Avaliando o aprendizado
5 pág.

Avaliando o aprendizado


DisciplinaAdministração Estratégica da Informação23 materiais506 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Estudo da Administração Estratégica Administração: Estratégica pode ser entendida como um processo contínuo e interativo que visa manter uma organização como um conjunto apropriadamente integrado a seu ambiente.
A evolução da administração estratégica: A evolução continua do processo, principalmente na era atual, decorrente de um ritmo acelerado das transformações ocorridas na sociedade e na velocidade com que as informações têm se desenvolvido.
- Planejamento Financeiro: é materizado pelo orçamento atual.
- Planejamento de longo prazo: meio-termo entre os enfoques de pesquisa operacional e heurístico ao planejamento.
Planejamento Estratégico: Lida com decisão de efeitos duradouros que sejam difíceis de modificar. Comparando o planejamento estratégico com o planejamento tático podemos dizer que:
Estratégico: longo prazo Tático: Curto Prazo
Estratégia competitiva: Visa obter uma forte posição competitiva, baseando-se na análise de barreiras à entrada de novos concorrentes, intensidade da rivalidade entre concorrentes, papel desempenhado pelos produtos e serviços substitutivos e, por último, poder de barganha de fornecedores e consumidores. 
Vantagem competitiva: é uma ou um conjunto de características que permitem a uma empresa diferenciar-se, por entregar mais valor aos seus clientes, em comparação aos seus concorrentes e sob o ponto de vista dos clientes.
Estratégia de crescimento: tem por objetivo definir o posicionamento futuro da organização em termos de produtos ou unidades estratégicas de negócios. Sua abrangência é a seguinte:
- Expansão decisão de ampliar a capacidade de produção
- Diversificação decisão de lançar novos produtos ou serviços destinados a novos mercados com base tecnológica atualmente não encontrada na empresa
- Integração Vertical decisão de agregar fases ao processo produtivo, aumentando o número de produtos ou serviços para uso da própria empresa (terceirização em larga escala).
- Globalização processo de expansão mundial dos mercados e das empresas, resultante de um novo modelo competitivo.
- Diversificação Lateral decisão de lançamento de produto ou serviço, tendo como base a tecnologia ora existente na empresa, contando com aprimoramento e fortalecendo mercados ora servidos pela empresa.
- Parcerias e Alianças Estratégicas após definir a estratégica de crescimento, coloca-se para a empresa outra questão, que é como ela será implementada, ou seja, isoladamente ou através de parcerias.
Gestão Estratégica pela Qualidade
Deming: a teoria estatística tem mudado os hábitos em quase todas as coisas que homem faz.
Juran: pai da revolução da qualidade do Japão ao lado de Deming. O primeiro a aplicar a qualidade a estratégica empresarial, em vez de liga-la meramente a estatística ou aos métodos de controle total da qualidade (triologia da qualidade).
Feignbaum idealizador inicial do conceito de TQC (total controle de qualidade) que é um sistema efetivo para integralizar os esforços buscando desenvolver manter e melhorar a qualidade de vários grupos.
As 4 tarefas do controle de qualidade, controle de novos projetos, controle do material recebido, controle do produto, estudo dos processos especiais.
Crosby: Comprometimento da gerência, a equipe de melhoria da qualidade, medição da qualidade, o custo da qualidade, conscientização, ação corretiva, planejamento de zero defeitos, treinamento de supervisores, dia zero defeito, fixação de metas, erradicação da causa de erro, reconhecimento, conselhos de qualidade e recomeçar do princípio.
Ishikawa: diagrama de causa e efeito (qualidade em primeiro lugar, depois vem o lucro, orientar-se para o cliente, não para o produto, o próximo processo é seu cliente, quebre as barreiras entre as áreas, use fatos e dados, para fazer apresentações, use o métodos estatísticos, respeito a humanidade como filosofia gerencial, participação gerencial plena e gerencie as interfaces do processo.
Planejamento Estratégico á Administração Estratégica: para fazer funcionar na prática, a implementação precisa tornar-se eficaz. Esta deve ser parte integrante de um processo denominado administração estratégica, envolvendo a concepção de políticas funcionais nas áreas de administração de RH, Finanças, Qualidade, Sistemas de Informação e etc.
Enfoque no processo de planejamento são: Planejamento flexível, administração por objetivo (APO), integração entre planejamento e controle, sistema de apoio enfoque motivação/compreensão, desenvolvimento, organização, informações e comunicações e unidade estratégica.
Visão estratégica: necessidade de uma dinâmica da transformação para sustentabilidade vantagem continua sobre a concorrência. (adaptação á tendência de globalização, alinhamento com a missão da empresa, domínio da tecnologia de informação, compreensão das mudanças como fator de oportunidade.)
Analise Ambiental analise dos fatores internos e externos é uma pratica utilizadas para entender a situação global das organizações. Esta abordagem tenta equilibrar os pontos fortes e fracos da organização com as oportunidades e riscos que o ambiente externo apresenta.
Analise do ambiente externo é o estudo da relação existente entre empresa e o seu ambiente em termos de oportunidade e ameaças. Ao analisar o mundial e nacional, é preciso examinar seus aspectos geográficos, econômicos, políticos, sociais e em termos de ramo de negociosa, a tecnologia, o marketing, finanças, o comportamento aparente dos competidores que a empresa tem nos mercados em que atua e o comportamento stake holders.
Forças macroambientais segundo Kotter
Demográficos análise de tendências relativas ás características de populações e matérias-primas que possam ter implicação nas atividades futuras da empresa. Exemplo: o crescimento da população e o custo de energia.
Tecnologia analise de tendência relativas ao conhecimento humano que possam, influenciar a empresa no uso de determinadas matérias-primas e insumo ou o emprego de determinados processos operacionais e gerencias. Exemplo: a informatização.
Sócio Culturais análise de tendências relativas a crença, valores, normas e costumes sociais nas sociedades com as quais a empresa interage, e que possam afetar o desenvolvimento futuro da empresa. Exemplo: mudanças de crenças, valores e normas sociais.
Econômicas análise de tendências das variáveis econômicas que possam afetar a demanda e a oferta de produtos/serviços nos mercados em que a empresa atua ou pretende atuar. Exemplo: níveis de poupança e de consumo e inflação.
Analise do Ambiente Interno é o nível de ambiente que está dentro da organização e normalmente tem implicação imediata e especifica na sua administração.
- Aspectos organizacionais rede de comunicação, estrutura da organização e política, procedimentos e regras.
- Aspectos de marketing segmentação do mercado, estratégia de promoção e distribuição.
-Aspectos de pessoal práticas de recrutamento, programas de treinamento, sistemas de avaliação e desempenho.
- Aspectos de produção pesquisa e desenvolvimento, compra de matéria-prima, uso de tecnologia e layout das instalações industriais.
Missão É uma forma de ser traduzir determinado sistema de valores em termos de crença ou áreas básicas de atuação, considerando as tradições e filosofias da empresa.
Mudança de missão pode provocar consequências positivas, ou negativas em toda a estrutura organizacional. Isso porque ela exerce a função orientadora e delimitadora da ação empresarial, por um período longo, em que ficam comprometidas as crenças, expectativas, conceitos e recursos.
Criação da missão os tipos de informação contidos em uma declaração variam muito de organização para uma organização. Mesmo não existindo uma produção no estabelecimento da missão de uma organização, alguns tópicos são bastante comuns.
Visão é o estado futuro desejado em longo prazo e alinhado com as aspirações de uma organização. Deve estar alinhado com os valores da organização. Ou seja, são os princípios essenciais e duradouros da organização. Ela precisa ser prática,