A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
Regime Militar SLIDES

Pré-visualização | Página 1 de 1

• Era necessário livrar o país de uma ameaça comunista; 
• Restabelecer a Hierarquia; 
• O golpe de 1964 foi formado por civis e militares; 
• Derrubaram o então presidente democraticamente eleito 
João Goularte;
• O regime durou 21 anos (1964-1985);
Todos anticomunistas e contrários a quebra da hierarquia militar, porém também 
discordavam entre eles, foram divididos em dois grupos os 
CASTELISTAS e LINHA DURA. 
• Castelo Branco perseguiu e prendeu estudantes, jornalistas e
políticos ligados ao governo anterior e atacaram suas
organizações como a UNE (União Nacional dos Estudantes).
• O Ato Institucional (AI-1), esse ato retira do individuo seus
direitos políticos ou de cidadão. Sem que os poderes sejam
consultados.
• Doutrina de Segurança Nacional a segurança é a condição
básica para o desenvolvimento e uma grande ameaça à
segurança de um país são seus inimigos internos
(subversivos).
• AI-2 Apenas dois partidos (ARENA) Aliança Renovadora
Nacional e (MDB) Movimento Democrático Brasileiro.
• AI-3 Eleições indiretas para governadores.
• AI-4 Reabriu o congresso para aprovar uma a Constituição de
24 de Janeiro de 1967, que ampliava os poderes do presidente
e restringia o direito de greve.
• Lei da imprensa censura aos jornais e revistas.
• Lei de segurança nacional a justiça militar tem o direito de
julgar os crimes de “subversão”
CONTRA A MÁ QUALIDADE DA ALIMENTAÇÃO FORNECIDA AOS ESTUDANTES, NESSE CONFRONTO O 
PARAENSE EDSON LUÍS LIMA SOUTO, DE 18 ANOS FOI MORTO
Dava ao presidente da República o poder de:
• Fechar o congresso nacional
• Cassar políticos eleitos pelo povo
• Demitir, transferir e aposentar funcionários públicos
• Decretar estado de sítio e suspender o direito de habeas
corpus.
COM A MORTE DE COSTA E SILVA, UM GRUPO DE MILITARES
DESRRESPEITARAM A CONSTITUIÇÃO NÃO PERMITINDO SEU VICE DE
ASSUMIR, EM 1969 COM UMA EMENDA CONSTITUCIONAL
APROVARAM A PENA DE MORTE.
Governo de Médici
• Qualquer cidadão suspeito de ser “subversivo” podia ser detido,
torturado e morto sem que a família soubesse seu paradeiro.
• Órgãos de Repressão: SNI – Serviço Nacional de Informação
e DOPS – Departamento de Ordem Política e Social, ambos
foram “aperfeiçoados”.
• Redução da inflação nacional
• Atração de investimentos externos
• Ampliação da empresas públicas
• Projetos de integração territorial
• Projetos energéticos