A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
CASOS CONCRETOS. 01 a 05

Pré-visualização | Página 1 de 2

DIREITO CONSTITUCIONAL II - CCJ0020 
Título 
SEMANA 1 
Descrição 
Prova: 29º Exame de Ordem - 1ª fase 
1 - Considerando as normas constitucionais acerca da estrutura federal brasileira na Constituição, 
julgue os itens abaixo (C - Certo/E- Errado): 
I. No sistema constitucional positivo do Brasil, os municípios são integrantes da Federação, apesar de 
não possuírem as mesmas competências e os mesmos poderes da União e dos Estados. 
II. Dos municípios do Distrito Federal, Brasília é a capital dessa unidade da Federação, a qual acumula 
as competências dos estados-membros e dos municípios. 
III. Considere a seguinte situação hipotética: Em um determinado Estado da Federação, o governador 
deixou de cumprir decisões do tribunal de justiça, o qual, mediante requerimento da parte 
interessada, comunicou a desobediência ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), para fins de intervenção 
federal. O STJ julgou procedente o pedido de intervenção federal e, após gestões inúteis, decretou a 
intervenção no Estado. 
Na situação apresentada, o STJ agiu conforme lhe autoriza a Constituição. 
IV. Considere a seguinte situação hipotética: Dois Estados-membros vizinhos constataram que em suas 
populações havia o desejo de unirem-se em uma só unidade da Federação. Em face disso, cada um 
realizou plebiscito no respectivo território, sendo aprovada a fusão entre ambos. O resultado dos 
plebiscitos foi comunicado ao Congresso Nacional, que o aprovou, por lei complementar, dando 
nascimento ao novo Estado. 
Nesse caso, foi constitucionalmente válida a criação da nova unidade da Federação. 
A) I - E; II - E; III - E; IV - C; 
B) I - C; II - E; III - E; IV - C; 
C) I - C; II - C; III - E; IV - E; 
D) I - E; II - C; III - E; IV - E. 
Prova: 23º Exame de Ordem - 1ª fase 
2 - No que tange à Federação Brasileira, é lícito afirmar: 
1. a forma federativa de Estado acolhida no Brasil, segundo os princípios essenciais que a presidem, 
admite a secessão de Estados federados; 
2. é facultado à União intervir, diretamente nos Estados federados; 
3. as leis orgânicas municipais são votadas e promulgadas pelas respectivas Câmaras municipais, não 
se expondo ao poder de sanção ou de veto dos Prefeitos Municipais; 
4. a decretação de estado de sítio, pelo Presidente da República, no caso de comoção grave de 
repercussão nacional, independe de autorização do Congresso Nacional e não poderá ser por prazo 
superior a trinta dias improrrogável em qualquer hipótese. 
 
Caso Concreto: O Decreto Legislativo n 136/2011 dispõe sobre a realização de plebiscito para a criação 
do Estado de Carajás, nos termos do inciso XV do art.49 da Constituição Federal, enquanto, por sua 
vez, o Decreto Legislativo n 137/2011 convocou plebiscito sobre a criação do estado do Tapajós. 
Vale ressaltar, que os parlamentares foram responsáveis pela definição territorial do suposto novo 
estado caso fosse aprovado no plebiscito. 
Informe quais seriam os possíveis resultados do plebiscito? 
 
 
 
