Ventilação Industrial - Clezar  2ª ed
111 pág.

Ventilação Industrial - Clezar 2ª ed


DisciplinaRefrigeração, Ar Condicionado e Ventilação93 materiais1.259 seguidores
Pré-visualização34 páginas
SÉRIE DIDÁTICA 
'lagens aéreas 
s - seqüendals e paralelos 
311mentos 
congênitas 
discurso do Eslado à prática do 
ia prático para desenhos em 20 
ia prático para desenhos em 20 
!Senhando em 20 
1 prático para desenhos em 20 
i prático para desenhos em 30 
1 de coletividades 
a e de íorça em circuitos elétricos 
1ear com Derive 
precisa saber 
nlação, comunicação e 
dos espaciais 
ectos fundamenÍais para 
11 Universal - CDU 
tnaria estrutural 
cânico 
físico de bacias hidrográficas 
? fotogrametria e sua utilização prática 
cálculo de campos 
ira Engenharia: estática e 
l enfoque voltado à Informática 
colos com LDTQSllSO 
s Ciências Sociais 
iências Agrárias e Biológicas :... 
:perimentação 
!l 
! Il 
ials 
iografla 
mias hidráulicos 
Latim 
mas dinâmicos lineares 
o Português do Brasil 
lnteligenda Artificial 
Inteligência Artificial: ferramentas e teorias 
Introdução à Engenharia 
Introdução à Engenharia: conceitos, ferramentas e 
comportamentos 
Introdução à Física Nuclear e de Partículas 
Bementares 
Introdução à Matemática 
Introdução à Química Inorgânica Experimental 
Introdução à Teoria dos Grafos 
Introdução à Topologia Geral 
Introdução ao Laboratório de Física 
Latim para o português - gramática, língua e literatura 
Le Français Parlé, pratique de la prononclation du Français 
Macroescultura dental 
Manual básico de Desenho Técnico 
MapleV 
Matemática - 100 exercícios de grupos 
Matemática Rnanceira através da HP-12C 
Matrizes e sistemas de equações lineares 
Microbiologia- manual de aulas práticas 
Monitoramento global integrado de propriedades rurais 
Natação: ensine a nadar 
Noções básicas de Geometria Descritiva 
O papel da escola na construção de uma socieclacle 
democrática 
Óleos e gorduras vegetais - processamento e análise 
Principias de combustão aplicada 
Promenades - textes et exercises pour la classe de nançais 
Propriedades químicas e teolO!ógicas do amido de 
mandioca e do polvilho ai.edo 
Química Básica - teoria e experimentos 
Redação 
Redação oficial 
Redes de Petri 
Taguchi e a melhoria da qualidade: uma releitura aitica 
Teaching ln a dever way - tarefas comunicativas para 
professores de Ungua Inglesa do i \u2022 grau 
Temologia de grupo e organização da manufatura 
Teoria fundamental do motor de inclu<;ão 
Topografia contemporânea - Planimetria 
Transmissão de energia elétrica 
Unidades de informação: conceitos e competência 
Ventilação industrial 
. ~rnmmr 
H3 
BSv 
~d. 
9 
VENTILÂ 
INDUSTRl~L 
Unrversldade Federal dos Vales do 
Jequi~nhonha e Mucuri 1111illiií~~]ijí1l1í1i1l1111 
~ 
DAUFSC 
...... (Dj 
....... J-
--&quot;llt& 
20 
commended Practice, o qual é uma referência internacional da área. A primeira 
edição deste manual é datada de 1951 e tem sido atualizada. praticamente, a cada 
dois anos. A freqüência de sua utilização como fonte de informações práticas fez 
com que ganhasse a reputação de ser &quot;A Bíblia&quot; dos profissionais da área. 
Com relação às publicações em língua portuguesa, o número é extremamente 
reduzido. destacando-se os livros: Engenharia de l'entilação Industrial dos autores 
A. L. S. Mesquita. F. A. Guimarães e N. Nefussi. cuja primeira edição é datada 
de 1977, e ventilação Industrial e Controle da Poluição. de Archibald Joseph 
:J\Iacintyre. cuja primeira edição é datada de 1990. 
Assim. as motivações principais para a elaboração deste trabalho foram: 
1- A necessidade de um tex to sem redundâncias do conteúdo visto em outras 
disc~plinas básicas: que agilizasse sem grande prejuízo de uma fundamentação 
teórica adequada a apresentação cio conteúdo programático da d isciplina de 
Venti lação Industrial. pertinente ao currículo do Curso de Engenharia :'.\Iecânica 
da Universidade Federal de Santa Catarina. 
