Anato aula 12
12 pág.

Anato aula 12

Disciplina:Anatomia Humana19.405 materiais822.505 seguidores
Pré-visualização2 páginas
1
DisciplinaDisciplina

Anatomia HumanaAnatomia Humana

Aula 12Aula 12

Sistemas urinário e Sistemas urinário e

reprodutorreprodutor

Importância:

• O sistema excretor tem papel fundamental na
manutenção da estabilidade dos fluídos
corporais, pois elimina certas substâncias
indesejadas (amônia, uréia, ácido úrico) ao
organismo e retém aquelas que ainda possam
ser aproveitadas (água, sais).

• O sistema excretor também é responsável
pela osmorregulação, manutenção da
concentração salina no sangue, pH e outros
fluídos corporais.

• Sistema Urinário

– Dois rins

– Dois ureteres

– Uma bexiga urinária

– Uma uretra

Nefrologia: estudo da anatomia,
fisiologia e distúrbios dos rins.

Urologia: estudo dos sitemas
urinários masculino e feminino e
do sistema genital masculino.

2
Sistema Urinário

- Regulação do volume e da pressão sanguíneos:

# ajustam o volume sanguíneo no corpo, restituindo a água ao

sangue ou eliminando-a.

# ajuda a regular a pressão sanguínea, secretando a enzima

renina, que ativa a via renina-angiotensina-aldosterona,

adaptando o fluxo sanguíneo para dentro e para fora dos rins

e ajustando o volume sanguíneo.

- Regulação do pH sanguíneo:

# regula a concentração de H+ no sangue, excretando uma

quantidade variável dos mesmos na urina.

# conservam no sangue os íons bicarbonato (HCO3), um

importante tampão de H+

Sistema Urinário

- Produção de hormônios:

# os rins produzem dois hormônios: calcitriol, a forma ativa da

vitamina D, que ajuda a regular a homeostase do cálcio e a

eritropoitina, que estimula a produção de glóbulos vermelhos

- Excreção de resíduos:

# formando a urina os rins ajudam a excretar os resíduos:

Exemplo:

-amônia e uréia da degradação de aminoácidos

-bilirrubina da degradação da hemoglobina

-creatinina da degradação do fosfato de creatinina mm

-ácido úrico da degradação de ácidos nucléicos

-substâncias estranhas provenientes da dieta etc.

RIM

• Dois órgãos grandes

• Avermelhados

• Forma de feijão

• Vascularizados

• Parede abdominal
posterior

• No pólo superior situa-se
glândula supra-renal
(adrenal).

Ureter

Pélvis
Renal

Seio
Renal

Sistema Urinário

ANATOMIA INTERNA DOS RINS
►Internamente, os rins têm duas regiões principais: uma região externa, de

cor vermelho-clara, denominada CÓRTEX RENAL e uma região interna,
marrom-avermelhado escura, denominada MEDULA RENAL.

►Dentro da medula renal, há várias estruturas cônicas, as PIRÂMIDES
RENAIS.

►Projeções internas do córtex renal, denominadas COLUNAS RENAIS,
preenchem os espaços entre as pirâmides renais.

►A urina formada no rim drena em uma grande cavidade afunilada,
chamada BACINETE, cuja margem contém estruturas caliciformes
denominas CÁLICES RENAIS MAIORES E MENORES.

3
9

Néfron

►Néfron é a unidade funcional do rim.

►Totalizam aproximadamente um milhão em cada rim.

►Um néfron consiste em duas partes:

# Corpúsculo renal: onde o plasma sanguíneo é filtrado.

# Um túbulo renal: no qual passa o líquido filtrado, chamado

filtrado glomerular.

►À medida que o líquido se move ao longo dos túbulos renais, a ele são
adicionados os resíduos e substâncias excessivas, enquanto os materiais
úteis retornam ao sangue nos vasos capilares peritubulares.

