A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
prova de análise av3

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação: CEL0014_AV3_201401321739 » ANÁLISE TEXTUAL
	Tipo de Avaliação: AV3
	
	Professor:
	VALERIA CAMPOS MUNIZ
HOSANA DO NASCIMENTO
	
	Nota da Prova: 6,0 de 10,0         Nota do Trab.: 0        Nota de Partic.: 0        Data: 05/07/2014 16:17:08
	
	 1a Questão (Ref.: 201401362987)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Leia o texto a seguir.
Linguagem: Até que ponto existimos a partir do momento em que falamos?
Luciana Arruda
Desde que nascemos, estamos mergulhados no mundo da linguagem. Da fala, da língua pertencente ao meio em que vivemos. Crescemos dentro da nossa família ouvindo - na maioria das vezes - nossos pais a falarem conosco, além de gestos e sinais, através da fala, das palavras. Nosso pensamento, a forma de entendermos as coisas, o mundo, começa, então, a ter por primordial as palavras, a linguagem, o nome das coisas existentes no mundo. Construímos na consciência uma espécie de "biblioteca" onde depositamos tudo o que é ouvido e entendido. Guardamos ideias, significados, palavras, e com essa "base de dados" nos expressamos verbalmente pela fala. É como se selecionássemos - pegando na prateleira da biblioteca - palavra por palavra, criando estruturas de entendimento para a comunicação. Quase parecido com uma receita de bolo: você + é + muito + simpática, resultando no queremos dizer pelo que estamos sentindo ou sobre algo ou alguém.
(Disponível em http://kplus.cosmo.com.br/materia.asp?co=199&rv=Literatura)
 
 
A partir da leitura do texto acima, é INCORRETO afirmar que:
		
	
	A língua é um sistema construído pelos indivíduos a partir da fala das pessoas que os cercam.
	
	Através da linguagem,  compreendemos o mundo que nos cerca.
	
	A linguagem é uma atividade essencialmente humana e, por isso, depende da existência de grupos sociais.
	
	A partir da língua das pessoas que nos cercam, armazenamos estruturas em nossos cérebros.
	 
	Quando queremos dizer alguma coisa, partimos somente das palavras aprendidas na escola.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201401377913)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Leia o fragmento abaixo e identifique o tipo de texto em que ele se enquadra:
Saudados por ecologistas como arcas de Noé para o futuro, por serem repositórios de espécies animais e vegetais em extinção acelerada noutras áreas do país, alguns dos 25 parques nacionais do Brasil tiveram, na semama passada, a sua paisagem mutilada pelo fogo . /.../ Naquele dia, o incêndio começou no Parque da Serra da Capivara, no sertão do Piauí, calcinado há seis anos pela seca, e avançou pela caatinga, que esconde as pinturas rupestres inscritas na rocha, há pelo menos 31.500 anos, pelo homem brasileiro pré-histórico. (ISTO É, 22/08/1984)
		
	
	conto
	
	diálogo
	
	injunção
	 
	narração
	
	poema
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201401591303)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	"Vês! Ninguém assistiu ao formidável Enterro de tua última quimera. Somente a Ingratidão - esta pantera - Foi tua companheira inseparável!"
O trecho acima é a primeira estrofe do soneto 'Versos Íntimos', de Augusto dos Anjos. Identifique a figura de linguagem utilizada pelo poeta para comparar a ingratidão a uma pantera:
		