2- A escassez de publicações em língua nacional sobre o assunto. 
3- Acreditamos ainda que esta obra poderá atender aos Engenheiros que dese-
jam se iniciar nesta á rea tão importante da Higiene Ocupacional. bem como 
constituir-se em uma opção de consulta aos Engenheiros e Técnicos que já 
atuam na área. 
Gostaríamos de externar nossos agradeceimentos à Equipe de Revisores da 
Editora da UFSC. pela dedicação no trabalho de re,·isão da 2ª Edição deste Livro. 
Os autores 
Capítulo 1 
Generalidades 
A ventilação é um ramo do conhecimento tecnológico com aplicações em. pra-
t icamente. todas as atividades humanas. Ela se aplica tanto nos processos produ-
ti vos industriais coroo também nos processos de controle ambiental. No que tange 
ao controle de ambientes ocupados pelo homem, a ventilação se aplica às questões 
de conforto e de segurança. Por outro lado, não se pode deixar de mencionar a sua 
aplicação na agricultura. na zootecnia, ou seja. em todas as atividades nas quais 
seja necessário um certo controle da qualidade do ar. 
Apesar da abrangência de emprego da ventilação. este livro dará uma ênfase 
maior à ventilação de processos industriais, sendo, portanto, adequado como mate-
rial de referência para os cursos de Engenharia Mecânica, que freqüentemente têm, 
em seu currículo. a disciplina Ventilação Industrial. Isto não significa, entretanto, 
que o conteúdo apresentado não possa ser utilizado por estudantes e profissionais 
de outras á reas. Este capítulo tem por objetivo definir a ventilação industrial. 
apresentar suas aplicações. bem como as diferentes maneiras de promovê-la. 
1.1 Conceitos fundamentais 
Ventilar é trocar o ar de um recinto fechado. Esta troca. quando ocorre por 
meios naturais. é denominada uentilação natural Por outro lado. quando é indu-
zida por equ ipamentos mecânicos, é denominada uentilação mecânica. 
O objetivo fundameutal da ventilação é controlar a pureza cio ar. visando à 
segmança e ao bem-estar Císico cios trabalhadores. 
A ucmtilaçiio industrial trata das aplicações da ventilação no setor industrial. 
22 Ventilação Industrial 
Ar contaminado 
~!% '--Vi ~ Ar rnc~n~o~s-=:........~~~~~~~_J 
con lam.inado 
i 
Figura 1.1: Objetirn da ventilação industrial 
1.2 Aplicações da ventilação industrial 
A maior parte das indústrias necessita de um sistema de ventilação para manter 
ou melhorar o ambiente de trabalho. O seu emprego pode ser dividido em três 
áreas pri.Ílcipais: 
\u2022 controle de contaminantes em níveis aceitáveis: 
\u2022 controle da temperatura e umidade para conforto; 
\u2022 prevenção ao fogo e a explosões. 
A ventilação industrial não visa apenas a atender a condições favoráveis para 
aqueles que trabalham no interior das fábricas ou nos seus limites. Objetiva, 
também, impedir que o lançamento de contaminantes na atmosfera. através de 
chaminés ou outros recursos, venha poluir o ar. ameaçando a saúde e a vida da 
população das vizinhanças e até mesmo de locais relativamente a fastados. 
1.3 Tipos de ventilação industrial 
A ventilação pode ser classificada em dois grandes grupos: ventilação local 
exaustora (vle) e ventilação gera l diluidora (vgd). conforme mostra a Figura 1.2. 
Genera lidades 
J Ar conta-
minado 
Ar menos -= P e:::::>~ ~ ::::: 
conta- =< = 
minado (a) Local 
(exaustora) 
~ 
J r.= Ar '.:Ji1 = conta-
Ar menos f: !? / f = minado 
,----J°'..._ ?-: ,,;:- b 
'---!/ ? 
conta- ~ ~ F::::::::~ 
minado (b) Geral 
(diluidora) 
Figura 1.2: Ventilação local e ventilação geral 
23 
A ventilação local exaustora (vi~) é realizada por meio de um equipamento cap-
tor de ar junto à fonte poluidora. E um tipo de ventilação indicada para situações 
em que as fontes de poluição sejam perfeitamente identificadas e localizadas no 
interior do ambiente. 
A uentilação geral. diluidora (vgd) proporciona a ventilação de um ambiente, 
de um modo global. E indicada para situações em que a fonte de poluição do ar 
não está confinada em pontos perfeitamente identificáveis. 
1.4 Medidas de controle 
Não