A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
questionario III anatomia dos sistemas

Pré-visualização | Página 1 de 4

A bexiga urinária funciona como um reservatório temporário para o armazenamento da urina. Quando vazia, a bexiga está localizada inferiormente ao peritônio e posteriormente à sínfise púbica: quando cheia, ela se eleva para a cavidade abdominal. A capacidade média da bexiga urinária é de 700 – 800ml; é menor nas mulheres porque o útero ocupa o espaço imediatamente acima da bexiga. É um órgão muscular oco, elástico que, nos homens, situa-se diretamente anterior ao reto e, nas mulheres está à frente da vagina e abaixo do útero. Apresenta o trígono da bexiga. Este trígono é limitado por três vértices: os óstios de entrada da urina para a bexiga e o óstio de saída da urina. Assinale a alternativa que contém os órgãos relacionados aos óstios do trígono da bexiga.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
Ureteres e uretra.
	Respostas:
	a. 
Ductos deferentes e uretra.
	
	b. 
Ductos ejaculatórios e uretra.
	
	c. 
Ureteres e uretra.
	
	d. 
Ureter, uretra e ducto deferente.
	
	e. 
Ureter, uretra e ducto ejaculatório.
	Feedback da resposta:
	Resposta: c) ureteres e uretra
Comentário: O trigono da bexiga (trigono vesical) é composto pelos óstios ureterais (direito e esquerdo) e pelo óstio interno da uretra, em ambos os sexos.
	
	
	
Pergunta 2
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	A fratura de pênis é definida como trauma peniano fechado, com ruptura da túnica albugínea, camada de tecido fibroso que envolve os corpos eréteis, localizada logo abaixo da pele do pênis. Esta ruptura é consequente do aumento de pressão sob a albugínea, em geral durante atividade sexual, quando sua espessura se reduz em até 75%, tornando-se mais frágil e susceptível ao rompimento. Este ocorre, na maioria das vezes, na região da base do pênis e permite a saída, sob grande pressão, do volume sanguíneo acumulado no pênis. Segundo o texto e seus conhecimentos, assinale a alternativa correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
O pênis é constituído por 2 corpos cavernosos, ocorrendo nestes a maior incidência de fraturas.
	Respostas:
	a. 
O pênis é constituído por 1 corpo esponjoso, ocorrendo neste a maior incidência de fraturas.
	
	b. 
O pênis é constituído por 2 corpos esponjosos, ocorrendo nestes a maior incidência de fraturas.
	
	c. 
O pênis é constituído por 1 corpo cavernoso, ocorrendo neste a maior incidência de fraturas.
	
	d. 
O pênis é constituído por 2 corpos cavernosos, ocorrendo nestes a maior incidência de fraturas.
	
	e.
O pênis é constituído por 1 corpo cavernoso e 1 corpo esponjoso, ocorrendo lesão associada à ambos com a maior incidência de fraturas.
	Feedback da resposta:
	Resposta: d) O pênis é constituído por 2 corpos cavernosos, ocorrendo nestes a maior incidência de fraturas.
Comentário: O corpo do pênis é formado por três corpos ou cilindros: 2 corpos cavernosos (onde podem ocorrer as fraturas) e um corpo esponjoso (que contém a uretra).
	
	
	
Pergunta 3
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	A litíase, cálculo urinário ou pedra no rim, como é popularmente conhecida, é uma desordem causada por uma estrutura cristalina que começam bem pequenas e vão crescendo e podem se formar nas várias partes do trato urinário, principalmente em regiões mais estreitas. O desenvolvimento, o formato e a velocidade de crescimento destas estruturas dependem da concentração das diferentes substâncias químicas presentes na urina. A dor causada por um cálculo é descrita como a mais severa dor que uma pessoa pode experimentar, ocorrendo na porção inferior do dorso ou no abdômen. Esta dor pode ser tanto constante como descontínua e pode vir acompanhada de náusea, vômito e sangue na urina. Devido à dor severa, um ataque agudo consiste em uma verdadeira urgência. Os cálculos renais podem se formar nas várias partes do trato urinário, inclusive no interior dos rins. Assinale a alternativa que contem: - a região que recebe a urina assim que ela sai das pirâmides renais; - o órgão que pode receber os cálculos assim que estes saem dos rins.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
Cálice menor e ureter.
	Respostas:
	a. 
Córtex renal e uretra.
	