	
	Pleonasmo
	
	Metonímia
	
	Hipérbole
	 
	Metáfora
	
	Prosopopéia
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201401362999)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Sabemos que, em todas as línguas, há diferentes tipos de variação: por região, por escolaridade, por idade, por classe social.  Isso nos mostra o quanto as línguas são dinâmicas e nos aponta que essas variações independem de ser o sistema linguístico utilizado em um país do primeiro ou do terceiro mundo.
Quando analisamos a variação por idade, percebemos que os jovens costumam inserir estruturas novas em suas falas, enquanto pessoas de mais idade tendem a ser mais conservadoras. Isso não significa dizer que um grupo possui maneira de falar mais correta que o outro e sim que eles possuem diferentes formas para comunicar suas ideias. Por exemplo, enquanto muitos jovens dizem 'Geral foi lá', pessoas de mais idade diriam 'Todos foram lá'.  No entanto, apesar desse movimento de variação, para que uma estrutura seja inserida no sistema da língua, é preciso que seu uso se amplie e, por isso, muitas delas desaparecem sem ao menos terem sido dicionarizadas. 
A partir da leitura do parágrafo acima, qual das afirmativas a seguir está correta?
		
	
	Os idosos falam de maneira mais correta que os jovens e, por isso, comunicam melhor suas ideias.
	 
	Na língua, todas as inovações são aceitas pelos falantes.
	 
	A língua é um fenômeno dinâmico e, por isso, passa por transformações.
	
	Os jovens utilizam as formas mais corretas porque frequentam a escola.
	
	A variação linguística é um fenômeno que só ocorre nas línguas faladas em países de terceiro mundo.
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201401583469)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Leia o texto.
Antes de Newton, acreditava-se que a humanidade poderia compreender apenas o Deus permitiu revelar: Adão e Eva foram banidos do Éden por terem comida da árvore do conhecimento. Zeus acorrentou Prometeu num rochedo quando ele deu o fogo, um segredo dos deuses, a um mortal. Quando Adão, no Paraíso Perdido, de John Milton, questionou o anjo Rafael sobre a mecânica celeste, Rafael lhe deu uma vaga ideia e então disse que o resto, de homens ou de anjos, o grande Arquiteto sabiamente ocultou. Todas essa limitações foram abolidas com o monumental trabalho de Newton, Os Principia.
A informação principal contida no tópico frasal desenvolveu-se, no texto, por meio de :
		
	
	Explicações
	 
	Exemplos
	
	Oposições
	 
	Comparações
	
	Hipóteses
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201401598471)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Como você deve saber, as palavras de uma língua podem possuir mais de um sentido em diferentes contextos de uso. Chamamos esse fenômeno de:
		
	
	Coerência
	
	Textualidade
	
	Coesão
	
	Metáfora
	 
	Polissemia
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201401583370)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Marque a opção que traz os tipos textuais comumente aceitos nos gêneros textuais.
		
	
	Exposição, injunção, desfecho, narração e argumentação.
	 
	Tempo, clímax, enredo, injunção e narração.
	
	Narração, argumentação, clímax. Espaço e injunção.
	 
	Descrição, argumentação, injunção, narração e exposição.
	
	Clímax, espaço, narração, exposição e injunção.
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201401593781)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	"Nem sempre nos damos conta de que, ao ler, estamos frequentemente complementando as informações fornecidas pelos textos com outras informações de que dispomos, ou que inferimos a partir do que foi dito pelo autor do texto. Isso acontece porque nem sempre os textos trazem explícitos todos os elementos que participam da construção do seu sentido." (Abaurre, M. L. M & Abaurre, M. B. M. Produção de texto: interlocução e gêneros. São Paulo: Moderna, 2007. p. 36). Dentre as alternativas abaixo qual a de define o termo implícito?
		
	
	Aquilo que precisa ser recuperado para compreender o sentido do texto, a partir de pistas fornecidas no próprio texto.
	 
	O que é sugerido pelo contexto estabelecido no texto, mas depende, para ser entendido, da capacidade do leitor resgatar informações fornecidas pelo contexto, confrontando-as com os dados do texto.
	
	Relação que se estabelece entre diferentes textos quando um deles faz referência (direta ou indireta) a outro.
	
	Uma ideia, uma circunstância, um juízo ou um fato considerado com antecedente necessário para o entendimento de algo que foi dito.
	
	Aquilo que nos dá condições de reconstruir o raciocínio apresentado pelo texto como não dito.
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201401591244)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Leia o texto IDEOLOGIA NA LINGUAGEM de Leandro Konder e assinale a opção correta: