A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Gestão de negocios em centro de estética Portifolio Grupo

Pré-visualização | Página 1 de 2

Tucuruí 
2016 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DENISE QUARESMA 
RAQUEL LAIA QUARESMA 
RAYANE SILVA SOUSA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO 
SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E IMAGEM PESSOAL 
 
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO 
 
Tucuruí 
2016 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO 
 
Trabalho de Estética e Imagem pessoal apresentado 
à Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, como 
requisito parcial para a obtenção de nota nas
disciplinas de Recursos Estéticos aplicados aos 
Tratamentos Corporais, Fundamentos de Gestão e 
Marketing, Comunicações e Relações Humanas, 
Seminário Temático: Gestão de Negócios em 
Centros de Estética. 
 
Orientadores: Profs. Cláudia Stoeglehner, Vânia 
Terra, Fernanda Caleiro, Aleksander Roncon, 
Luciane Barbosa, Heloísa Licha e Mariana Bravo. 
 
 
DENISE QUARESMA 
RAQUEL LAIA QUARESMA 
RAYANE SILVA SOUSA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SUMÁRIO 
1 CENTROS DE ESTÉTICA E EXIGÊNCIAS DO MERCADO ...................................... 3 
REFERÊNCIAS .................................................................................................................... 8 
 3
1 CENTROS DE ESTÉTICA E EXIGÊNCIAS DO MERCADO 
Atualmente há uma preocupação crescente com a beleza, que para alguns 
está associada à sensação de saúde. Consequentemente, o número de centros de estéticas 
aumenta, sobretudo nas grandes capitais. Segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às 
Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), com o ingresso do público masculino e da terceira 
idade a tendência é que haja um aumento continuado na procura por este serviço. Nesse 
contexto muitos empreendedores estão apostando no ramo da Estética e Beleza, e diversos 
salões de beleza, clínicas e centros especializados de estética tem surgido. 
Todavia a criação de um empreendimento, como um centro de estética, 
exige a contratação de profissionais qualificados e a organização dos setores e funções de 
cada um dentro da instituição. Essa organização pode ser feita por meio de ferramentas como 
os organogramas. 
Para ilustrar melhor esta organização em forma de organograma de serviços, 
foi realizada uma pesquisa e selecionado um centro de estética. A empresa selecionada foi O 
EBM - Centro Especializado em Estética - Espaço Bela Mulher que é uma marca na área da 
beleza com conceito inovador, consagrada e reconhecida nacionalmente em qualidade e 
gestão. A empresa existe há mais de 9 anos e tem sua sede em Ceilândia/DF. A seguir será 
apresentando o organograma de serviços da EBM: 
 Organograma EBM 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Fonte: Próprio Autor (2016) 
 4
No entanto, apesar de crescente, esta clientela tem se mostrado cada vez 
mais seletiva na escolha de produtos e serviços. Por este motivo nota-se que, cada vez mais, 
as empresas desse ramo tem buscado diferenciais para se destacarem perante a concorrência, 
além de procurar sempre contratar profissionais capacitados e qualificados. 
Nesse contexto, o Fórum Econômico Mundial elencou, por meio de um 
relatório, as dez competências mais exigidas no mercado de trabalho até 2020. Elas apesar de 
serem habilidades gerais, podem ser consideradas a chave para quem quer ser um profissional 
de sucesso na área de Estética e Beleza. Por esse motivo, a seguir, destacam-se algumas 
habilidades que o Proprietário, Gerente e Prestador de serviços de um centro estético devem 
ter, respectivamente. 
Ser proprietário de um centro estético está associado a grandes 
responsabilidades como por exemplo, se relacionar com investidores e funcionários, servir 
bem os clientes, trabalhar de acordo os objetivos da empresa, ou seja, equilibrar o conjunto 
diversificado de habilidades necessárias para manter uma empresa de sucesso. Para tanto, é 
necessário que se desenvolvam algumas habilidades. Dentre elas podemos citar a aptidão para 
a resolução de problemas complexos, a criatividade, o pensamento crítico, a inteligência 
emocional, a negociação e a coordenação. 
A Resolução de problemas complexos é uma habilidade primordial para o 
proprietário de um centro de estética, pois ela é útil para transformar crises em oportunidades 
e sucessos. A criatividade por sua vez incentiva o crescimento, algo que uma empresa não 
pode sobreviver sem. Como proprietário de um negócio, deve-se fazer disso uma prioridade 
para ocasionalmente retirar-se de sua rotina diária e dar-se tempo para pensar e criar. 
Outra habilidade essencial que o dono de uma empresa deve procurar 
desenvolver é o pensamento crítico que objetiva evitar a estandardização e o conformismo. A 
inteligência emocional é outra característica importante. O empreendedor deve ser capaz de 
controlar impulsos, canalizar emoções para situações adequadas, praticar a gratidão e motivar 
as pessoas, além de outras qualidades que possam ajudar a encorajar outros indivíduos. 
É de responsabilidade do proprietário ainda, entender as necessidades e 
expectativas do cliente e saber negociar com eles. Os fatores decisivos para a negociação 
incluem uma boa dose de respeito, abertura ao diálogo, identificação de necessidades dos dois 
lados, clareza e honestidade. 
O gerente por sua vez, é um líder que precisa influenciar e mobilizar sua 
equipe para que a mesma desenvolva motivação para realizar as atividades propostas com o 
potencial máximo (GUIMARÃES, 2014). Para alcançar isto, ele também precisa apresentar 
 5
algumas características e habilidades especiais, são elas: a gestão de pessoas, a criatividade, a 
negociação, a capacidade de julgamento e tomada de decisões, a inteligência emocional, a 
resolução de problemas complexos entre outras. 
Um bom gerente deve ter a capacidade de motivar e desenvolver pessoas na 
empresa, precisa ainda saber resolver problemas complexos compreendendo os processos 
subjacentes à arte de conseguir canalizar o talento das pessoas em direções rentáveis para o 
sucesso coletivo. Além disto, quanto mais criativa for a solução para um problema ou para 
desenvolver uma oportunidade mais competitiva sua empresa estará no mercado. 
Um bom líder será sempre bom na tomada de decisões em ambientes de alta 
complexidade, contexto mais frequente na rotina corporativa. Nesse sentido o gerente de um 
centro de estética deve possuir a criatividade como ferramenta para encontrar maneiras de 
fazer mais com menos, de reduzir custos, de simplificar processos e sistemas e de aumentar 
lucratividade da empresa. 
Com a inteligência emocional ele terá em mente que a maioria das situações 
de trabalho é envolvida por relacionamentos entre as pessoas e, desse modo, pessoas com 
qualidades de relacionamento humano, como afabilidade, compreensão e gentileza têm mais 
chances de obter o sucesso. Rápidas promoções, trazer resultados efetivos para a equipe e 
para a empresa, ampliação da rede de relacionamentos e aprendizado com maior facilidade 
são alguns dos benefícios quando o profissional desenvolve esta competência. 
Já o prestador de serviços de um centro de estética precisa ser, entre outras 
coisas, criativo e disposto a servir. Nas empresas em geral, os funcionários que possuem 
essas habilidades são muitas vezes recompensados, porque conseguem até mesmo melhorar 
um serviço já existente. 
As competências anteriormente elencadas, fundamentadas no relatório do 
Fórum Econômico Mundial, foram selecionadas por serem importantes para estes 
profissionais desenvolverem suas atividades de maneira satisfatória, eficiente