SEMANA 2 
Descrição 
41.º Exame de Ordem de Ordem 
1- Acerca da distribuição de competências dos entes federativos prevista na CF, assinale a opção 
correta: 
A) A competência privada da União para legislar sobre certos temas, como os de direito penal, por 
exemplo, impede que os estados legislem sobre questões específicas, ainda que, para isso, haja, 
prevista em lei complementar, autorização da União. 
B) Compete à União explorar, diretamente ou mediante autorização, concessão ou permissão, o 
aproveitamento energético dos cursos de água, em articulação com os estados onde se situem os 
potenciais hidroenergéticos. 
C) No âmbito da legislação concorrente, compete à União legislar sobre normas gerais ou especiais, 
sem prejuízo da competência suplementar dos estados, do DF e dos municípios. 
D) A competência residual, ainda que em matéria tributária, como a instituição de novos impostos, é 
dos estados e do DF. 
2 - Considerando o sistema de repartição de competências entre os entes federativos, assinale a opção 
correta. 
A) É da responsabilidade da União organizar e manter o Poder Judiciário, o MP e a Defensoria Pública 
do Distrito Federal e dos Territórios. 
B) Aos estados e municípios cabe exercer os poderes enumerados no texto constitucional, restando à 
União a competência dita remanescente. 
C) Compete privativamente à União legislar sobre direito tributário, financeiro, penitenciário, 
econômico e urbanístico. 
D) No exercício de sua autonomia político-administrativa, cabe aos municípios criar, organizar e 
suprimir distritos, independentemente de qualquer disciplina legal, de âmbito estadual, sobre o tema. 
 
Caso Concreto: A Lei n 9478/97 dispõe sobre a política energética nacional e as atividades relativas ao 
monopólio do petróleo, instituindo o Conselho Nacional de Política Energética e a Agência Nacional do 
Petróleo, além de outras providências pertinentes à matéria. 
Considerando a previsão da referida Lei, qual a entidade federativa que terá competência para dispor 
da exploração dos serviços locais de gás canalizado? 
R: O ente federativo é o Estado membro em regra o mesmo tem competência residual, mas a 
competência para a exploração dos serviços locais é uma exceção em razão de constar expressamente 
do texto constitucional (art 25 parágrafo 2º da CF) 
 
Os Estados federados, como dispõem o artigo 25, §2º da CF. Cabe os estados explorar diretamente ou 
mediante de concessão, os serviços locais de gá canalizado, na forma da lei, vedada a edição de 
medida provisória para a sua regulamentação - Redação determinada pelo EC nº 5, de 15/8/95 
 
 
SEMANA 3 
Descrição 
Prova: 27º Exame de Ordem - 1ª fase 
1 - Analise cada item a seguir e informe se as alternativas são VERDADEIRAS OU FALSAS: 
I) A chamada representação interventiva tem por objetivo garantir a observância dos princípios 
constitucionais sensíveis; 
II) A intervenção é medida excepcional que restringe a autonomia conferida pela Constituição aos 
Estados, ao DF e aos Municípios; 
III) O Superior Tribunal de Justiça é o órgão competente para apreciação do pedido de intervenção 
fundado em recusa à execução de lei federal; 
IV) A União pode intervir nos Municípios localizados em Território Federal; 
V) Na hipótese de representação interventiva, a apreciação do Congresso Nacional ou da Assembleia 
Legislativa deve se realizar no prazo de vinte e quatro horas. 
a) V; V; F; F; V 
b) V; V; V; V; F 
c) V; V; F; V; F 
d) F; V, F; V; F 
Prova: 22º Exame de Ordem - 1ª fase 
2 - Aponte, acerca da intervenção federal, a alternativa VÁLIDA: 
1. incumbe ao Presidente da República decretar a intervenção federal nos Estados, no Distrito Federal 
e nos Municípios localizados em Território Federal; 
2. a nomeação do interventor, no processo interventivo federal, será sempre obrigatória; 
3. constituindo medida excepcional em relação à autonomia das entidades federativas, a decretação 
da intervenção federal não está sujeita a lapso temporal prefixado; 
4. o decreto de intervenção federal será submetido, no prazo de cinco dias, a título de controle político, 
à apreciação do Senado Federal, que o aprovará ou rejeitará. 
 
Caso Concreto: (Cespe/DPE/ES/2006) 30 - A intervenção, como medida excepcional, ocorre apenas nas 
hipóteses e formas estabelecidas na Constituição Federal. Em se tratando de intervenção fundada em 
recusa a execução de lei federal, esta depende de provimento do STJ ou de representação do 
procurador-geral da República. Analise justificadamente a assertiva. 
 
R: A assertiva está errada, pois o provimento da intervenção deve ser do STF, e não do STJ e referido 
o provimento somente poderá ocorrer se apresentada a representação pelo