	b. 
Cálice menor e ureter.
	
	c. 
Cálice menor e cálice maior.
	
	d. 
Cálice menor e uretra.
	
	e. 
Coluna renal e ureter.
	Feedback da resposta:
	Resposta: b) cálice menor e ureter
Comentário: A urina apresenta uma trajetória desde a sua formação até sua eliminação para o meio externo, a saber: pirâmide renal, papila renal, cálice renal menor, cálice renal maior, pelve renal, ureter, bexiga urinária, uretra.
	
	
	
Pergunta 4
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	A vagina pode ser considerada um tubo de tecido conjuntivo e fibromuscular coberta internamente por mucosa vaginal e externamente pela fáscia endopélvica. O mecanismo de sustentação da vagina provém de dois diferentes sistemas: a musculatura estriada do assoalho pélvico que dá o suporte ativo, por meio do m. elevador do ânus, e a fáscia endopélvica que fornece o suporte passivo. A musculatura em situações de sobrecarga, como partos, aumento de peso excessivo etc. pode ser alongada, e a mucosa vaginal a acompanha, porém, fáscia não possui elasticidade e, portanto, rompe-se ou desprende-se de onde estava inserida. Formam-se então verdadeiras hérnias, que nada mais são que os diferentes defeitos do assoalho pélvico. É correto afirmar que a vagina se fixa ao redor de:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
Colo do útero.
	Respostas:
	a. 
Fundo do útero.
	
	b. 
Corpo do útero.
	
	c. 
Colo do útero.
	
	d. 
Tuba uterina.
	
	e. 
Uretra.
	Feedback da resposta:
	Resposta: c) colo do útero
Comentário: A vagina é um órgão interno, assim como os ovários, tubas uterinas e o útero. Desse modo, a porção do útero que envolve a porção mais superior da vagina é aquela porção mais inferior do útero, ou seja, o colo.
	
	
	
Pergunta 5
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	Anualmente no Brasil são realizadas cerca de 17 milhões de consultas ao ginecologista, contra 2,5 milhões de consultas ao urologista, segundo José Carlos Almeida, presidente da Sociedade Brasileira de Urologia. O homem geralmente se afasta do médico por medo de receber um diagnóstico negativo e não saber como lidar com alguma doença. Também contribui o medo do exame que ajuda a detectar o câncer de próstata. Além disso, a ausência dos homens nos consultórios está ligada a questões culturais, “a uma atitude machista de que eles não sentem dor”. O exame de toque é possível devido a posição anatômica da próstata. Assinale a alternativa que contem a posição correta da glândula.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
Inferior à bexiga e anterior ao reto.
	Respostas:
	a. 
Entre a bexiga e o reto.
	
	b. 
Inferior à bexiga e anterior ao reto.
	
	c. 
Inferior à bexiga e posterior ao reto.
	
	d. 
Posterior e inferior à bexiga.
	
	e. 
Anterior e inferior à bexiga.
	Feedback da resposta:
	Resposta: b) inferior à bexiga e anterior ao reto.
Comentário: A próstata situa-se, anatomicamente, entre o reto e a bexiga urinária. Entretanto, em relação à bexiga, situa-se inferiormente.
	
	
	
Pergunta 6
0,4 em 0,4 pontos
	
	
	
	As glândulas vestibulares maiores (também chamadas glândulas de Bartholin), correspondem às glândulas bulbouretrais (de Cowper) no homem. Ambas ficam alojadas na parede da vagina, com tamanho aproximado entre 0,5 e 1,0 cm, tendo como função efetuar a lubrificação do órgão, preparando-o para o ato sexual. A região onde se abrem estas glândulas é conhecida como vestibulo da vagina que fica posicionado:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
entre lábios menores.
	Respostas:
	a. 
entre lábios menores e maiores.
	
	b. 
entre lábios menores.
	
	c. 
entre lábios maiores.
	
	d. 
na vagina.
	
	e. 
no monte do púbis.
	Feedback da resposta:
	Resposta: b) entre lábios menores
Comentário: A região conhecida como vestíbulo