Buscar

ARQUITETURA DE REDES DE COMPUTADORES BDQ Prova 4 (1)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Fechar
ARQUITETURA DE REDES DE COMPUTADORES
Simulado: CCT0023
Aluno(a): Matrícula: 
Desempenho: 0,3 de 0,5 Data: 23/05/2016 18:23:04 (Finalizada)
1a Questão (Ref.: 201401804472) Pontos: 0,1 / 0,1
Tomando­se por base a concepção de modelos em camadas para a elaboração de arquiteturas de redes, conceitualmente protocolos e serviços têm definições distintas, porque:
I­serviços abrangem primitivas que cada camada oferece à sua superior.
II­protocolos são um conjunto de regras que estabelecem o formato e o significado das mensagens trocadas por entidades pares.
III­serviços estão relacionados às interfaces entre camadas. IV­protocolos estão relacionados aos pacotes transferidos entre pares.
C) Estão corretas apenas as assertivas II, III e IV. D) Estão corretas apenas as assertivas I, III e IV. B) Estão corretas apenas as assertivas I, II e III. E) Estão corretas apenas as assertivas I, II e IV.
A) Todas as assertivas estão corretas.
2a Questão (Ref.: 201401805448) Pontos: 0,0 / 0,1
Entre as características do protocolo X.25, identifique a afirmação que NÃO é pertinente:
Usa conectores X.21 para conexão entre o DTE (terminal) e o DCE (equipamento de rede). Trabalha com as camadas física, de enlace e de rede do modelo OSI da ISO.
Trabalha na operação duplex do fluxo de dados .
Utiliza como ligação de redes os canais T1 (1,544 Mbps), E1 (2 Mbps) e um canal virtual denominado
DLCI (Data Link Conection Identifier)
Permite o uso de dois tipos de estabelecimento de conexão de dados.
3a Questão (Ref.: 201401740763) Pontos: 0,1 / 0,1
Para que usamos o mecanismo de checksum
Para formalizar a entrega de dados
para detectar erros num segmento transmitido
Para finalizar uma sequência de transmissão
para perceber erros e deixar que a aplicação recupere por que é um caso de protocolo não orientado à conexão
04
/
06
/
201
6
B
D
Q
 
P
r
o
va
Para detectar erros sem transmití­los
h
tt
p
://
s
i
m
u
l
ado
.
e
s
t
a
c
i
o
.
b
r
/
bdq_
s
i
m
u
l
ado
s
_
li
nea
r
_
v
i
e
w.
a
sp
2
/
2
4a Questão (Ref.: 201401739591) Pontos: 0,1 / 0,1
Redes Ethernet que usam switches no lugar de hubs como ponto de conexão central para as máquinas conectadas a elas possuem como vantagem:
A homogeneidade dos enlaces, garantido que todas as portas tenham a mesma velocidade.
A filtragem de pacotes com base no endereço IP do remetente, aumentando a segurança da rede.
A eliminação de colisões, permitindo que a vazão total roteada seja proporcional ao número de portas. A capacidade de processar pacotes até o nível de rede, simplificando a administração.
A ausência de buffers no switch, permitindo um desempenho mais uniforme e previsível.
5a Questão (Ref.: 201401175017) Pontos: 0,0 / 0,1
Uma solução de cabeamento predial e industrial é composta por diversos componentes, que juntos, formam os canais de transmissão e conexão, necessários para a formação de uma rede de cabos de alta performance, de acordo com os graus atribuídos em cada projeto. Para definirmos o grau de um sistema de cabeamento predial e industriall, necessitamos termos com clareza, as reais e verdadeiras aplicações para o ambiente, sempre
consultando os futuros usuários e apoiados pela melhores práticas e padrões do mercado. Estes parâmetros nos permitirão definir o número de canais e o desempenho mínimo do sistema. A norma utilizada em cabeamento predial e industrial é:
TIA/EIA­569­A TIA/EIA­862; TIA/EIA 570 A; TIA/EIA­862; TIA/EIA­568­B;

Outros materiais