A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
55 pág.
2) PRINCÍPIOS FÍSICOS DA ÁGUA atualizado

Pré-visualização | Página 1 de 2

*
PRINCÍPIOS FÍSICOS DA ÁGUA
 
*
INTRODUÇÃO
Massa: A massa de uma substância é a quantidade de matéria que ela compreende.
Peso: O peso de uma substância é a força com a qual ela é atraída no sentido do centro da Terra.
*
Relação entre massa e peso
A massa é inalterável e é medida em kilogramas. O peso é o efeito da gravidade sobre a massa, e altera-se de acordo com a posição de um corpo em relação à Terra e é medida em Newton.
*
Densidade
Densidade = m/v
Densidade relativa ou gravidade específica
É a relação entre a densidade de um objeto e a densidade da água. Em outras palavras, é a propriedade de um corpo na água que determina se ele flutuará ou não. (ACCACIO;RADL;SACCHELLI,2007)
*
 
Densidade da água pura = 1
Corpo com densidade menor que 1- flutuará
Corpo com densidade maior que 1 – não flutuará.
A densidade varia com o sexo, idade, partes do corpo e patologias.
*
*
*
*
*
*
*
*
DENSIDADE
Ar - 0.00125
Poliestireno- 0.02
Borracha - 0.914
Ferro - 7.
Mercúrio - 13,6 
*
 
ADULTO – 0,974 – 0,994
HOMEM ADULTO – 0,982
MULHER ADULTA – 0,971
CRIANÇA - 0,960
EXPIRAÇÃO ADULTO 1,01-1,07
*
*
FLUTUAÇÃO
Princípio de Arquimdes : quando um corpo é submerso em um líquido ele sofre uma força de flutuabilidade ( empuxo) igual ao peso do líquido que desloca.
Flutuação é a força experimentada como empuxo para cima, que atua no sentido oposto à força da gravidade.
*
*
 
A quantidade de força de flutuação experimentada como empuxo para cima, que atua será determinada pela densidade do líquido no qual ele está submerso.
*
A quantidade de força de flutuação experimentada como empuxo para cima, que atua será determinada pela densidade do líquido no qual ele está submerso.
*
Flutuação na posição de sela
*
Benefícios da flutuação
Possibilidade de movimentos tridimensionais;
Posturas não realizadas em solo;
Liberdade de movimentos;
Informações sensoriais ao SNC.
*
EFEITOS FISIOLÓGICOS DA FLUTUAÇÃO
Diminuição da pressão intra-articular, principalmente das articulações de suporte, facilitando movimentos e nutrição articular;
Atua na redução da atividade dos músculos anti-gravitacionais, diminuindo a tensão e o espasmo muscular.
*
Flutuação facilitada pelo terapeuta ou por algum dispositivo
*
Flutuação
*
EFEITOS FISIOLÓGICOS DA FLUTUAÇÃO
Efeito do empuxo auxilia a postura ortostática em pacientes cujos músculos ou articulações não suportam o seu peso corporal;
O empuxo oferece resistência ou assistência ao movimento, quando os objetivos são o fortalecimento, a resistência muscular ou ADM.
*
Quando o peso do corpo flutuante iguala-se ao peso do líquido deslocado, e os centros de flutuação e de gravidade estão na mesma linha vertical, o corpo é mantido em equilíbrio estável.
Centros desalinhados = forças rotacionais
*
CENTRO DE FLUTUAÇÃO X CENTRO DE EQUILÍBRIO
Quando o peso do corpo flutuante iguala-se ao peso do líquido deslocado, e os centros de flutuação e de gravidade estão na mesma linha vertical, o corpo é mantido em equilíbrio estável.
Centros desalinhados = forças rotacionais
*
ALTERAÇÃO DA POSIÇÃO DE FLUTUAÇÃO
Mudança da posição do centro de flutuação –inspiração e expiração;
Centro de massa : modificação da posição dos braços e pernas, uso de flutuadores;
Densidade relativa : inspirações profundas e longas.
*
 
