A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
SERVIÇO SOCIAL E QUESTÃO SOCIAL

Pré-visualização | Página 3 de 4

de liberação e 
visibilidade das ações democratizada o sistema decisório, a 
participação social permite maior expressão e visibilidade das 
demandadas sociais provocando um avanço na promoção da 
igualdade nas politicas publicas. A sociedade por meio de inúmeros 
movimentos e formas associativismo permeia as ações estatais na 
defesa e alargamento de direitos, demandas ações e é capaz de 
executa-las no estresse politico. 
 
IrPtLeKa@apanhados 
 
 
 
IrPtLeKa@apanhados 
 
 
03) A participação social tem sido reafirmada no Brasil como um 
fundamento dos mecanismos institucionais que visam a garantir a 
efetiva proteção social contra riscos e vulnerabilidades, assim como a 
vigência dos direitos sociais. Portanto, quais são os sentidos da 
participação social? 
R: Três enunciados sintetizam os sentidos que justificam a 
participação no que se refere aos direitos sociais: 
• A participação social promove transparência na deliberação e 
visibilidade das ações, democratizando o sistema decisório; 
• A participação social permite maior expressão e visibilidade das 
demandas sociais, provocando um avanço na promoção das 
igualdades da equidade nas políticas públicas; 
• A sociedade, por meio de inúmeros movimentos e formas de 
associativismo, permeia as ações estatais na defesa e alargamento de 
direitos, demanda ações e é capaz de executa-las no interesse público. 
 
04) A seguridade social conquistada coloca no centro do debate, a 
discussão sobre o estabelecimento de mínimos sociais, numa 
contraposição às ideias neoliberais que defendem a redução da 
responsabilidade pública em relação às desigualdade sociais. 
No Brasil como entender os mínimos sociais propostos pelas políticas 
públicas? 
R: A Constituição Federal de 1988 (BRASIL, 1988) tornou expressiva a 
intervenção social do Estado no campo da proteção social, com 
impactos relevantes no que diz respeito ao desenho das políticas e à 
definição dos benefícios e do sistema de proposição do acesso aos 
direitos sociais. Em geral, o Estado neoliberal, cria um sistema de 
benefícios distribuídos de forma fragmentada para diferentes 
segmentos sociais, com priorização para das famílias, nas coberturas 
previdenciárias, por exemplo, o salário-família, o apoio às gestantes e 
à maternidade etc. 
 
 
05) Cite alguns dos princípios fundamentais do Código de Ética 
Profissional dos Assistentes Sociais de 1993. 
IrPtLeKa@apanhados 
 
 
 
IrPtLeKa@apanhados 
 
 
RESP . Liberdade, valor ético central, autonomia, emancipação e plena 
expansão dos indivíduos sociais ; a defesa intransigente dos direitos 
humanos e a recusa do arbítrio e do autoritarismo ;a defesa da 
democracia ; o posicionamento em favor da equidade e da justiça 
social . 
RESP: Esse marco constitucional de 1988 passa à esfera estatal as 
responsabilidades da inclusão dos direitos sociais, fixando o tripé da 
seguridade social, composto por assistência social, saúde e 
previdência, com base nos princípios da universalidade e da garantia 
de acesso a estes ao cidadão, enquanto política publica. 
 
06)Comente sobre a Assistência Social na constituição federal de 
1988. 
R: A política de assistência social no Brasil ganha destaque com a 
constituição Federal de 1988 (BRASIL, 1988) e passa a ser 
considerada política pública, compondo o tripé de seguridade social, 
responsabilidade do Estado e direito do cidadão com, caráter 
democrático e previsão de gestão descentralizada e participativa. 
 
