A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Estudo Dirigido - Tecido Conjuntivo

Pré-visualização | Página 1 de 1

Universidade Federal de Pernambuco 
Centro de Ciências Biológicas 
Biomedicina – 3º Período 
Bioquímica II 
Antonio Fernando/ Andreza Pâmela/ Alberto Galdino. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ESTUDO DIRIGIDO 
 TECIDO CONJUNTIVO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Recife – PE 
Abril 2013 
 
Universidade Federal de Pernambuco 
Centro de Ciências Biológicas 
Biomedicina – 3º Período 
Bioquímica II 
 
Estudo Dirigido: TECIDO CONJUNTIVO 
 
1. Definir tecido conjuntivo. Dê exemplos, destacando onde eles são encontrados. 
Tecido conjuntivo ou conectivo é um tecido amplamente distribuído pelo corpo, que 
tem como principais funções preenchimentos dos espaços vazios, ligação entre órgãos, 
sustentação, transporte, defesa e manutenção da forma do corpo. 
 Tecido conjuntivo propriamente dito  presente em todos os órgãos e abaixo da 
derme (é dividido em frouxo, denso e adiposo); 
 Tecido cartilaginoso  presente no pavilhão auricular, ponta do nariz, disco 
epifisário; 
 Tecido ósseo  presente nos ossos; 
 Tecido sanguíneo  formador do sangue. 
 
2. Quais os constituintes do tecido conjuntivo? 
Células: fibroblastos, macrófagos, plasmócitos, etc 
Matriz: substância fundamental amorfa (glicosaminoglicanos, proteoglicanos e 
glicoproteínas multiadesivas) e proteínas fibrosas (colágeno e elastina). 
 
3. Quais os tipos de células encontradas no tecido conjuntivo e quais suas funções? 
Fibroblastos  Forma a substância fundamental amorfa; 
Macrófagos  Defesa, englobamento de partículas estranhas; 
Mastócitos  Liberação de histaminas em processos imunes, inflamatórios ou alérgicos; 
Plasmócitos  Produção de anticorpos; 
Adipócito  Armazenamento de energia na forma de lipídios; 
Leucócitos  Combate patógenos pela produção de anticorpos e imunidade celular. 
 
4. O que se entende sobre colágeno? Destaque sua importância e sua constituição. 
O colágeno é o principal componente da maioria dos tecidos conjuntivos, 
desempenhado importantes papeis nas propriedades físicas dos tecidos. Sua principal 
função é de sustentação, estando presente em ossos cartilagens, endotélio, etc. 
apresentação constituição proteica, com moléculas em tripla hélice. 
 
5. Qual a função da parte carboidratica do colágeno e como esta é ligada à parte 
proteica. 
 
6. Quais os tipos de colágeno e porque esta variedade? 
Existe cerca de 10 tipos de colágenos (numerados de 1 a 10) que podem ser 
classificados em diversas classes: formador de fibrilas, colágeno como rede, filamentos, 
ancorador de fibrilas, e outros. Essa variedade deve-se a várias reações pós-traducionais 
que podem alterar a molécula em diferentes vias. 
 
7. Em que forma e onde é sintetizado o colágeno? 
O colágeno é sintetizado na forma de pré-procolágeno e é sintetizado no reticulo 
endoplasmático rugoso. 
 
8. Que modificações ocorrem para que haja a síntese de colágeno? 
O pré-pro-colágeno tem a sequencia sinal clivada no lúmen do RER e sofre 
modificações como hidroxilação e glicosilação, transformando-se em procolágeno. Este 
vai para o complexo de golgi e depois para o meio extracelular onde os peptídeos 
registros são clivados, formando o tropocolágeno. Três tropocolágenos se polimerizam 
espontaneamente formando o colágeno. 
 
9. Qual a função da enzima 4-prolil hidroxilase na síntese do colágeno? 
A enzima 4-prolil hidroxilase realiza a hidroxilação da prolina (no carbono 4) 
nas cadeias alfa do colágeno. Essa hidroxilação é importante para conferir maior rigidez 
à molécula. 
 
10. Qual a função da enzima lisil hidroxilase e qual a sua relação com o Fe
+2
 e 
ácido ascórbico (Vit. C)? 
A lisil-hidroxilase catalisa a hidroxilação da lisina, ajudando na estabilização e 
formação do colágeno tripla hélice. Essa enzima contém em sua estrutura o íon ferro em 
seu estado reduzido - ferroso Fe
2+
 - o ácido ascórbico é o co-fator dessa enzima pois, 
por ser um antioxidante, impede a oxidação do ferro presente na enzima. 
 
11. O que se entende sobre elastina e onde é encontrada? 
A elastina é a proteína responsável pela formação das fibras elásticas. É 
encontrada em tecidos como a epiglote, da parede dos vasos, do parênquima pulmonar, 
etc. A elastina confere elasticidade e resistência às fibras elásticas. 
 
12. O que se entende por tropoelastina, desmosina e isodesmosina? 
Tropoelastina é a precursora da elastina. Já a desmosina e isodesmosina são 
aminoácidos incomuns encontrados na cadeia polipeptídica da elastina. 
 
13. Que enzimas degradam a elastina e onde são encontradas? 
 
14. O que se entende por fibronectina e laminina? Quais suas funções no tecido 
conjuntivo? 
A fibronectina é uma glicoproteína sintetizada pelos fibroblastos e algumas 
células epiteliais. Ela possui sítios de ligação para células, colágenos e GAG. Interações 
nesses sitio ajudam a intermediar e manter normais as migrações adesões celulares. A 
laminina é uma glicoproteína formada por três cadeias (A, B1 e B2), e participa da 
adesão de células epiteliais à lamina basal. 
 
15. Que tipos de doenças afetam a biossíntese e a estrutura do colágeno? 
A maioria das doenças é de origem genética, como a Síndrome de Ehlers-Danlos 
também pode haver alterações pela carência de vitamina C.