A capacidade natural de flutuação do indivíduo é influenciada pela composição do corpo ( percentual de massa gorda x percentual de massa magra ).
*
USO DE FLUTUADORES PARA GRADUAR EXERCÍCIOS
Assistência ao movimento ( facilitação) 
Resistência ao movimento;
Sustentação do movimento.
*
PRESSÃO HIDROSTÁTICA
Lei de Pascal : a pressão de um fluido é exercido de forma igual em qualquer nível em uma direção horizontal, que significa que a pressão é igual em um velocidade constante a uma dada profundidade.
A pressão aumenta com a profundidade – recurso terapêutico.
Pressão Hidrostática : mais evidente no tórax.
*
Pressão Hidrostática
A título de exemplo:
Imersão 122cm aproximadamente de profundidade
Pressão de 88,9mmHg : levemente maior que a pressão diastólica auxiliando o retorno venoso , atuando na redução de edemas. (ACCACIO;RADL;SACCHELLI,2007
*
EFEITOS TERAPÊUTICOS
Analgesia , através da estimulação exaustiva dos receptores barestésicos da pele, impedindo a chegada da sensação de dor do SNC, TEORIA DA COMPORTAS.
Busca da melhora da capacidade respiratória, oferecendo resistência à expansão torácica e abdominal.
*
 
Diminuição de edemas de extremidades inferiores, auxilia na drenagem linfática dos membros inferiores para o tronco;
*
METACENTRO
Está relacionado com o balanço na água. Um corpo imerso na água está sujeito a duas forças opostas : a gravidade e o empuxo.
Para que o corpo atinja o equilíbrio, as duas forças devem estar alinhadas.
*
METACENTRO
Se as duas forças estiverem em diferentes pontos, o corpo tende a rodar. Ele sofre rotação até o corpo atingir o equilíbrio novamente.
Portanto metacentro é o ponto entre o centro de gravidade e o centro de flutuação para que o corpo atinja o equilíbrio.
*
METACENTRO
Na água, a posição mais estável é a vertical, pela posição dos dois centros . E a posição horizontal é a mais instável, que tenderia o corpo a rodar mais facilmente.
*
VISCOSIDADE
É a magnitude do atrito interno do líquido ou a resistência de um fluido em se deslocar. Se deve a coesão molecular. Quando as camadas do líquido são colocadas em movimento, essa atração cria resistência ao movimento e é designada como atrito.
A viscosidade da água é maior que a do ar.
*
Viscosidade
*
Viscosidade
*
Viscosidade
*
TURBULÊNCIA
Movimento aleatório das moléculas de água;
É produzido pelo aumento da velocidade, produzindo movimentos irregulares do líquido que varia em qualquer ponto fixo, criando movimentos rotatórios.
A resistência friccional é proporcional ao quadrado da velocidade.
Sua resistência é devido ao atrito entre as moléculas individuais do líquido e entre o líquido e a superfície.
*
Formação do efeito esteira
Um corpo em movimento na água resulta diferença na pressão da água entre a frente e a parte de trás do corpo. O movimento provoca uma pressão maior na frente e diminui atrás, provocando um fluxo de água para dentro da área de pressão reduzida.
*
 
O grau de turbulência depende da velocidade do movimento.
Turbulência: auxilia ou promove resistência ao movimento, na marcha, equilíbrio, desequilíbrio , coordenação.
*
REFRAÇÃO
É a fração de um raio de luz quando ele passa de um meio para outro de densidade diferente.
Refração é a razão pela qual as piscinas aparentam-se mais rasas do que realmente são, e aumenta com a distância entre o observador e a pessoa imersa.
*
REFRAÇÃO
A importância dessa característica para os profissionais que trabalham com reabilitação aquática é o fato do observado (paciente), por que está de fora (terapeuta), não representar a realidade, pois as proporções são alteradas.
Sendo assim o fisioterapeuta deve ter um cuidado especial em relação à postura correta do paciente durante os exercícios.
(ACCACIO;RADL;SACCHELLI,2007)
*
SUPERFÍCIE DE TENSÃO OU TENSÃO SUPERFICIAL
Força exercida entre as moléculas da superfície de um fluido, criando uma espécie de película sobre ela.
É a barreira , a fronteira do meio líquido para o gasoso.
A força resistiva da tensão superficial torna-se uma variável ativa na medida em que a área da superfície aumenta.
*
RESISTÊNCIA AO MOVIMENTO
A resistência ao movimento da água é o resultado de um esforço para movimentar uma massa na água, combinado com o esforço para vencer suas características friccionais