07) Como se deve ser a atuação do Assistente Social em relação aos 
Conselhos? 
R: E relevante que o assistente social, ao atuar profissionalmente, não 
apenas, incentive a sociedade civil a tomar parte nos conselhos e 
contribua para tal, mas também participe dessas reuniões. Isso é 
fundamental, visto que os conselhos são importantes canais para a 
participação coletiva e a criação de novas relações politicas entre 
governos e cidadãos, o assistente social possibilite a formar grupos 
organizados que lutem por cidades mais justas e igualitárias, para a 
construção de outras formas de participação e gestão da Publica. 
 
08) Como o modelo liberal estabelece um regime de bem - estar social 
conhecido como welfare State. 
R: Em geral, o Estado, nessa experiência neoliberal, cria um sistema de 
benefícios distribuído de forma fragmentada para diferentes 
segmentos sociais, com priorização para das famílias, nas coberturas 
IrPtLeKa@apanhados 
 
 
 
IrPtLeKa@apanhados 
 
 
previdenciárias, por exemplo, o salario família, o apoio às gestantes e 
à maternidade etc. Em suas análises, reporta-se à experiência, social 
democrata, que consiste num sistema universalista de provisão 
estatal, pelo qual todos os cidadãos fazem jus, individualmente, a um 
elevado nível de benefícios. 
 
09) De que forma o Estado Neoliberal no Brasil tratou a questão social 
e suas Expressões? 
R: O Estado neoliberal e sua racionalização criaram barreiras para o 
processo de enfrentamento da questão social, e o que marca as 
iniciativas políticas são: os processos de desresponsabilizarão do 
Estado no tocante a políticas públicas, que passam a ter como 
característica a ação focalizada, descentralizada e privatizada. 
 
10) Frente aos dilemas provocados pelas expressões da questão social, 
como o assistente social pode interagir e intervir numa perspectiva 
dialética e crítica? 
R: Nesse mesmo movimento, a critica profissional induz a busca de 
novos conhecimentos e proporciona, a uma parcela da categoria 
profissional, elementos motivadores para os processos de pesquisa, 
possibilitando considerável interação intelectual critica com 
investigadores de outras áreas. 
 
11) Intervenção estatal regulamentada pelas leis complementares, 
que normatizam as determinações constitucionais, passou a referir-se 
a terreno mais vastos da vida social, com objetivos de equalizar o 
acesso a oportunidade e de enfrentar condições de destituição de 
direitos ,riscos sociais e pobreza. Como essa legislação organizada a 
proteção social e qual seu alcance? 
R: Esse marco constitucional de 1988 passa à esfera estatal as 
responsabilidades da inclusão dos direitos sociais, fixando o tripé da 
seguridade social, composto por assistência social, saúde previdência, 
com base nos princípios da universalidade e da garantia de acesso a 
estes ao cidadão, enquanto política publica. 
 
IrPtLeKa@apanhados 
 
 
 
IrPtLeKa@apanhados 
 
 
12) Os capitais fictícios, diziam respeito ao modo como as estratégias 
são adotadas Pelos capitalistas para a preservação dos patamares de 
lucro e para a criação de novas formas de acumulação financeirizada 
do capital. Explique o que são capitais fictícios. 
R: Os capitais fictícios são aqueles que resultam mais diretamente do 
capital a juros, do sistema de crédito, quando a riqueza real 
aparentemente se duplica, como são o caso das ações de uma empresa. 
Acontece que muitas vezes o valor destas ações se move com 
independência do valor do patrimônio das empresas, ocorrendo uma, 
Valorização especulativa, o que caracteriza um incremento do volume 
total de capital fictício existente. 
 
Nas ultimas décadas; é possível identificar grandes vertentes de 
política social, que se inter-relacionam na prática, por derivarem da 
mesma matriz ideológica o neoliberalismo. Qual é uma destas 
vertentes? 
 
 
13) O que é a financeirização do capital? 
 
 
14) Porque se considera que o agravamento da Questão Social e o 
adensamento da violência estrutural são legítimos na sociedade 
,muitas vezes, tornam-se naturalizados e camuflados, para que sejam 
aceitos pela população?