 
	Importante: um músculo não é só agonista ou só antagonista. Dependendo do movimento observado o músculo pode ser um ou outro. 
	Além desses, existem os músculos sinergistas, que são os que ajudam indiretamente num movimento, estabilizando a articulação. 
MÚSCULOS ESQUELÉTICOS DO CORPO HUMANO
	
Possuímos cerca de 600 músculos, mas vamos estudar somente alguns. Vários são os critérios para se dar nome aos músculos. Normalmente descreve uma característica dele como a forma, a ação ou a localização.
	Para melhor estudarmos, vamos colocar os músculos em grupos. 
Legenda:
					O \u2013 origem
					I \u2013 inserção
					A \u2013 ação
					In \u2013 inervação
\uf020
\uf06e\uf020MÚSCULOS DO PESCOÇO
	1) Músculos Anteriores: estão relacionados com a mandíbula, osso hióide e faringe. Portanto, são importantes para deglutição, fala e respiração. 
	2) Músculos Posteriores: estão relacionados com o osso occipital e as primeiras vértebras cervicais. Portanto, produzem a extensão, inclinação e rotação lateral da coluna cervical. 
3) ESTERNOCLEIDOMASTOIDEO: é um músculo localizado na margem lateral do pescoço. É oblíquo. 
	O - esterno e ¼ medial da clavícula. 
	I - processo mastóide do osso temporal.
	A \u2013 flexão da coluna cervical quando contraem juntos e rotação lateral quando contrai isoladamente. 
	In \u2013 n. acessório, C2 e C3. 
\uf06e\uf020MÚSCULOS DO TÓRAX
		Face Anterolateral
	1) PEITORAL MAIOR: é um músculo extenso que cobre quase toda a metade anterior do tórax. 
	O \u2013 clavícula, esterno e primeiras 6 cartilagens costais. 
	 I \u2013 tubérculo maior do úmero. 
	 A \u2013 adução, flexão e rotação interna do ombro. 
	In \u2013 n. peitoral medial e lateral. 
2) PEITORAL MENOR: é muito menor e fica situado por baixo do m. peitoral maior. 
	O \u2013 3ª, 4ª e 5ª costelas. 
	I \u2013 processo coracóide da escápula. 
	
A \u2013 abaixa a escápula ou eleva as costelas, sendo auxiliar na respiração forçada. 
	
In \u2013 n. peitoral medial. 
3) SERRÁTIL ANTERIOR: possui este nome por sua aparência dentada. Ele passa entre as costelas e escápula (fossa subescapular).
	O \u2013 9 primeiras costelas. 
	
I \u2013 margem medial da escápula. 
	
A \u2013 abdução e rotação da escápula. 
	
In \u2013 n. torácico longo. 
Músculos Profundos
	4) INTERCOSTAIS EXTERNOS: formam uma cortina, localizada em cada espaço intercostal. 
	O \u2013 borda inferior de cada costela. 
	
I \u2013 borda superior de cada costela. 
	A \u2013 puxa/eleva as costelas \u2013 inspiração.
	In \u2013 n. intercostal. 
		As fibras se dirigem obliquamente para baixo e para dentro, desde os tubérculos das costelas, atrás, até as junções costocondrais, na frente. 
5) INTERCOSTAIS INTERNOS: fica por dentro e abaixo do m. intercostal externo, ocupando os espaços intercostais. 
	O \u2013 borda inferior de cada costela.
	I \u2013 borda superior da costela de baixo. 
	A \u2013 abaixam as costelas, diminuindo volume da caixa torácica \u2013 expiração.
 
	In \u2013 n. intercostal. 
	 As fibras se dirigem obliquamente para baixo e para fora, cruzando e formando um X com as fibras do m. intercostal externo. 
Face Posterior
	6) TRAPÉZIO: é largo e ocupa a maior parte do dorso do tórax. 
	O \u2013 osso occipital, linha nucal, processos espinhosos das últimas vértebras cervicais e todas as torácicas. 
	I \u2013 terço lateral da clavícula, acrômio e espinha da escápula. 
	A \u2013 elevação, adução e depressão da escápula. 
	In \u2013 n. acessório, C3 e C4. 
	7) GRANDE DORSAL: é um músculo grande e largo. Forma a borda posterior da axila. 
	O \u2013 processos espinhosos das últimas vértebras torácicas e das lombares e a crista sacral mediana. Suas fibras se dirigem para cima e lado, prendendo-se na crista ilíaca e nas últimas 3 costelas. 
	
I \u2013 sulco intertubercular do úmero. 
	
A \u2013 aduz o ombro e é auxiliar na extensão.
 
	In \u2013 n. toracodorsal. 
 
8) ROMBÓIDE MAIOR:
	O \u2013 processos espinhosos de 2ª a 5ª vértebras torácicas. 
	I \u2013 margem medial da escápula.
	A \u2013 adução da escápula. 
	
In \u2013 n. dorsal da escápula. 
9) ROMBÓIDE MENOR:
	O \u2013 ligamento nucal, processos espinhosos da 7ª vértebra cervical e 1ª torácica. 
	
I \u2013 margem medial da escápula.
 
	A \u2013 adução da escápula. 
	
 In \u2013 n. dorsal da escápula. 
MÚSCULOS DA COLUNA VERTEBRAL
	
1) ERETOR DA COLUNA:
	O \u2013 sacro. 
	
I \u2013 porção baixa do pescoço. 
	A \u2013 estende, inclina lateralmente e roda a coluna vertebral. 
	In \u2013 n. espinhais. 
	Possui 3 subdivisões em forma de coluna \u2013 o íliocostal, que é lateral, o espinhal, que é medial e o dorsal longo, que fica entre os dois anteriores.
Ricardo
Ricardo fez um comentário
Vc teria os mmss e mmii?
0 aprovações
Carregar mais