A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
114 pág.
Apostila Anatomia Vegetal

Pré-visualização | Página 24 de 25

filogenéticas entre os principais grupos de
embriófitas (A). Reconstrução de óvulos de plantas do Paleozóico mostrando potenciais estágios de
evolução dos tegumentos (B). Secção longitudinal de um óvulo (C). Esquema de um óvulo de uma
“gimnosperma” (D) e de uma angiosperma (E).
©
R
a
v
e
n
e
t
a
l.
 (
2
0
0
5
)
©
a
p
b
io
s
e
m
o
n
e
f
in
a
lr
e
v
ie
w
.
p
b
w
o
r
k
s
.
c
o
m
Flor e fruto
Esporopolenina
Angiosperma
A
B C
D E
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
101 
 
Pedicel
Receptáculo
©
t
u
t
o
r
v
is
t
a
.
c
o
m
©
G
a
r
z
ó
n
-
V
e
n
e
g
a
s
&
 O
r
o
z
c
o
(
2
0
0
6
)
B
A C
Sépala Pétala Estame Carpelo
SISTEMA ABC
APETALA 2 (A) – pétalas e sépalas
APETALA3 e PISTILLATA (B) –
pétalas e estames
AGAMOUS (C) – carpelos e 
estames
Figura 56. Flor de Magnolia sp. (Magnoliideae) (A). Esquema das estruturas florais (B). Diagrama flora
(C). Ontogênese flora (D). Sistema ABC de controle gênico (E).
©
t
u
t
o
r
v
is
t
a
.
c
o
m
K=cálice, C=corola, 
A=androceu, G=gineceu, 
()=partes unidas, G=ovário 
súpero.
Magnolia
A
B
C
D
E
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
102 
 
Figura 57. Esquemas da varcularização floral.
©
G
if
f
o
r
d
 &
 F
o
s
t
e
r
 (
1
9
8
9
)
Pedicelo (A)
Receptáculo (B-F)
Carpelo (G-J)
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
103 
 
Figura 58. Efeito da conação e adnação sobre a vascularização de pétalas e sépalas (A). Secções
transversais de pétalas e sépalas mostrando a organização dos tecidos (B).
©
S
o
u
z
a
 e
t
 a
l.
 (
2
0
0
2
)
©
F
a
h
n
(
1
9
9
0
)
A
B
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
104 
 
Xilema
Floema
Figura 59. Diferentes tipos de carpelo e os efeitos da conação e/ou adnação na varcularização.
(A). Esquema mostrando a evolução do carpelo (B).
Feixe ventral 
ou marginal
Feixe dorsal
ou marginal
Apocárpico Sincárpico
Unicarpelar
Tricarpelar
Secção transversal
Megasporângios
Evolução do carpelo
©
F
a
h
n
(
1
9
9
0
)
©
2
0
0
7
 S
in
a
u
e
r
A
s
s
o
c
ia
t
e
s
, 
I
n
c
. 
a
n
d
 W
.H
.
 F
r
e
e
m
a
n
 &
 C
o
.
A
B
 
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
105 
 
©
G
if
f
o
r
d
 &
 F
o
s
t
e
r
 (
1
9
8
9
)
Estigma
Figura 60. Diferentes tipos de formação do carpelo (A). Reconstrução da fomação do carpelo em
Archaeanthus linnenbergeri, uma angiosperma fóssil (B). Diferentes tipos de superfície estigmática
(C).
B
C
A
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
106 
 
©
F
a
h
n
(
1
9
9
0
)
Figura 61. Secção transversal de um carpelo (A). Vascularização do carpelo (B). Diferentes
posições do óvulo no interior do ovário (C).
CAMPILÓTROPO
©
w
e
b
3
.
d
n
p
.g
o
.t
h
ANÁTROPOORTÓTROPO
©
w
w
w
2
.
p
u
c
.
e
d
u
A
B
C
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
107 
 
Figura 62. Ciclo de vida de uma angiosperma.
©
s
it
e
s
.
g
o
o
g
le
.c
o
m
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
108 
 
Figura 63. Ciclo de vida de uma “gimnosperma”.
©
t
u
t
o
r
v
is
t
a
.
c
o
m
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
109 
 
Figura 64. Posições do ovário (A). Ovário ínfero e a origem do hipanto: axial (B) e receptacular (C).
Xilema
FloemaAxial
Hipanto receptacular
©
t
u
t
o
r
v
is
t
a
.c
o
m
Hipógina Perígena Epígina
©
F
a
h
n
(
1
9
9
0
)
A
B
C
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
110 
 
Figura 65. Evolução do estame (A). Esquema da estrutura anatômica das anteras (B).
Microsporângios
Evolução do Estame
©
2
0
0
7
 S
in
a
u
e
r
A
s
s
o
c
ia
t
e
s
, 
I
n
c
. 
a
n
d
 W
.H
.
 F
r
e
e
m
a
n
 &
 C
o
.
©
le
a
v
in
g
b
io
.n
e
t
A
B
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
111 
 
Figura 66. Microsporogênese e microgametogênese em “gimnosperma” (A) e angiosperma (B).
Estrutura da parede do grão-de-pólen (C).
©
c
o
la
d
a
w
e
b
.
c
o
m
©
w
w
w
2
.
le
.
a
c
.
u
k
A
p
e
z
z
a
t
o
-
d
a
-
G
ló
r
ia
&
 C
a
r
m
e
ll
o
-
G
u
e
r
r
e
ir
o
(
2
0
0
3
)
BA
C
 
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
112 
 
1
2
Figura 67. Desenvolvimento do fruto mostrando as camadas do pericarpo e da semente (A,B).
Diferentes tipos de semente: 1-exospermada, 2-endospermada (C).
©
p
o
r
t
a
ls
a
o
f
r
a
n
c
is
c
o
.c
o
m
.b
r
©
c
o
r
b
is
im
a
g
e
s
.c
o
m
©
s
o
b
io
lo
g
ia
.
c
o
m
.b
r
©
a
p
b
io
s
e
m
o
n
e
f
in
a
lr
e
v
ie
w
.p
b
w
o
r
k
s
.c
o
m
A
B
C
 
 
Apostila: Anatomia Vegetal Arruda 2011 
113 
 
Figura 68. Diagramas de sementes em secção longitudinal mostrando a
estrutura tegumentar com base na posição do tecido mecânico.
©
A
p
e
z
z
a
t
o
-
d
a
-
G
ló
r
ia
&
 C
a
r
m
e
ll
o
-
G
u
e
r
r
e
ir
o
(
2
0
0
3
)
Apostila: Anatomia Vegetal