APOSTILA 1 - CONTABILIDADE BÁSICA
5 pág.

APOSTILA 1 - CONTABILIDADE BÁSICA


DisciplinaContabilidade Básica22.771 materiais497.923 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Prof.: Edson da Rocha Mendes 
2013-2 - Apostila 1 
APOSTILA DE CONTABILIDADE 
BÁSICA 
 
UNIDADE I 
 
NOÇÕES BÁSICAS 
 
 
1.1 INTRODUÇÃO 
A Contabilidade é a ciência que tem por objeto o patrimônio das entidades econômico-
financeiras e por objetivo o emprego de técnicas visando o controle desse patrimônio, com 
a finalidade de fornecer informações a seus usuários para a tomada de decisão. 
 
1.2 OBJETO DA CONTABILIDADE 
O patrimônio é o objeto da Contabilidade, isto é, constitui a matéria sobre a qual se 
exercem as funções contábeis. O patrimônio representa o conjunto de bens, direitos e 
obrigações vinculados à entidade. 
 
1.3 OBJETIVO 
O objetivo da Contabilidade é controlar o patrimônio. Na Contabilidade, os objetivos estão 
definidos como as informações que deverão ser geradas para que os diversos usuários 
possam tomar conhecimento da situação da organização em dado momento, com a 
finalidade de tomar as decisões que considerarem necessárias. 
 
1.4 FINALIDADE DA CONTABILIDADE 
A finalidade da Contabilidade é a de controlar o Patrimônio, assegurar o controle do 
patrimônio administrado e fornecer informações sobre a composição e as variações 
patrimoniais, bem como o resultado das atividades econômicas desenvolvidas pela entidade 
para alcançar seus fins, que podem ser lucrativos ou meramente ideais (sociais, esportivos e 
outros). Ou seja, fornecer informações a seus usuários. 
 
1.5 CAMPO DE APLICAÇÃO DA CONTABILIDADE 
O campo de aplicação da Contabilidade abrange todas as entidades (pessoas) físicas ou 
jurídicas, com ou sem fins lucrativos, que possuam patrimônio. Tais entidades são unidades 
econômico-administrativas, cujos objetivos podem ser sociais, econômicos e/ou ideais. 
 
PESSOAS FÍSICAS: É qualquer ser humano considerado individualmente, sujeito a 
direitos e obrigações, cujo nascimento se dá por meio do parto com vida. 
 
PESSOAS JURÍDICAS: É aquela resultante de uma organização de pessoas e 
capitais que possui patrimônio próprio, igualmente sujeito a direitos e obrigações, 
cujo nascimento se dá, no caso das sociedades empresariais, através do registro 
na Junta Comercial do Estado e, no caso de empresas prestadoras de serviços, no 
Cartório Civil de Pessoas Jurídicas. 
 
Entidades econômico-administrativas são organizações que reúnem os seguintes 
elementos: pessoas, patrimônio, titular, capital, ação administrativa e fim determinado. 
 
 
 
 
Prof.: Edson da Rocha Mendes 
2013-2 - Apostila 1 
Quanto ao fim a que se destinam, as entidades econômico-administrativas podem ser assim 
classificadas: 
a. Entidades com fins econômicos \u2013 chamadas empresas, visam ao lucro para preservar 
e/ou aumentar o patrimônio líquido. Exemplos: empresas comerciais, industriais, 
agrícolas etc. 
b. Entidades com fins sócio-econômicos \u2013 intituladas instituições, visam superávit que 
reverterá em benefício de seus integrantes. Exemplos: associações de classe, 
condomínios, clubes sociais etc. 
c. Entidades com fins sociais \u2013 também chamadas instituições, têm por obrigação atender às 
necessidades da coletividade a que pertencem. Exemplos: a União, os Estados e os 
Municípios. 
 
 
1.6 USUÁRIOS DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL 
Os usuários da informação contábil podem ser classificados da seguinte forma: 
a) usuários internos (gerentes, diretores, encarregados de produção, chefes de 
departamento etc.); 
b) usuários externos (governo, bancos, fornecedores, sindicatos, acionistas ou cotistas etc). 
 
 
1.7 FUNÇÃO DA CONTABILIDADE 
Função administrativa \uf0ae\uf020controlar o patrimônio 
Função econômica \uf0ae\uf020apurar o resultado 
 
Resultado \uf0ae\uf020diferença entre o valor das receitas e o valor das despesas. 
O resultado pode ser: 
\uf0b7 Positivo ou Lucro \uf0ae\uf020Receita \uf03e\uf020Despesa 
\uf0b7 Negativo ou Prejuízo \uf0ae\uf020Receita \uf03c\uf020Despesa 
\uf0b7 Nulo \uf0ae\uf020Receita = Despesa 
 
Para entender o porquê e como atingir esses objetivos, é necessário definir a forma como as 
informações devem ser geradas e quais são os usuários-alvo dessa informação. 
 
