EXERCICIO RESOLVIDO DE DOSIMETRIA
4 pág.

EXERCICIO RESOLVIDO DE DOSIMETRIA

Disciplina:Direito Penal23.419 materiais311.939 seguidores
Pré-visualização1 página
DIREITO PENAL II Mauro Anjos

Acadêmico Mauro dos Anjos 3º PERÍODO - UNICEUMA Página 1

15/09/16

PRÁTICA DE DOSIMETRIA

1ª FASE DOSIMETRIA (circunstâncias judiciais): FIXAÇÃO DA PENA-BASE

Diante dos casos hipotéticos, aplique a dosimetria adequada, justificando sua resposta:

1º. CASO: DONALD (SLIDE)

1. Donald, responde ação penal por ter surpreendido Margarida, por volta de 04:00h da manhã,

quando esta entrava em sua casa, mediante uso de revólver calibre 38. O agente derrubou a

vítima e agrediu-a com pontapés. A intenção era apropriar-se do veículo da vítima para fugir de

um assalto a uma farmácia. Na fuga, Donald atirou em Margarida, o que resultou em sua morte.

Vale mencionar que Donald estava desempregado há 6 meses e tem um filho que sofre de

intolerância alimentar. No inquérito policial restou comprovado que Donald assaltou a farmácia

anteriormente, tendo subtraído apenas uma lata de leite destinado a pacientes que sofrem de

intolerância alimentar. Ademais, Donald é reconhecido pelos vizinhos e amigos como uma pessoa

ordeira e religiosa. A que pena Donald deverá ser submetido?

1- culpabilidade: (-) desfavorável

2- antecedente: (neutro) o caso em tela não diz nada à respeito

3- conduta social: (+) favorável (ordeiro; religioso)

4- personalidade do agente: (neutro)

5- motivos: (-) desfavorável  não conta para a 1ª fase

*Pra empreender fuga de outro crime praticado

*art. 61, II, "b", CP (2ª fase)

6- circunstâncias do crime: (-) desfavorável  não conta para a 1ª fase.

* 04h da manhã

* uso de revólver (art. 157, § 2º (aumento de 1/3 à 1/2), I, CP PARTE ESPECIAL; 3ª fase,

quando trás fração já vai direto para a majoração que se encontra na 3ª fase)

* ponta pés na vítima (princípio da consunção, ou seja, o crime de homicídio, por ser mais

grave, absorve o de lesão corporal)

* na fuga, atirou na vítima, causando a morte da mesma (tipo penal latrocínio (roubo seguido de

morte): art. 157, §3º, vai para a 2ª fase, CP; pena em abstrato: de 20 a 30 anos)

7- consequências do crime: (neutro) o caso em tela não diz nada à respeito

8- comportamento da vítima: (neutro) o caso em tela não diz nada à respeito

1º o crime aconteceu de forma simples ou qualificada? Qualificada.

- parâmetro da pena em abstrato: art. 157, § 3º, III, CP – 20 a 30 anos.

DIREITO PENAL II Mauro Anjos

Acadêmico Mauro dos Anjos 3º PERÍODO - UNICEUMA Página 2

 mín Ponto Médio máx

 I--------------------------------I--------------------------------I

20 anos 25 anos 30 anos

 I_________valor do intervalo: 10 anos___________I

1ª forma de fazer:

* 02 circunstâncias desfavoráveis (culpabilidade e circunstância)

A pena-base será 1/10 da pena máxima de 30 anos, ou seja, 3 anos + 20 anos (mín)

PENA-BASE = 23 anos

2ª forma de fazer:

1/6 da pena mínima x 20 anos (pena mínima) = 3,33 (3 anos e uma fração)

0,33 anos ---------------- X meses

1 ano --------------------- 12 meses

X = 3,96 meses (3 meses e uma fração)

0,96 meses -------------- X dias

1 mês --------------------- 30 dias

X = 28,8 dias (art. 11, CP), portanto, X = 28 dias. A Pena-base será 20 anos + 3 anos + 3 meses

+ 28 dias = 23 anos, 3 meses e 28 dias.

PENA-BASE= 23 anos, 3 meses e 28 dias.

2ª FASE DOSIMETRIA (circunstâncias legais): FIXAÇÃO DA PENA-INTERMEDIÁRIA

PENA-BASE: 23 anos 3 meses 28 dias

2ª fase: motivos  conexão consequencial  art. 61, II, b, CP.

 I-------------------------------------------------------------------------------------------------I

20 anos (intervalo de 10 anos) 30 anos

1/6 X 23 anos = 3, 83 anos

DIREITO PENAL II Mauro Anjos

Acadêmico Mauro dos Anjos 3º PERÍODO - UNICEUMA Página 3

1 ano -------------12 meses

0,83 anos-------- X meses

X = 9, 96 meses

1 mês ------------------30 dias

0,96 mês --------------X dias

X = 28,8 dias

3 anos 9 meses e 28 dias

3 anos 9 meses (+ 1 mês) 28 dias

 15 dias

 + 4 dias

 3 anos 10 meses 47 dias (47 dias - 30dias[ 1 mês ] = 17 dias)

 3 anos (+ 1 ano) 10 meses (+1mês) 17 dias

 (PENA-BASE) + 23 anos 3 meses 28 dias

 27 anos 14 meses 45 dias (45 dias - 30dias[ 1 mês ] = 15 dias)

 (14 meses – 12 meses [1 ano] = 2 meses)

 27 anos 2 meses 15 dias

3ª FASE DOSIMETRIA: FIXAÇÃO DA PENA DEFINITIVA

* Art. 157, § 2º, I, CP.

Art. 157, CP – Subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou

depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência:

 Pena - reclusão, de quatro a dez anos, e multa.

 § 2º - A pena aumenta-se de um terço até metade:

 I - se a violência ou ameaça é exercida com emprego de arma;

Aumenta-se de 1/3 toda a pena intermediária, logo, divide toda a pena intermediária por 1/3:

 1/6 X 3 meses = 0,5 meses 1/6 X 28 dias = 4,6 dias

0, 5 meses 4,6 dias

1 mês---------30 dias 4 dias

0,5 mês------X dias

X = 15 dias

DIREITO PENAL II Mauro Anjos

Acadêmico Mauro dos Anjos 3º PERÍODO - UNICEUMA Página 4

1/3 ÷ 27 anos 2 meses (60 dias) 15 dias

+ 9 anos 20 dias (+10 dias) 5 dias

 36 anos 3 meses 20 dias (10d+10d)

PENA DEFINITIVA:

36 ANOS 3 MESES 10 DIAS