A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
20 pág.
SIMULADO

Pré-visualização | Página 6 de 10

benefícios eventuais, no âmbito do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, assinale a alternativa CORRETA: 
a) O benefício eventual, na forma de auxílio natalidade, constitui-se em uma prestação definitiva, contributiva da assistência social, em pecúnia ou em bens de consumo, para reduzir vulnerabilidade provocada por nascimento de membro da família. 
b) O requerimento do benefício natalidade deve ser realizado até sessenta dias após o nascimento. 
c) A morte da criança inabilita a família a receber o benefício natalidade. 
d) O benefício, requerido em caso de morte, deve ser pago imediatamente, em pecúnia ou em serviço, sendo de pronto atendimento, em unidade de plantão 24 horas.
60) (MPE-SP, 2012) Considere as seguintes afirmações sobre a Lei Orgânica da Saúde (Lei no 8.080/90): 
I. São objetivos do Sistema Único de Saúde SUS: a) a identificação e divulgação dos fatores condicionantes e determinantes da saúde; b) a formulação de política de saúde destinada a promover, nos campos econômico e social, a observância do dever do Estado de garantir que a saúde consiste na formulação e execução de políticas econômicas e sociais que visem à redução de riscos de doenças e de outros agravos e no estabelecimento de condições que assegurem acesso universal e igualitário às ações e aos serviços para a sua promoção, proteção e recuperação; c) a assistência às pessoas por intermédio de ações de promoção, proteção e recuperação da saúde, com a realização integrada das ações assistenciais e das atividades preventivas. 
II. Estão incluídas no campo de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS): a colaboração na proteção do meio ambiente, nele compreendido o do trabalho. 
III. As ações de vigilância sanitária não abrangem o controle de bens de consumo ainda que, direta ou indiretamente, se relacionem com a saúde, enquanto compreendidos nas etapas e processos de produção. 
IV. As ações de saúde do trabalhador compreendem um conjunto de atividades que se destina, através das ações de vigilância epidemiológica e vigilância sanitária, à promoção e proteção da saúde dos trabalhadores, assim como visa à recuperação e reabilitação da saúde dos trabalhadores submetidos aos riscos e agravos advindos das condições de trabalho, mas não estão no âmbito da atuação do Sistema Único da Saúde. 
Está correto o que se afirma APENAS em
a) I e II. 
b) II e III. 
c) II e IV. 
d) I e III. 
e) I e IV.
61) (FCC, TRT-RJ, 2011) A Política Nacional de Assistência Social - PNAS tem como compromisso redesenhar coletivamente a política de assistência social, na perspectiva de implementação do Sistema Único de Assistência Social - SUAS, materializando as diretrizes da Lei Orgânica de Assistência Social - LOAS. Ela expressa a concreticidade do conteúdo da Assistência Social como um pilar do sistema 
a) capitalista na garantia de acesso aos direitos sociais. 
b) descentralizado e participativo na condução do ideário neoliberal.
c) de proteção social brasileiro no âmbito da Seguridade Social. 
d) de cidadania regulada sobre a égide da Constituição de 1988. 
e) de garantia de direitos sem interface com as demais políticas sociais.
62) (COVEST, UFPE, 2010) No contexto do Sistema Único de Assistência Social - SUAS, o planejamento é elemento estratégico para superar a prática assistencialista e clientelista e evitar a improvisação. São elementos estruturantes do plano de assistência social: 
1) o conhecimento da realidade como processo cumulativo, dinâmico baseado em levantamento de dados quantitativos resultante de análise documental de domínio exclusivo dos técnicos envolvidos. 
2) elaboração de diagnóstico social e fixação de objetivos e conteúdos das ações a serem comunicados posteriormente à população envolvida.
3) avaliação do cenário socioeconômico, político e cultural com a participação dos grupos representativos da área em estudo visando à construção coletiva por aproximações sucessivas. 
