A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
AV1 e AV2 de Ética na Saúde

Pré-visualização | Página 1 de 8

Fechar
	Avaliação: SDE0083_AV1_ » ÉTICA NA SAÚDE
	Tipo de Avaliação: AV1 
	Professor:
	MICHEL SHPIELMAN
ANGELA MOREIRA UTCHITEL
CLAUDIO RODRIGUES DE LIMA
	Turma: 9029/W
	Nota da Prova: 8,0 de 8,0         Nota do Trab.: 0        Nota de Partic.: 2        Data: 07/10/2014 10:16:03 
	
	 1a Questão (Ref.: 201102361425)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	A vontade é verdadeiramente moral quando é regida por imperativos categóricos - referem-se a ações objetivamente necessárias, em que suas realizações estejam subordinadas tanto a fins quanto condições. A moralidade kantiana, neste sentido, diz respeito:
		
	
	ao fundamento da bondade dos atos, averiguando em que consiste o bom.
	
	ao fundamento da maldade dos atos, averiguando em que consiste o mal.
	
	em se adaptar ao sistema capitalista vigente na sociedade atual.
	
	em agir de acordo com seus próprios interesses.
	
	em pensar somente no lucro.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201102364299)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Um conceito crítico em bioética é o de justiça retributiva, que exige que se pague o que é devido. Este conceito exige: 
		
	
	premiação por violar a lei e desobriga aos que roubam retornar o que foi roubado. 
	
	negociação por violar a lei, podendo os que roubam se apropriar da metade do que foi roubado.
	
	punição por violar a lei e obriga aos que roubam retornar o que foi roubado. 
	
	esperteza por parte do políticos, para driblar a lei.
	
	não roubar sob pena de ir preso, mas podendo ficar com o que oi roubado para si.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201102487113)
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	Uma universidade está criando um comitê de ética em pesquisa para que seus alunos dos cursos de saúde possam desenvolver pesquisas e ter o respaldo do próprio CEP da universidade. Isso é importante porque:
		
	
	Todas as pesquisas desenvolvidas ganharão bolsa de incentivo do CNPQ.
	
	A universidade ganhará prestígio junto à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados Federais.
	
	A Universidade vai investir nos alunos e vai ganhar retorno financeiro.
	
	É um espaço para fomentar discussões sobre a bioética e para analisar as pesquisas em seres humanos nas diversas áreas de conhecimento.
	
	O reitor da universidade ganhará prestígio junto ao comité de bioética do Governo.
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201102364274)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	O termo "Bioética", foi utilizado pela primeira vez em 1971, no livro "Bioética: Ponte para o Futuro", do biólogo e oncologista americano Van R. Potter. Elaborado como um neologismo construído a partir das palavras gregas bios (vida) + ethos (relativo à ética) é normalmente compreendido como um campo disciplinar compromissado com o conflito moral na área da saúde e da doença dos seres humanos e dos animais não-humanos. Seu principal objetivo é deslocar a discussão acerca dos novos problemas impostos pelo desenvolvimento tecnológico, de um viés mais tecnicista para:
		
	
	um caminho mais pautado pelo tecnicismo, continuando com a fusão entre os fatos explicáveis pela ciência e os valores éticos.
	
	um caminho mais político;
	
	um caminho mais econômico.
	
	um caminho menos pautado pelo humanismo, estacionando a dicotomia entre os fatos explicáveis pela ciência e os valores éticos.
	
	um caminho mais pautado pelo humanismo, superando a dicotomia entre os fatos explicáveis pela ciência e os valores éticos.
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201102399808)
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	O princípio que associa de modo absoluto o corpo à identidade pessoal, e assim, estende ao corpo do indivíduo os princípios de dignidade e indisponibilidade inerentes à pessoa humana, denomina-se:
		
	
	Princípio da intangibilidade corporal
	
	Princípio de vulnerabilidade
	
	Princípio da tangenciabilidade emocional
	
	Princípio da solidariedade
	
	Principio do duplo efeito
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201102487125)
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	Independente da questão da gênese do ser humano, talvez o mais importante tema ético da atualidade no que se refere à reprodução, seja mesmo o debate sobre os procedimentos de reprodução assistida. J. Goldim relata que desde o século XVIII já existem relatos médicos sobre a tentativa de realização deste tipo de intervenção. No entanto, apenas em 1978, com o nascimento de Louise Brown (que ficou conhecida como o primeiro ¿bebê de proveta¿) na Inglaterra, esse assunto tomou grande notoriedade. Louise nasceu graças um procedimento:
		
	
	Fertilização de um único óvulo saudável com dois espermatozoides, técnica que ficou conhecida como fertilização do óvulo saudável.
	
	Doação de gametas para um banco de sêmen e posterior introdução de gametas no útero da mãe, técnica que ficou conhecida como inseminação de gametas.
	
	De reprodução com ato sexual normal em situação laboratorial, que ficou conhecida como reprodução laboratorial.
	
	De fertilização do óvulo da mulher com os espermatozóides fora do corpo da mulher, em situação laboratorial, e sua posterior reimplantação no útero, conhecida como fertilização ¿in vitro¿.
	
	De uso de medicamentos combinados que estimularam os hormônios maternos e evitaram qualquer necessidade de intervenção laboratorial.
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201102399809)
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	O princípio que considera que o ato de doar órgãos inclui-se na possibilidade que os individuos têm de sacrificar sua individualidade em detrimento do bem da comunidade, desde que estas não impliquem comprometimento da vida pessoal, denomina-se:
		
	
	Princípio da solidariedade
	
	Princípio de efeito
	
	Princípio da funcionalidade
	
	Princípio da causalidade
	
	Princípio de reação
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201102399752)
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	A ética platônica gira em torno da aspiração dos homens à:
		
	
	Punir
	
	humildade
	
	verdade
	
	Vigiar
	
	felicidade
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201102401461)
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	"No Brasil, as mulheres pobres, jovens e nordestinas são mais vulneráveis aos abortos inseguros. No ano passado [2006], a média diária foi de 686 internações no Sistema Único de Saúde (SUS) para tratamento de complicações pós-aborto. O estudo diz que a população pobre é principal vítima porque não tem acesso a clínicas particulares nem remédios abortivos de menor risco do que práticas medievais como a introdução de agulhas de tricô que perfuram o útero, atingindo muitas vezes a bexiga ou o intestino da gestante." (WEBER, O Globo, 2007)
A situação apresentada estabelece uma crítica a atual posição do Brasil no que diz respeito ao aborto. Sabe-se que o aborto legal só em possível em duas situações. São elas: 
		
	
	risco materno e estupro
	
	anencefalia e risco materno
	
	risco fetal e má formação congênita
	
	risco materno e síndrome de Down
	
	estupro e má formação congênita
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201102487105)
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	Em uma aula de bioética, o professor falou sobre o Julgamento de Nuremberg. Ana, aluna da classe, não entendeu muito bem e questionou sobre o assunto. O professor explicou que o Julgamento dizia respeito a um(a):
		
	
	Comissão de Direitos Humanos para avaliar os tratados escritos no pós guerra.
	
	Tribunal militar internacional que efetuou os julgamentos dos primeiros criminosos de guerra nazistas.
	
	Comitê de Contas para avaliar os gastos com a Segunda Guerra Mundial.
	
	Tribunal de Avaliação Psicológica para avaliar psicologicamente os tenentes de Guerra.
	
	Comitê de Justiça para organizar os papéis distribuídos na Guerra sobre a ética e a bioética
	
		
	 
	Fechar
	Avaliação: SDE0083_AV2_ » ÉTICA NA SAÚDE
	Tipo de Avaliação: AV2 
	Professor: