Contabilização de Contas de Resultado e Apuração Contábil do Lucro - Resumo
2 pág.

Contabilização de Contas de Resultado e Apuração Contábil do Lucro - Resumo

Pré-visualização2 páginas
1
Contabilização de Contas de Resultado e Apuração contábil do Lucro
Regra de contabilização das contas de BP
Resumo geral dos lançamentos das contas patrimoniais e de resultado
Lançamento de contas redutoras de ativo
Atenção: Toda vez que ocorrer um lançamento de uma conta de despesa, sempre será
débito, ou seja, só haverá registro do lado esquerdo do razonete por ser débito.
Toda vez que ocorrer um lançamento de uma conta de receita, sempre será crédito, ou
seja, só haverá registro do lado direito do razonete por ser crédito.
Exemplo: PECLD
D – despesa com PECLD
C – PECLD
Atenção: O mesmo acontece com as outras contas redutoras de ativo. O débito sempre
será relacionado à despesa e o crédito um aumento na conta redutora do ativo, já que
possui sinal negativo.
Balanço patrimonial
Contas de ativo Contas de passivo e PL
Débito: Aumento do Ativo
Crédito: Diminuição do Ativo
Débito: Diminuição do Passivo
Crédito: Aumento do Passivo
Natureza das contas Débito Crédito
Contas de Ativo
Contas de Passivo e PL
Contas de Resultado
Aumento
Diminuição
Despesa
Diminuição
Aumento
Receita
Contabilidade I
2
Independência absoluta de períodos contábeis
Ligada ao Princípio da Competência.
Confrontar receitas e despesas no m de cada período contábil (encerrar todas as
contas de resultado, pois é uma exigência legal).
Inicia-se do zero, no período seguinte, o cômputo das receitas e despesas.
Jamais confundir receitas e despesas ocorridas no período “x” com as dos períodos
“x-1” e “x+1”.