A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Resenha do filme o jardineiro fiel

Pré-visualização | Página 1 de 1

O Jardineiro Fiel. Fernando Meirelles. EUA, 2005. 129 min (DVD). ___________________________________________________________________
Resenha do filme: O jardineiro fiel
A obra cinematográfica que tem como nome, O jardineiro fiel, lançada em 2005, dirigida pelo brasileiro Fernando Meirelles, nos faz refletir até que ponto a ciência vai pelo dinheiro, como pessoas que se encontram na miséria, sem nenhuma condição de sobrevivência podem se defender contra uma rede que atua visando o lucro. Sem dúvida é uma clara denúncia ética contra as barbáries que ocorrem na África. 
O filme retrata a história do casal Justin e Tessa, ele um diplomata britânico e ela uma defensora das causas sociais. A trama se desenvolve quando eles decidem ir morar na África. Chegando lá, o que mais chama a atenção de Tessa é o interesse de uma empresa farmacêutica pela população africana. Ela acaba tornando-se amiga de um médico local chamado Arnold Bluhm. Com o passar do tempo, os dois descobrem o real interesse das indústrias farmacêuticas em um país tão pobre, a testagem de um novo remédio para tuberculose fabricado por uma grande empresa, o qual era testado na população sem o consentimento desta, a empresa, é claro, lucraria muito dinheiro com o lançamento do novo fármaco no comércio. Muitos africanos morriam por causa do medicamento e eram enterrados em qualquer lugar, sua morte não era notificada oficialmente, além de que os registros eram todos apagados, como se eles não existissem, para que assim não houvesse brecha para descobrirem o que se passava ali.
 Tessa e Arnold viajam com a esperança de encontrar quem inventou o fármaco, porém os dois acabam sendo assassinados. Justin fica desolado com a notícia, todos afirmavam que sua esposa tinha um caso com Arnold justificando que era por isso que eles passavam tanto tempo juntos, porém não acreditando nestes discursos, Justin começa a investigar mais a fundo a morte de Tessa. Não precisou de muito tempo para desvendar a rede que acobertava os testes sem consentimento e descobrir que, sua esposa foi morta pois era vista como uma ameaça que estava colocando em risco o dinheiro que resultaria deste negócio desumano. Justin em busca de saber quem foi o responsável direto pela morte de sua esposa acaba se envolvendo e sabendo demais, o que resultou também em sua morte, na mesma praia em que Tessa foi assassinada. 
Percebe-se que neste contexto de teste de um novo fármaco, o estudo que melhor se enquadra é o de ensaio clínico randomizado, pois nota-se claramente a intervenção da indústria farmacêutica analisando o efeito e a eficácia de um novo remédio para tuberculose em uma população, que neste caso era a população africana. Este estudo se caracteriza pela alta credibilidade já que os grupos são homogêneos, porém apresenta limitações quanto a problemas éticos, que no filme fica bem explícito.
Quanto as questões éticas, pode-se observar que ocorrem vários conflitos, a ética pode ser definida como um conjunto de valores morais e princípios que norteiam a conduta humana na sociedade, a ética serve para que haja um equilíbrio e bom funcionamento social, assim possibilitando que ninguém saia prejudicado. Ao se utilizar uma população para testes farmacêuticos, sem lhes dar o direito da escolha, a empresa não está apenas ferindo a ética, mas também a autonomia desta população. O filme mostra que toda a rede envolvida considera a população africana como já condenada à morte pelo fato desta ter uma condição de vida miserável, sendo, portanto, alvo fácil de manipulação em testes com fins lucrativos. Ao invés de ajudarem essas pessoas só pensam no benefício que terão sem ter nenhuma empatia com o outro, se aproveitando assim da vulnerabilidade de uma população sem o mínimo de conhecimento. Isso denota o quanto as pessoas podem ser individualistas e egoísta.
Outro aspecto que se evidencia é o fato das autoridades terem conhecimento e mesmo assim negligenciaram tal situação deixando as pessoas servirem de cobaia, os seres humanos dali, não passam de meros objetos, desamparados, sem segurança, condicionados sob ameaças e imposições.
Conclui-se então que o filme é uma denúncia e um pedido de socorro para aqueles sujeitos desamparados, sem conhecimento. Também foi verificado que o melhor estudo clínico que se enquadra com o filme é o ensaio clínico randomizado, porém deve-se respeitar as implicações éticas que ele dispõe sem se aproveitar dos menos favorecidos, visto que a ciência tem o intuito de melhorar a qualidade de vida humana e não de ser utilizada como uma forma de poder para tirar proveito dos outros. Deve-se tentar quebrar a lógica de que quem tem dinheiro e poder é quem domina e não ser cego e ignorante para questões tão importantes e delicadas como a vida humana, pois ela precisa ser valorizada.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.