A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
123 pág.
Estática dos Fluidos (extra)

Pré-visualização | Página 16 de 16

atender as seguintes 
condições de projeto: Q = 3 m3/s; h = 1,0 m; b = 2,2 m e paredes revestidas com concreto em bom 
estado (n = 0,014). 
 
5) Um canal de irrigação, escavado em terra com seção trapezoidal, apresenta-se reto, uniforme e 
com paredes em bom estado de acabamento (n=0,02). Determinar a profundidade de escoamento 
(h), considerando-se as seguintes condições de projeto: Q = 5m3/s; largura do fundo (b) = 3 m; 
inclinação do talude = 2:1; e declividade = 0,0006 m/m. 
 
6) Dimensionar dreno subterrâneo, supondo Q = 0,8 L/s, i = 0,0025 m/m, tubo de PVC corrugado – 
n = 0,016 e h/D = 0,6. 
 
7) Em um vertedor triangular instalado num canal, observou-se que a altura de água H no ponto de 
medição foi de 0,4m. 
a) Calcule a vazão que escoa no canal e expresse seu valor em litros por segundo. 
b) A jusante do vertedor, este canal possui secção transversal A = 0,5 m2 e escoa cheio; calcule a 
velocidade média do escoamento neste trecho do canal. 
c) Se usássemos um flutuador para medir a velocidade da água na superfície deste canal, que 
poderíamos dizer a respeito desta velocidade em relação à velocidade média calculada no item b? 
 
8) Para medir a vazão de um canal, temos a possibilidade de instalar um vertedor Cipolletti 
(trapezoidal) ou um vertedor triangular. Considerando que a vazão necessária é de 100 l/s, qual 
seria a diferença na leitura H medida nos dois vertedores? Dados: Comprimento da soleira do 
vertedor Cipolletti = 0,6 m. 
 
9) Deseja-se saber a vazão escoada em um canal trapezoidal escavado em terra. Para tanto, utilizou-
se o método do flutuador, deixando-se uma distância de 20 m entre os pontos de medição. Uma 
garrafa contendo água até a metade foi lançada no curso d’água para atuar como flutuador de 
superfície. Foram feitas três medições, sendo elas de 40, 41 e 39 segundos, respectivamente. Sabe-
se também que a seção do canal é homogênea em todo percurso e que sua base superior tem 2,10 m 
de largura, sua base inferior a 1,60 m e a altura de água no canal é de 1,20 m. Determine a vazão em 
m3/s, considerando que a velocidade média do escoamento corresponde a 80% da velocidade na 
superfície. 
 
10) Dimensione a largura de soleira (L) que deverá ter um vertedor retangular sem contrações 
 
Prof. Dr. Rodrigo Otávio Rodrigues de Melo Souza - ICA/UFRA 
 
122
laterais instalado para atuar como extravasor de uma barragem, de modo que, nas enchentes (Q = 
3m3/s), a altura de água não ultrapasse 0,6 m. 
 
11) Pretende-se medir a vazão de um rio através do método do flutuador. Para tanto, foi delimitado 
um trecho de 20 m, que foi percorrido pelo flutuador em 35, 32 e 34 s. A seção transversal 
representativa do trecho está na figura. Determine: a) a seção de escoamento; b) a velocidade média 
do flutuador; c) a velocidade média do rio; d) a vazão do rio. 
 
12) Dimensionar uma barragem de terra com os dados abaixo: 
a) Bacia de contribuição: A = 40 ha; 30% - Pastagem; 30% - Cultura Perene; e 40% - Mata 
b) Solo: Arenoso 
c) Declividade média do terreno: 6% 
d) Vazão normal do curso d´água: 3 L/s 
e) Tomada d’água: A tomada d´água deve ser instalada em cota superior a 102 m, com Vazão de 
5 L/s. O comprimento da tomada d´água é de 60 m. Tubo de PVC. 
f) Crista: No mínimo a largura de um carro 
g) Nível da barragem: Cota = 105 m 
h) Relação comprimento/largura da bacia = 1,2/1 
i) Canal extravasor: h = 1 m; V = 0,8m/s; i = 0,0004 m/m; n = 0,02; Talude=2:1; Folga=20%; 
Folga na borda do canal = 1/4.h 
j) Desarenador: Tubo de concreto (C=120); Esvaziamento = 2 dias; L = 45 m. 
l) Espelho d’água = 400 m 
m) Talude recomendado: 2,5:1 – 2,0:1 
n) Tempo de retorno: 15 anos 
o) Área da seção do aterro: 190 m2 
p) Dados da planta: 
 
Curva de Nível Cota (m) Área (m2) Curva de Nível Cota (m) Área (m) 
S0 100 40 S5 105 5.800 
S1 101 170 S6 106 8.900 
S2 102 800 S7 107 10.000 
S3 103 1.200 S8 108 12.000 
S4 104 3.500 S9 109 16.000 
 
 
 
 
 
 
 
0,8m 
1m 
1,5 m 1,5m 
1,3m
1m 0,8m 0,5m 2m 0,5m 1,3m 0,6m 
0,6m 
 
Prof. Dr. Rodrigo Otávio Rodrigues de Melo Souza - ICA/UFRA 
 
123
 
4ª LISTA DE EXERCÍCIOS 
DISCIPLINA: HIDRÁULICA 
PROF. RODRIGO SOUZA 
 
RESPOSTAS: 
 
1- A = 5,52 m2; P = 7,57 m2; R = 0,73 m 
2- h = 0,39 m 
3- V = 0,91 m/s; Q = 4,1 m3/s 
4- i = 0,0087 m/m 
5- h = 1,034 m 
6- D = 80,9 mm 
7- a) Q= 141,9 L/s; b) V = 0,28 m/s 
8- ∆h = 15 cm 
9- Q = 0,888 m3/s 
10- L = 3,5m. 
11- Q = 2,69 m3/s 
12- Voltotal = 8.590 m
3; Volútil = 8.000m
3; Altura = 7,6 m; Crista = 4 m; Base = 38,2 m; Base do 
estravasor = 5 m; Ddesarenador = 155 mm; Dtomada d’água = 60 mm