projeto lavra a céu aberto   Leandro
4 pág.

projeto lavra a céu aberto Leandro


DisciplinaProjeto de Mineração19 materiais271 seguidores
Pré-visualização1 página
6.2 PLANTA DE BENEFICIAMENTO
A planta de beneficiamento terá a seguinte composição: circuito de britagem, beneficiamento do minério grosso em jigue, beneficiamento do minério fino em hidrociclones, espirais concentradores e sistemas auxiliares.
Os custos são elaborados de acordo com a necessidade dos equipamentos. Para estimá-los é necessário se fazer o devido dimensionamento. 
6.2.1 circuito de britagem
c) Peneira vibratória duplo Deque (PV-01)
As Peneiras Vibratórias serão projetadas para classificar o carvão de acordo com a granulometria desejada. Com isso, para o empreendimento, adotou-se a peneira da Metso, com uma área útil de 8,9 m2, modelo XH6\u2019X16\u2019DD
6.2.2 Circuito de beneficiamento do minério grosso
a) jigue 
Jigagem é um processo de separação hidráulica que consiste da repetida expansão (dilatação) e contração (compactação) vertical de um leito de partículas pelo movimento pulsante de água. O resultado é a estratificação do leito, que corresponde à separação das partículas em camadas ou estratos de densidades crescentes desde o topo até a base (Sampaio e Tavares, 2005). 
Neste processo, a jigagem é realizada em um jigue da BATAC Jig for fine coal com dimensões de 7 x 1,5 metros, com área de 10,5 m2 (113,02 ft2), onde a granulometria do material alimentado está abaixo de 32 mm, podendo conter no máximo 10% acima de 25.4 mm para um melhor desempenho do equipamento. Sua alimentação é de 400,00 t/h, gerando um rejeito da ordem de 108 t/h e passante de 292 t/h, considerando uma eficiência de 85%.
d) Tanque 01 
Este terá uma capacidade de armazenar um total de 800 m3 (211338 galões americano). Esse será responsável por armazenar o material de fração fina, abaixo de 0,7m, onde se inicia o processo de finos. 
7.2.3 Circuito beneficiamento do minério fino
a) Tanque 03
Esse tanque é responsável por armazenar a polpa contendo os finos mais pesado bombeado do tanque 01. Nesta condição, terá uma capacidade armazenamento de 500 m3 (132086 galões americano).
Nesse tanque, recebe uma quantidade de 150 t/h de sólido.
b) Hidrociclone
Os hidrociclones são alimentados com polpa de minério, resultando como produtos o underflow e o overflow. O primeiro contém a maior parte das partículas grossas que foram alimentadas e o segundo engloba a maioria das partículas finas, que foram classificadas. Basicamente um hidrociclone consiste de uma parte cilíndrica seguida de uma parte cônica que possui, em seu vértice, uma abertura, denominada apex, pela qual descarrega o underflow. A alimentação é introduzida tangencialmente à seção cilíndrica, em que há um tubo coaxial denominado vortex finder, pelo qual é descarregado o overflow (Carrisso, 2004).
Nesta etapa, a ciclonagem é constituída bateria de 06 hidrociclones, os diâmetros são de 400 mm. O overflow dos hidrociclones é descartado como rejeito final, enquanto que, a fração grossa, maior que 0,074 mm, o underflow, segue para as espirais de Humphreys, onde se obtém carvão energético fino. 
Alimentação da bateria de hidrociclone será de 157,08 t/h de sólido, que corresponde a 30% da polpa (374 m3/h), sendo que cada hidrociclone trabalhará com 62,33 m3/h de polpa. 
	Nessa fase o oversize é de 4% da polpa (14,96 m3/h) e o undersize é de 359,04 m3/h de polpa.
O modelo utilizado dos hidrociclone foi a da Empresa akwauv, da série RWN 6518, com especificações abaixo:
Tabela 03: especificações hidrociclone
	Typ Hydrocyclone
	Nominal-Ø mm
	Cut Size dt50 in \u3bcm
	Pressure in bar
	Capacity in m³/h
	RWH8124
	400
	60 \u2013 90
	0,7 \u2013 1,3
	60 \u2013 280
Fonte:http://www.akwauv.com/Hydrocyclones-AKA-VORTEX-and-Annular-Distributors-AKA-SPIDER.htm
f) Taque 02
Este será responsável por alocar o material fino mais leve transferido do tranque 01. Nesta condição, terá uma capacidade armazenamento de 600 m3 (158503 galões americano).
g) 06 Hidrociclone (350 mm) 
Nessa fase, a ciclonagem também será constituída bateria de 06 hidrociclones, cujos seus diâmetros são de 350 mm. O overflow é retorna como água de recirculação do processo de jigagem. O underflow, composta por fração abaixo de que 0,074 mm é bombeado par o sistema de desaguamento em peneiras circulares. 
Alimentação da bateria de hidrociclone será de 39,08 t/h de sólido, que corresponde a 30% da polpa (130,26 m3/h), sendo que cada hidrociclone trabalhará com 22,51m3/h de polpa. 	Nessa fase o oversize é de 2% da polpa (14,96 m3/h) e o undersize é de 359,04 m3/h de polpa.
O modelo utilizado dos hidrociclone foi o mesmo adotado na bateria de ciclonagem anterior.
h) Peneira Circular
Essa peneira possui uma malha de abertura de 0,15 mm e tem a finalidade classificar o material bombeado do hidrociclone com granulometria abaixo de 74 micrometros, onde se obtém o carvão energético fino, o restante é transferido para bacia de decantação.
A peneira apresenta um valor de alimentação de 38,3 t/h de sólido, cujo o valor do retido e de 36,77 t/h e o passante de 1,53 t/h. Sua capacidade unitária é de 3,5.
A peneira a ser utilizada nesse processo será D 6\u2019 x 16\u2019 da Empresa Metso.
Tabela 04 \u2013 especificações peneira vibratória desaguadora
i) silos
Para armazenamento do minério serão necessários dois silos, cujo sua capacidade de armazenamento para um silo será de 2.000 m3 que equivale a 70629,33 ft3.