4) mapeamento e cobertura da rede prestadora de serviços, bem como caracterização das situações de vulnerabilidade e risco de acordo com o percentual da linha de pobreza no município a ser atendido. 
5) implantação de um processo decisório participativo e transparente para avaliação de prioridades e estratégias e mobilização da população para participar das decisões.
Estão corretas, apenas: 
a) 1, 2 e 3. 
b) 3, 4 e 5. 
c) 2 e 4. 
d) 3 e 5. 
e) 1 e 4.
63) (FUNRIO, INSS, 2013) As transgressões dos preceitos do Código de Ética Profissional do Psicólogo constituem infração disciplinar com a aplicação das seguintes penalidades, na forma dos dispositivos legais ou regimentais:
I. Advertência;
II. Censura pública;
III. Suspensão do exercício profissional, por até 30 (trinta) dias, ad referendum do Conselho Federal de Psicologia;
IV. Cassação do exercício profissional, ad referendum do Conselho Federal de Psicologia;
V. Prisão por tempo estipulado pelo Presidente do Conselho Federal de Psicologia.
Dentre estas, só se referem ao citado código as seguintes penalidades: 
a) I, II, III e IV. 
b) I, II, IV e V. 
c) I, III, IV e V. 
d) II, III, IV e V. 
e) I, III e V.
64) (CEPERJ, DEGASE, 2012) No atendimento à criança e ao adolescente, de acordo com o Código de Ética Profissional dos Psicólogos, é correto afirmar que: 
a) os responsáveis devem ser comunicados sobre o estritamente essencial para a promoção de medidas em benefício do atendido. 
b) a criança ou o adolescente não precisam ser informados sobre os meios de registro e observação da prática psicológica. 
c) o atendimento regular de criança, adolescente ou interdito não poderá ser efetuado, no caso de não se apresentar um responsável legal. 
d) o psicólogo não é o responsável pelos encaminhamentos necessários para garantir a proteção integral do atendido 
e) no atendimento à criança ou adolescente, o psicólogo compartilhará as informações necessárias para qualificar o serviço prestado, resguardando apenas a confidencialidade.
65) (FCC, TRF, 2012) Propõe que o psicólogo encontre sua maior fonte de trabalho e preocupação no âmbito da psicohigiene, ocupando- se com problemas de prevenção no seio da família, das instituições e da comunidade, agindo fundamentalmente como assessor ou consultor em instituições públicas ou privadas, que, como o hospital, têm infinitos problemas de desajuste social, emocional e administrativo que travam com frequência a sua ação e eficiência. Trata-se de 
a) Alberto Eiguer. 
b) Isidoro Berenstein. 
c) José Bleger. 
d) David Zimerman. 
e) Eduardo Kalina.
66) (ESPP, MPE-PR, 2014) O Centro de Referência Especializado de Assistência Social para a População em Situação de rua — CREAS POP — apoia a oferta de Serviço Sócio Assistencial em municípios com: 
a) Até 200 (duzentos) mil habitantes. 
b) Até 157 (cento e cinquenta e sete) mil habitantes. 
c) Menos de 100 (cem) mil habitantes. 
d) Até 220 (duzentos e vinte) mil habitantes. 
e) Mais de 250 (duzentos e cinquenta) mil habitantes.
67) (CESPE, MS, 2010) O Programa de Promoção do Crescimento e Desenvolvimento do Lactente (PPCD) é um programa de ações educativas junto a mães de recém-nascidos, realizado por uma equipe interprofissional, complementar à puericultura realizada pelas unidades básicas de saúde. São duas atividades com objetivos diferentes, complementares entre si, ambas atuando na melhoria das condições de saúde da população infantil. Sua atuação é embasada em três pilares: estímulo ao aleitamento materno, recuperação e estreitamento do vínculo mãe-filho e ações educativas feitas pela equipe interprofissional. 
“No programa, enfermeiros, médicos, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, pedagogos e outros profissionais de saúde trabalham conjuntamente unidos pelo interesse na melhoria das condições de saúde. No âmbito do PPCD, o apoio matricial e as equipes interprofissionais e de referência são, ao mesmo tempo, arranjos organizacionais e uma metodologia para a gestão do trabalho em saúde, objetivando ampliar as possibilidades de realizar-se clínica ampliada

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.