Queimaduras e Trauma térmico

Queimaduras e Trauma térmico


DisciplinaPrimeiros Socorros4.243 materiais37.544 seguidores
Pré-visualização2 páginas
*
*
Queimaduras e 
Trauma térmico (lesões produzidas pelo calor e pelo frio)
Agosto - 2017
Universidade Federal do Acre
Centro de Ciências da Saúde e Desporto
Curso de Medicina
Mário Jorge Ferreira da Silva
*
*
 4ª causa de morte
Corpo trabalha com uma variação de 3oC acima ou abaixo de 37º C. Assim, se a temperatura central se altera além desses limites, pode haver graves lesões ou até a morte.
O calor (energia) é transferido de uma área de maior concentração para uma de menor concentração mediante: radiação, condução, convecção e evaporação
Queimadura
*
*
Sistema Tegumentar \u2013 Pele e Anexos
- Proteger o corpo e regular a temperatura,
 Barreira contra infecções.
 Produção de vitamina D,
 Possui terminações nervosas para o tato, temperatura e pressão
Funções
*
*
Térmicas- causadas pelo calor: são as queimaduras mais comuns. Podem ser provocadas por gases, líquidos e sólidos quentes; frio 
Químicas - causadas por álcalis ou ácidos;
Elétricas- lesões causadas pelo trajeto da corrente através do organismo;
Radiação- raios UV, ou por radiações ionizantes
Causas de Queimaduras
*
*
Queimadura
- Pode ser dividida em graus de acordo com a profundidade: 
 - Primeiro Grau: atinge somente a epiderme. Caracteriza-se por dor local e vermelhidão da área atingida.
Tempo de recuperação: 2 a 5 dias
	
Prognóstico: ausência de cicatrizes; descoloração temporária
   
*
*
Queimadura
- Segundo Grau: Atinge a epiderme e a derme. Caracteriza-se por dor local e formação de bolhas d\u2019água.
Tempo de recuperação: 5 a 21 dias
Prognóstico: pode deixar cicatrizes
*
*
Queimadura
- Terceiro Grau: Atinge todo o tecido de revestimento, alcançando o tecido gorduroso, ou muscular, podendo chegar até o osso. 
Caracteriza-se por pouca dor, pele escurecida ou esbranquiçada, cercada por vezes de área de eritema.
*
*
Queimadura
- Terceiro Grau:
Tempo de recuperação: Semanas a anos
Prognóstico: Normalmente requer cirurgia ou enxerto de pele.
   
*
*
Extensão da Queimadura
Regra dos Nove
9%
9%
*
*
Gravidade
Profundidade
Extensão
Envolvimento de áreas críticas
Idade da vítima
Presença de lesão pulmonar por inalação
Presença de lesões associadas
Doenças pré-existentes.
*
*
Prioridades no cuidado às vítimas de queimaduras:
Interrupção do processo de queimadura (OLIVEIRA,PAROLIN; TEIXEIRA JR.,2007)
Controlar situação, apagando o fogo do paciente com água, cobertor ou rolando a vítima no chão.
Remover a vítima do ambiente hostil (explosão e gases)
Retirar roupas que não estejam aderidas, anéis, braceletes, tornozeleiras e congêneres.
Providenciar resfriamento das lesões e de fragmentos de roupas ou de substâncias como asfalto que estejam sobre o corpo da vítima
*
*
Avaliação primária e secundária
A, B,C,D,E
Vias aéreas ( calor seco/VAS; calor úmido/VAI) - obstrução se manifesta a medida que aumenta o edema - vítima pode necessitar de suporte ventilatório artificial.
 