O componente funcional renal: o néfron

modificado de “Physiology of the kidney”, L. P. Sullivan, 2002 (livro on-line na íntegra):
http://www2.kumc.edu/ki/physiology/index.htm

4
Cápsula de
Bowman

Glomérulo

Alça
descendente

Alça
ascendente

Alça de Henle

Ducto coletor

capilares

para o ureter
NÉFRON
���� UNIDADE FUNCIONAL

Túbulo contorcido
proximal

Túbulo contorcido distal

Ramo da artéria renal

AnatomiaAnatomia
NéfronNéfron

Unidade morfofuncional do rim

Regiões:
• Glomérulo Renal
• Cápsula de Bowman
• Túbulo contorcido
proximal
• Alça de Henle
• Túbulo contorcido
distal
• Ducto coletor

Formação da urina

Filtração glomerular

Água uréia,
moléculas
orgânicas

Sais minerais

Glóbulos
sanguíneos
e grandes
proteínas

Nesse processo a
pressão sanguínea

expulsa, do glomérulo
para a cápsula, a
água e as pequenas
moléculas dissolvidas

no plasma

AnatomiaAnatomiaBexigaBexiga
• 250ml
• Localização:
-Cavidade pélvica
-No homem: à frente do reto
-Na mulher: entre o útero e
o reto

-Ligada aos rins pelos
ureteres

•Função:
- Armazenar a urina que flui
continuamente dos ureteres

5
AnatomiaAnatomia

• ♂ 18-20cm
• ♀ 4cm
• Função:
- Conduzir a urina

da bexiga ao
meio externo

UretraUretra

Formação da urina

• Os rins retiram do sangue as substâncias
nocivas que se encontram no plasma;

– Ureia;

– Ácido úrico.

Processo de formação e expulsão da urina:

�Sangue chega aos rins pelas artérias renais que aí
formam uma rede intensa de capilares;

�O plasma sanguíneo é ai filtrado, ficando os resíduos
retidos nos rins e um pouco de água;

�O sangue sem os resíduos, mas com dióxido de
carbono sai dos rins pelas veias renais e continua a
circular;

�Os resíduos retirados constituem a urina;

�A urina chega à bexiga pelos ureteres;

�A bexiga cheia leva à expulsão da urina para o

exterior pela uretra.

6
Características Físicas da Urina Normal
- VolumeVolume: 1 a 2 litros em 24 h, mas varia consideravelmente.

- CorCor: Amarelo ou âmbar, varia conforme a concentração e dieta.
A cor é devida ao urocroma (pigmento produzido pela degradação da bile)
A urobilina (pigmento produzido pela degradação da hemoglobina) dieta,
medicamentos e certas doenças alteram a cor da urina.

--TurbidezTurbidez: Transparente quando recém emitida e turva pouco depois.

--OdorOdor: Levemente aromática. Torna-se amoniacal logo em seguida.

--pHpH: Varia entre 4,6 e 8,0, sendo em média 6,0. Varia com a dieta.
Proteínas aumentam a acidez, vegetais aumentam a alcalinidade.

- DensidadeDensidade: Quanto maior a quantidade de solutos, maior a densidade.

SISTEMA REPRODUTOR
MASCULINO

Anatomia

• Genitália externa: pênispênis e bolsa escrotalbolsa escrotal;

• Órgãos reprodutores internos: testículostestículos,,
epidídimosepidídimos, ductosductos (deferente, ejaculador e
uretra) e as glândulasglândulas acessóriasacessórias (vesículas
seminais, próstata e glândulas bulbouretrais).

Pênis

• Órgão copuladorcopulador masculino;

•• Corpos cavernososCorpos cavernosos e corpo esponjoso �
enchem de sangue � ereçãoereção;

7
Bolsa escrotal

• bolsa de pele situada abaixo
do pênis, que aloja os
testículostestículos

Testículo

• Orgão formador de espermatozóidesespermatozóides;

Constituído de:

•• Túbulos seminíferosTúbulos seminíferos: células germinativas �
produção de espermatozóidesespermatozóides;

•• Células Células intersticiaisintersticiais ouou células de células de LeydigLeydig:
sintetizam testosteronatestosterona.

Testículo Testículo

para que a formaçãoformação
normal de normal de
espermatozóidesespermatozóides ocorraocorra é é
preciso que a preciso que a
temperatura dos temperatura dos
testículos testículos sejaseja cerca de 2 2
a 3ºC inferior à a 3ºC inferior à
temperatura corporaltemperatura corporal.

8
Epidídimo

• Enovelado de túbulos localizado sobre o
testículo;

• Nele ocorre o término da maturaçãomaturação dos dos
espermatozóidesespermatozóides que ficam armazenadosarmazenados até
a sua eliminação durante o ato sexual.

Epidídimo

Canais deferentes

•• DoisDois tubos musculosostubos musculosos que partem dos
epidídimos e sobem para o abdome,
contornando a bexiga urinária.

Ducto ejaculador

• Fusão dos canais deferentes sob a bexiga:
forma o dutoduto ejaculadorejaculador que desemboca na
uretra.

9
Uretra

• Duto comum aos