Unidade II - Questionario
4 pág.

Unidade II - Questionario

Disciplina:Comunicação e Expressão4.218 materiais54.796 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Unidade II - QUESTIONARIO
1. A ilustração é do site “Tsunami: des images pour le Japon” em solidariedade aos japoneses. Explica-se que no centro
do peito da personagem o círculo está na cor vermelha.
c) Por causa dos elementos formadores da imagem, o texto não exige um leitor com conhecimento sócio histórico sobre
tsunami para a construção de sentido do discurso.
Obs.: O texto tem um contexto imediato e exige do leitor conhecimento social, histórico, sobre o assunto do texto. Somente
com esse conhecimento o leitor terá de fato compreensão sobre o que lê.
2. A pressuposição faz parte dos fenômenos linguísticos a respeito da construção dos sentidos na linguagem. Marque a
alternativa abaixo que traz um enunciado com pressuposição.
b) “Pedro não parou de bater na mulher.”.
Obs.: Pelo enunciado podemos deduzir que Pedro batia na mulher.
3. Abaixo temos uma charge do famoso Angeli. Observe-a e indique a alternativa incorreta.
a) O leitor reconhece nessa charge o contexto imediato, pois é fácil recuperar a notícia à qual a charge se vincula.
Obs.: Uma charge de jornal sempre se refere a fato noticiado no mesmo dia, assim, a charge em questão trata de uma
notícia contemporânea veiculada na mídia. Por isso é difícil para o leitor, em uma época bem posterior a sua publicação,
recuperar essa notícia. O contexto imediato da charge é sabido quando o leitor toma conhecimento da notícia e da charge
na mesma época em que elas foram publicadas.
4. Leia o texto abaixo:
Aquecimento global pode acabar com o pão francês
Débora Spitzcovsky, 16 de maio de 2011
pensou em ter que tirar, para sempre, da sua dieta o delicioso pão francês? Pois um estudo realizado pelos
pesquisadores da Science concluiu que, por culpa do aquecimento global, estamos cada dia mais perto dessa realidade.
A pesquisa analisou o impacto das mudanças climáticas nas quatro principais culturas consumidas pela população
mundial – trigo, arroz, milho e soja – e concluiu que a produção do trig o é a mais afetada pelo aumento da temperatura:
atualmente, ela está 5,5% menor do que se os termômetros não tivessem subido e a tendência é essa porcentagem
aumentar junto com a temperatura global.
Sendo assim, a produção de todos os alimentos à base de trigo – como pães, massas e bolachas – sofrerá redução, mas a
maior ameaça é à fabricação do pão francês. Isso porque, de acordo com os pesquisadores, a iguaria também
conhecida como cacetinho, média e carioquinha, entre outros nomes, pelo Brasil afora – é uma das que possui maior teor
de glúten: uma proteína encontrada na semente do trigo.
Ainda segundo os cientistas, por enquanto os avanços nas tecnologias de produção estão dando conta de combater os
efeitos da natureza e manter o ritmo de fabricação da iguaria, mas, quanto mais a temperatura subir, mais difícil será
evitar o desaparecimento do pãozinho francês. Será que, com essa notícia, mais pessoas se animam a lutar contra o
aquecimento global?
Texto disponível em: http://super.abril.com.br/blogs/planeta/aquecimento-global-pode-acabar-com-o-pao-frances/
O texto acima apresenta discurso de divulgação científica. Ele é constituído a partir de dois discursos, que são:
e) O discurso da ciência e do jornalismo.
Obs.: Não podemos nos esquecer de que o autor desse tipo de texto é o jornalista. Assim, temos a mistura de linguagem da
ciência, que faz as descobertas, e do jornalismo, que divulga tais descobertas. O jornalista torna mais acessíveis os
acontecimentos científicos.
5. Leia o texto abaixo:
Aquecimento global pode acabar com o pão francês
Débora Spitzcovsky, 16 de maio de 2011
pensou em ter que tirar, para sempre, da sua dieta o delicioso pão francês? Pois um estudo realizado pelos
pesquisadores da Science concluiu que, por culpa do aquecimento global, estamos cada dia mais perto dessa realidade.
A pesquisa analisou o impacto das mudanças climáticas nas quatro principais culturas consumidas pela população
mundial – trigo, arroz, milho e soja – e concluiu que a produção do trig o é a mais afetada pelo aumento da temperatura:
atualmente, ela está 5,5% menor do que se os termômetros não tivessem subido e a tendência é es sa porcentagem
aumentar junto com a temperatura global.
Sendo assim, a produção de todos os alimentos à base de trigo – como pães, massas e bolachas – sofrerá redução, mas a
maior ameaça é à fabricação do pão francês. Isso porque, de acordo com os pesquisadores, a iguaria também
conhecida como cacetinho, média e carioquinha, entre outros nomes, pelo Brasil afora – é uma das que possui maior teor
de glúten: uma proteína encontrada na semente do trigo.
Ainda segundo os cientistas, por enquanto os avanços nas tecnologias de produção estão dando conta de combater os
efeitos da natureza e manter o ritmo de fabricação da iguaria, mas, quanto mais a temperatura subir, mais difícil será
evitar o desaparecimento do pãozinho francês. Será que, com essa notícia, mais pessoas se animam a lutar contra o
aquecimento global?
Texto disponível em: http://super.abril.com.br/blogs/planeta/aquecimento-global-pode-acabar-com-o-pao-frances/
O gênero textual divulgação científica utiliza-se de elementos didáticos. No final do terceiro parágrafo do texto,
percebemos um desses elementos (“é uma das que possui maior teor de glúten: uma proteína encontrada na semente do
trigo.”). O elemento utilizado aqui seria a:
a) Definição.
Obs.: A jornalista emprega um termo (glúten) que, na co ncepção dela, não será facilmente entendido, assim, ela continua o
texto dando a definição do termo.
6. Na tirinha a seguir, a personagem faz referência a uma das mais conhecidas figuras de linguagem para:
e) criticar a falta de perspectiva do pai.
Obs.: A metáfora é uma figura importante presente na nossa fala cotidiana e em textos mais específicos como o literário. Na
tirinha, a metáfora é a comparação entre a bicicleta e a vida do pai do garoto: ambas não saem do lugar. A metáfora, então,
representa a estagnação da vida do pai do menino.
7. O gênero textual divulgação científica:
b) Tem função essencialmente socioeducativa.
Obs.: A função da divulgação científica relaciona-se ao ensinamento. Continua vigorando em diversas revistas e jornais.
8. O que não podemos pressupor com a frase “Julinha foi minha primeira filha.”.
e) Eu tenho filhos.
Obs.: O léxico “primeira” pressupõe: que tenho outras filhas; que elas nasceram depois da Julinha; que Julinha é a mais
velha. Mas não se pode pressupor que tenho filhos (tenho filhas, não filhos).
Barbara Regina fez um comentário
  • l l. l .Loko z
    1 aprovações
    Alessandra Queiroz fez um comentário
  • Gostei, super está me ajudando!
    0 aprovações
    Pedro Penteado fez um comentário
  • mudou o questionario pelo que to vendo esse período...
    1 aprovações
    Carregar mais