A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
paper mercado de capitais

Pré-visualização | Página 1 de 1

�
UNIVERSIDADE DO CONTESTADO – UnC
CURSO ADMINISTRAÇÃO – EAD
Disciplina: MERCADO FINANCEIRO E DE CAPITAIS 
Acadêmica: RENATO ERDMANN 
Mercado Financeiro e de Capitais 
O mercado de capitais é um mecanismo de distribuição de valores mobiliários, que tem o objetivo de gerar liquidez aos títulos emitidos pelas empresas e viabilizar o seu processo de capitalização. Podemos definir o Mercado financeiro como um ambiente de compra e venda de valores mobiliários (ações, títulos), câmbio (moedas estrangeiras) e mercadorias (ouro, produtos agrícolas). 
Direciona os recursos financeiros da sociedade para o comércio, a indústria e outras atividades econômicas, assim remunerando melhor o investidor e contribuindo para o desenvolvimento econômico do país. Nessas negociações, estão envolvidas diversas instituições, que facilitam o encontro entre agentes e regulam e fiscalizam as transações.
No mercado financeiro, o investidor é aquele que dispõe de dinheiro sobrando e que deseja multiplicá-lo. Os caminhos para isso são diversos, mas partem sempre do mesmo ponto: a verba é destinada a uma aplicação que oferece valorização de acordo com diretrizes acordadas entre as partes. Na renda fixa, o investidor pode projetar o rendimento na hora do investimento: ele saberá se o dinheiro vai se valorizar de forma prefixada, com um juro anual definido, pós-fixada, atrelada a um indicador, ou híbrida, pagando um juro fixo mais a variação de um índice de preços. Na renda variável, por outro lado, não há uma garantia de retorno. Um investimento em ações de uma empresa na bolsa de valores pode se valorizar ou desvalorizar, dependendo do interesse do mercado.
No Brasil essa modalidade teve início em 1979 implantado inicialmente pelo Bovespa com opções de compra aberta, mais tarde permitiu-se o lançamento de opções de compra a descoberto e a negociação com opções de venda. No mercado de opções não são negociadas ações, mas direitos sobre elas, portanto é o direito de uma parte comprar ou vender a outra parte até uma determinada data, uma quantidade de ações a um preço preestabelecido. Quanto maior o desvio padrão, maior o risco da ação, estatisticamente quanto maior o risco maior tende a ser o retorno esperado da ação. Isso pode significar que o investidor tanto pode ter grandes ganhos como grandes perdas. 
Referências Bibliográficas 
FONSECA, José Wladimir Freitas da. /Mercado Financeiro e de Capitais / José Wladimir Freitas da Fonseca– Curitiba, PR: IESDE, 2009. 124 p.