 
1.8 TÉCNICAS CONTÁBEIS 
Para atingir sua finalidade, a Contabilidade utiliza as seguintes técnicas: 
 Até mais ou menos os anos 40 consideravam-se as técnicas contábeis àquelas 
essencialmente de controle patrimonial, tais como: 
\uf0b7 Escrituração 
\uf0b7 Inventário 
\uf0b7 Balanço 
\uf0b7 Orçamento 
Hoje se dá ênfase maior a questão gerencial do patrimônio, contemplando-se como 
técnicas contábeis as seguintes: 
\uf0b7 Escrituração \uf0be responsável pelo registro, em livros próprios (Diário, Razão, Caixa e 
Contas Correntes), de todos os Fatos Administrativos que ocorrem no dia-a-dia das 
empresas. 
\uf0b7 Demonstrações \uf0be quadros técnicos que apresentam dados extraídos dos registros 
contábeis da empresa. As demonstrações financeiras mais conhecidas são o Balanço 
Patrimonial, a Demonstração do Resultado do Exercício, a Demonstração das Origens e 
Aplicações de Recursos, a Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados e a 
Prof.: Edson da Rocha Mendes 
2013-2 - Apostila 1 
Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido. 
\uf0b7 Auditoria \uf0be verificação da exatidão dos dados contidos nas demonstrações financeiras, 
através do exame minucioso dos registros contábeis e dos documentos que lhes deram 
origem. 
\uf0b7 Análise de Balanços \uf0be exame e interpretação dos dados contidos nas demonstrações 
financeiras, com o fim de transformar esses dados em informações úteis aos diversos 
usuários da Contabilidade. 
 
 
1.9 CAMPO DE APLICAÇÃO DA CONTABILIDADE 
 
 
 
 
 
 
 
 É vasto o emprego e aplicação da Contabilidade como ciência, servindo a apuração 
de resultados, registro e interpretação destes, utilizada por todas as entidades com interesse 
na obtenção de lucro ou não. É certo que há um sistema contábil específico para cada tipo 
de informação que se pretenda obter. 
 
 As principais áreas de atuação da Contabilidade são: 
 
1. Contabilidade Fiscal \u2014 participa do processo de elaboração de informação para o 
fisco, e é responsável pelo planejamento tributário da empresa. Essa área de 
atuação possui uma remuneração bastante atrativa para os profissionais de 
primeiro nível; 
2. Contabilidade Pública \u2014 área de controle e gestão das finanças públicas; este é 
um campo que possui bastante mercado de trabalho; 
3. Contabilidade de Custos \u2014 talvez hoje a área mais valorizada no Brasil e no 
mundo. Tornou-se muito importante com a redução da taxa de inflação e a 
abertura econômica aos produtos estrangeiros. Fornece importantes informações 
na formação de preço da empresa; 
4. Contabilidade Gerencial \u2014 voltada para a melhor utilização dos recursos 
econômicos da empresa, por meio de adequado controle dos insumos efetuado 
por um sistema de informação gerencial. O controller é um dos profissionais com 
melhores remunerações no mercado; 
5. Auditoria \u2014 por meio de empresas de auditoria ou de setores internos da 
organização, controla a confiabilidade das informações e a legalidade dos atos 
praticados pelos administradores. O profissional tem uma remuneração bastante 
atrativa; 
6. Perícia Contábil \u2014 atua na elaboração de laudos em processos judiciais ou 
extrajudiciais. Área de atuação exclusiva do contador; 
7. Contabilidade Financeira \u2014 responsável pela elaboração e consolidação das 
demonstrações contábeis para fins externos; 
8. Análise Econômico-financeira \u2014 denominação moderna para a análise de 
balanços. Atua na elaboração de análises da situação patrimonial de uma 
organização com base em seus relatórios contábeis; 
O campo de aplicação da Contabilidade abrange todas as entidades econômico-
administrativas, até mesmo as pessoas de direito público, como a União, os Estados, 
os Municípios, as Autarquias. Outras com fins sociais e ideais, como as igrejas, bem 
como as que visam ao lucro, como as empresas comerciais. 
Prof.: Edson da Rocha Mendes