A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
historia educacao no brasil

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação Parcial: CEL0520_SM_201708407618 V.1 
	Acertos: 9,0 de 10,0
	Data: 03/05/2018 19:57:59 (Finalizada)
	
	
	1a Questão (Ref.:201708489268)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Sobre a transição do Feudalismo para o Capitalismo, observe os enunciados abaixo:
 I. A economia feudal possuía base agrária, ou seja, a agricultura era a atividade responsável por gerar a riqueza social naquele momento. Ao mesmo tempo, outras atividades se desenvolviam, em menor escala, no sentido de complementar a primeira e suprir necessidades básicas e imediatas de parcela da sociedade. A pecuária, a mineração, a produção artesanal e mesmo o comércio eram atividades que existiam, de forma secundária.
II. A pequena produtividade fazia com que qualquer acidente natural (chuvas em excesso ou em falta, pragas) ou humano (guerras, trabalho inadequado ou insuficiente) provocasse períodos de escassez. Nesse sentido havia uma tendência a auto preocupação por parte dos senhores feudais em possuir uma estrutura que pudesse prover em momentos de crise.
III. Dentro da transição do capitalismo, os burgueses eram ex-camponeses e passaram a fazer parte da vida urbana.  Nessa fase, a burguesia queria se desvincular do clero para consolidar a formação de um novo sistema, o capitalista.
Está(ão) correta(s):
		
	
	Apenas III
	
	I e III
	
	I, II e III
	 
	I e II
	
	II e III
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201708489278)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O feudalismo foi um fenômeno histórico que teve sua origem relacionada à ruralização da sociedade. Na época moderna, no contexto da Europa Ocidental, verificou revolução social, na qual o feudalismo dá lugar ao capitalismo. Foram causas da desagregação da ordem econômica feudal, EXCETO:
		
	 
	A forte capitalização realizada pelos artesãos e a criação de grandes unidades industriais;
	
	Um recuo da servidão, com muitos servos fugindo ou se transformando em pequenos arrendatários, constituindo pequenas propriedades rurais;
	
	A peste negra ou bubônica em 1348, vinda do Oriete Médio, atingiu a população europeia, dizimando em cerca de 30%
	
	As constantes e pesadas chuvas caídas sobre a Europa Ocidental, entre 1315 e 1317, devastaram os campos e prejudicaram as colheitas;
	
	O estabelecimento de uma nova classe social, a burguesa, resultou no deslocamento do eixo econômico da área rural agrícola para o comércio urbano;
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201708627395)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	"...a corte real do Ancien Regime sempre acumulou duas funções: a de instância máxima de estruturação da grande família real e a de órgão central da administração do Estado como um todo, ou seja, a função de governo" (ELIAS, 2001, p. 27). A partir da citação acima, podemos concluir que para o autor a corte:
		
	
	Era um local de intensa mobilidade social e apresentava elementos dos mais variados
	
	Apresentava uma liderança única e tinha vários seguidores
	
	Dela faziam parte os burgueses, classe social que então já começava a se tornar de intenso significado para a estrutura do Antigo Regime
	
	Era um dos órgãos de administração do Estado e atuava junto aos camponeses no intuito de controlar toda a produção
	 
	Tinha uma forte representação e era o símbolo máximo do poder político e local
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201708686578)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	"Parece lícito supor que ocorreram transformações significativas nas sociedades europeias ao longo dos séculos XV e XVI. Atividades econômicas, relações sociais, formas políticas e culturais, tudo afinal se modificou em menor ou maior grau, embora em ritmos e proporções diferenciados entre si. Tal conjunto permite-nos considerar essa época o começo de um período distinto do medieval, quaisquer que tenham sido as permanências e continuidades". (Falcon, 2006)
Com base na citação acima e no estudo das nossas aulas, assinale a opção correta sobre o o contexto da transição da Idade Média para a Idade Moderna:
		
	
	A transformação de uma sociedade de classes, com grande mobilidade social, para uma sociedade estamental com fraca mobilidade social determinada pelo poder da Igreja.
	
	A passagem de uma sociedade de classes para uma sociedade de castas.
	
	A desorganização de uma sociedade patriarcal, com grande mobilidade vertical, para uma sociedade de Corte com nenhuma mobilidade social.
	
	A mudança de uma sociedade de castas para uma sociedade estamental, com mobilidade social na nobreza de Corte.
	 
	A transformação de uma sociedade estamental, com imperceptível mobilidade social definida pela origem de nascimento, para uma sociedade de classes com certa mobilidade social, determinada pelo poder econômico.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201708627462)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O mercantilismo pode ser definido a partir de diferentes características. Marque aquela que define esse sistema:
		
	
	Um modo de produção no qual o capital é o fator primordial para o seu desenvolvimento.
	
	Conjunto de normas jurídicas que marcaram as relações entre burgueses e servos ao longo da Idade Média
	
	Ordenamento econômico que marcou as relações financeiras entre senhores e servos durante o Antigo Regime
	 
	Conjunto de práticas econômicas que marca a transição do sistema feudal para o sistema capitalista.
	
	Um conjunto de práticas oriundas do feudalismo e que mantém sua estrutura de negociação comercial no modo de produção feudal
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201708484364)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Os séculos XIV e XV oferecem uma série de novas propostas em um mundo em que as instituições, sem dúvida estão sendo repensadas, Humanistas, universidades, o comércio, os novos monarcas, convivem com fomes e guerras, e uma peste que parecia ter mais apetite do que qualquer outra, até então. Estas transformações vão gerir conflitos dentro da instituição eclesiástica, gerando formas de pensamento divergentes e conflitantes. Sobre a organização econômica dos Estados Modernos frente as transformações políticas e culturais dos séculos XIV e XV:
		
	
	O mundo mergulha em um intenso processo pré-capitalista, passando as cidades a serem os centros absolutos de poder e as grandes trocas a principal prática de transformação social
	 
	O Mercantilismo começa a ser teorizado e levado como prática.
	
	Temos uma mistura de modo de produção asiático e modo de produção capitalista com o lento e gradual abandono do modo de produção medieval em todo o Ocidente europeu.
	
	O mundo moderno ainda mantém práticas feudais em todas as suas práticas, tendo excessões não teorizadas nas cidades italianas.
	
	A modernidade é a época da burguesia, domina o mundo, passando a ter mais poderes inclusive que a nobreza laica e se sobrepondo à todas as outras instituições.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201708500841)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	No início da modernidade, assistimos a uma série de grandes transformações que provocaram a desestruturação do mundo feudal e também a diminuição do poder Católico. Outro elemento também relacionado a esse momento histórico é:
		
	
	a crescente influência das idéias iluministas
	
	a descentralização político-administrativa dos terrritórios
	 
	o estabelecimento dos Estados Nacionais
	
	a ascensão de governos totalitários
	
	a formação de repúblicas autocráticas
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201708492732)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	Entre outras características do Estado Moderno podemos salientar:
		
	 
	democracia
	 
	reconhecimento do poder central
	
	tirania
	
	reconhecimento do parlamento
	
	reconhecimento das leis
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201708500179)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.