A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
Clonagem Humana

Pré-visualização | Página 1 de 1

*
*
CLONAGEM HUMANA 
E CRIOGENIA
*
*
 CASO PRÁTICO
 Mariana e Carlos tentavam ter filhos há anos, até que decidiram recorrer à fertilização in vitro. Em 2001, fizeram o procedimento, que resultou na fecundação de 10 embriões. Foram implantados 3, e 2 vingaram. Considerando o sucesso da gravidez de gêmeos, Mariana e Carlos deixaram os demais embriões congelados na clínica de fertilização, objetivando usá-los algum dia. Quatro anos depois, resolveram voltar à clínica em busca de novo procedimento. Tinham melhorado de vida e queriam mais filhos. No entanto, ao chegarem lá, foram informados de que a clínica havia dado os embriões para uma pesquisa com células-tronco do Hospital das Clínicas da cidade em que moravam. Indignados, procuram você na condição de advogado(a), buscando uma solução para o caso. 
*
*
ENGENHARIA GENÉTICA E BIOTECNOLOGIA
PESQUISAS BIOTECNOCIENTÍFICAS: são modos de atuação das ciências, em especial as ligadas à área da saúde, chamadas de ciências da saúde, que visam promover, ou desenvolver, tecnologias diversas (medicamentos, técnicas, operações) que ampliem as capacidades humanas, visando a saúde e o bem-estar dos humanos e não humanos, normalmente por meio de alteração biológica.
ENGENHARIA GENÉTICA: “emprego de técnicas científicas dirigidas à modificação da constituição genética de células e organismos, mediante a manipulação de genes”.
TRANSFERÊNCIA DE INFORMAÇÕES GENÉTICAS ENTRE CÉLULAS: novas características célula ou receptor. 
GENOMA: conjunto de Informações cromossômica.
DNA: Mensagem genética. 
PROJETO GENOMA HUMANO: Conhecer quase 4 mil moléstias.
*
*
EXPERIMENTOS CIENTÍFICOS EM HUMANOS
 Dec. Universal D. Homem – art. 22: zelo ao paciente
 Nunca malefício, sempre benefício
Ainda que vantagem para ciência – sociedade – humanidade
Origem: Nuremberg – 1947 pós Mengele
-Alemanha: Nazismo
 -Japão: infecção de chineses por cólera, peste, dissecções vivas sem anestesia
-EUA: envio de tropas após explosão atômica
-EUA: Idosos doentes recebendo injeções de células cancerosas vivas
-Iraque: ataque químico aos curdos
-África do Sul: esterilização seletiva de negros por microrganismos manipulados em laboratório.
*
*
LEGISLAÇÃO
Código de Nuremberg (1947)
Declaração Universal dos Direitos Humanos, 1948.
Constituição Federal, Art. 1º, inciso II.
Declaração Universal sobre o Genoma Humano
Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos, 2005.
Lei Federal nº11.105, de 24 de março de 2005.
Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde.
*
*
PATRIMÔNIO GENÉTICO 
 Assuntos Lei 11.105/05
Produção
Manipulação
Transporte
Importação
Exportação
Armazenamento
Pesquisa
Comercialização
Consumo
Cultivo
Descarte
*
*
LEI DE BIOSSEGURANÇA
O Artigo 3º da Lei de Biossegurança aponta quais as diferenças entre os dois tipos de clonagem acima mencionados: “IX – clonagem para fins reprodutivos: clonagem com a finalidade de obtenção de um indivíduo;X – clonagem terapêutica: clonagem com a finalidade de produção de células-tronco embrionárias para utilização terapêutica;”
O artigo 5º, assegura que é permitida a utilização de células-tronco embrionárias retiradas de embriões criados por meio de fertilização in vitro e que não foram utilizados no procedimento de implantação. Mas coloca como condições a necessidade de que sejam embriões inviáveis ou, sendo viáveis, que estejam congelados há pelo menos 3 anos. 
O artigo 6º, inciso IV, que é proibida a clonagem humana, estabelecendo no Artigo 26 pena de reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, mais o pagamento de multa. 
*
*
CLONAGEM
1. Natural: um processo de reprodução assexuada de bactérias, alguns tipos de fungos específicos e plantas que dão origem a outros geneticamente modificados.
2. Genética: usa-se o DNA (Ácido Desoxirribonucleico), uma molécula presente no núcleo da célula com informações genéticas, e amplia-se um de seus segmentos modificando o gene. É muito comum o uso na agricultura e na pecuária, para o fortalecimento de animais e plantas, tornando-os resistentes a doenças e pragas. 
3. Reprodutiva: a clonagem reprodutiva é a fusão de uma célula somática (células responsáveis pela formação de órgãos e tecidos) com um óvulo do qual se retira o núcleo original. A partir daí, cria-se um animal idêntico ao doador da célula somática. O caso mais famoso de que se tem notícia é o da ovelha Dolly, reproduzida na Escócia, em 1996.
4. Terapêutica: um processo no qual se criam células-tronco embrionárias a partir da substituição do núcleo de um óvulo por um par de células somáticas, que se dividem em laboratório, sem a implantação no útero. A ideia é que a partir dessas células laboratoriais sejam criados órgãos, tecidos e terapias para cura de doenças. Esses óvulos e espermatozoides são obtidos através de doações ou da utilização de zigotos (óvulos fecundados) descartados pelas clínicas de fertilização.
*
*
DIREITOS DA PERSONALIDADE
São aqueles inerentes à pessoa humana e sua dignidade, compreendendo aspectos que digam respeito ao indivíduo em seus aspectos biológicos, intelectuais e morais e que são considerados, pelo Ordenamento Jurídico Brasileiro, como indisponíveis.
EX: O direito à vida, à liberdade de pensamento, à honra, etc
A legislação não diz de forma taxativa quais são os direitos que possuem ligação direta com a dignidade da pessoa humana.
*
*
Os direitos da personalidade se caracterizam por sua: 
indisponibilidade,
extrapatrimonialidade, 
generalidade, 
vitaliciedade, 
impenhorabilidade 
por serem oponíveis a todos os demais indivíduos
*
*
DIREITOS FUNDAMENTAIS E PERSONALIDADE
O direito à vida é direito fundamental, fonte de todos os demais direitos existentes em nosso Ordenamento Jurídico.
Em 2008, o Supremo Tribunal Federal julgou improcedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade n. 3510 (de 2005), que questionava a possibilidade de utilização, em pesquisas e terapias, de células-troncos embrionárias que tivessem como origem os embriões humanos criados por meio de fertilização in vitro. A ADI afirmava, portanto, a inconstitucionalidade do Artigo 5º da Lei de Biossegurança em face da inviolabilidade do direito à vida.
*
*
“Referida decisão é um marco na evolução do direito brasileiro, pois relativiza o direito à vida em prol de outro interesse também relevante: o direito de outras pessoas à cura de doenças graves ainda sem resposta” .

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.