Como suspeitar???
Queimaduras faciais, das sobrancelhas e vibrissas nasais, depósito de fuligem na orofaringe, faringe avermelhada e edemaciada, escarro com resíduos carbonáceos; história de confinamento em ambiente incendiário ou de explosão
*
*
Queimadura -VAS
*
*
Queimadura -VAS
*
*
Cuidados com a área queimada
Função dos curativos: diminuir a dor, contaminação e evitar perda de calor
Pequena extensão - úmidos SF frio não devem cobrir mais de 10% da SC (as queimaduras de 3º grau não devem ser cobertas com curativos úmidos; nas queimaduras extensas curativos úmidos podem levar a hipotermia)
Os curativos devem ser espessos e firmes mas não apertados
*
*
*
*
*
*
Nas queimaduras químicas - irrigar copiosamente a área queimada com água corrente ou SF. 
Retirar roupas e sapato da vítima. 
As substâncias químicas em pó devem ser retiradas por escovação
Encaminhar para centro de atendimento em queimados \u2013 Transporte Rápido.
Cuidados com a área queimada
*
*
CHOQUE ELÉTRICO
São acidentes causados pela eletricidade, tanto a natural (raios), como a artificial (fios, tomadas, etc\u2026) quando atingem o corpo humano.
Podem produzir queimadura externa e interna e até provocar parada cardíaca e respiratória, mutilações, etc\u2026 dependendo da DDP e da corrente elétrica envolvidas.
*
*
CHOQUE ELÉTRICO
A ação lesiva depende do meio em que a corrente ocorre e do tipo de corrente elétrica.
Quanto melhor condutor for o material, menor resistência à passagem de corrente elétrica , e portanto maior será a descarga pelo organismo.
Ex: água, pés descalços, mãos desprotegidas, roupa molhada, ferramenta de metal, etc\u2026 
*
*
Sinais sugestivos de Eletrocussão
Confusão mental, convulsões ou perda da consciência
Queimaduras na pele no local de entrada e de saída da corrente elétrica no corpo
Presença de fraturas em vários locais em virtude da contração muscular violenta provocada pela corrente elétrica
Pulso fraco e irregular até parada cárdio-respiratória.
*
*
Medidas de Primeiros Socorros
Não tocar na vítima até que esteja separada da corrente elétrica.
Desligar a corrente elétrica, se possível.
Usar material não condutor para afastar o fio da vítima.
*
*
Medidas de Primeiros Socorros
Certificar-se de que seus pés estão sobre material não condutor.
OBS: vítimas atingidas por raio, não retém eletricidade e podem ser tocadas.
Avaliar a vítima
Iniciar RCP, se necessário \u2013 chamar ajuda
Transportar a vítima para o hospital. 
*
*
Trauma Térmico: Lesões Produzidas pelo Calor e pelo Frio
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
Queimadura solar
Síncope por calor
Cãibras
Intermação/exaustão por calor
Insolação
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
Queimadura solar
Eritema e dor na pele que se inicia 30 minutos a 4 horas após exposição ao sol. Crianças podem apresentar febre, cefaléia e fadiga quando a área queimada é extensa.
Conduta: Compressas frias 
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
 Síncope por calor - desmaio Inconsciência transitória que ocorre em ambiente quente. Vítima em pé por tempo prolongado (espectador de evento). Ao desmaiar, o corpo fica na posição horizontal e a vítima desperta.
Conduta:Remoção do ambiente quente
*
*
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
 Cãibras por calor Contrações musculares em extremidades e abdômen. Ocorre em indivíduo que se exercita em ambiente quente e que repõe perdas de suor apenas com água
Conduta: Repouso Ambiente frio Reposição hidrossalina
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
 Exaustão pelo calor ou intermação Perda excessiva de água e eletrólitos devida a exercício vigoroso em meio ambiente desfavorável. 
*
*
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
Exaustão pelo calor ou intermação 
Sintomas: 
Náuseas
Tonturas
Fraqueza
dor de cabeça
pele pálida, fria e úmida
pulso rápido e fraco
- Desorientação
- Palidez
- cãibras musculares
- Cansaço
- desmaio
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
 Exaustão pelo calor ou intermação Conduta: Deitar e elevar pernas da vítimaRemoção para ambiente frioReposição hidrossalina (náusea e torpor)Remoção ao hospital
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
Insolação
Falha dos mecanismos de perda de calor e a temperatura corporal eleva-se perigosamente. Doença do calor menos comum e mais mortal. 
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
 Insolação
Clássica - desidratação e suor contínuo Ex: idosos em ondas de calor, obesos
Por esforço - calor = produção > perda
 Ex: Ambiente quente e úmido 
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
 Insolação 
Sintomas: 
Pele quente e seca 
Aumento da temperatura corporal
Fraqueza
Confusão mental até coma 
*
*
Lesões Produzidas pelo Calor
Insolação 
Conduta: 
Resfriamento rápido (água gelada ou gelo)
Oxigenioterapia
Preparo para convulsões
Transporte e/ou Suporte