prática criminal
2 pág.

prática criminal


Disciplina<strong>jurisprudência</strong>24 materiais7 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Prática da
Advocacia Criminal

Júri \u2013 Parte 1Júri \u2013 Parte 1
Legale

crimes contra a pessoa - Vida

São crimes contra a vida:
\ufffd homicídio
\ufffd participação em suicídio\ufffd participação em suicídio
\ufffd infanticídio
\ufffd aborto

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Vale lembrar que o verbete 721 da
Súmula do Supremo Tribunal Federal diz:
\u201cA competência constitucional do Tribunal \u201cA competência constitucional do Tribunal
do Júri prevalece sobre o foro por
prerrogativa da função estabelecido
exclusivamente pela Constituição
Estadual\u201d.

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Homicídio: é a eliminação da vida extra-
uterina

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Quando se inicia a vida extra-uterina?

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Rompimento da bolsa (saco amniótico) RT
729/571 \u2013 RJDTACRIM 34/390

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Quando termina a vida extra-uterina?

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Morte encefálica

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd OBS) a lei 9434/97 (Doação de órgãos)
prevê no seu art. 3°:

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Art. 3°A retirada post mortem de tecidos,
órgãos ou partes do corpo humano destinados a
transplante ou tratamento deverá ser precedida
de diagnóstico de morte encefálica, constatada de diagnóstico de morte encefálica, constatada
e registrada por dois médicos não participantes
das equipes de remoção e transplante,
mediante a utilização de critérios clínicos e
tecnológicos definidos por resolução do
Conselho Federal de Medicina

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Há várias modalidades de homicídio:
\ufffd - simples
\ufffd - privilegiado\ufffd - privilegiado
\ufffd - qualificado
\ufffd - culposo
\ufffd - culposo majorado
\ufffd - doloso majorado

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd O homicídio é um crime hediondo ?

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Quando foi criada a lei 8.072/90 não. O
homicídio só se torna hediondo com a
alteração procedida pela lei 8.930/94alteração procedida pela lei 8.930/94

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd O homicídio será hediondo quando:
\ufffd - qualificado
\ufffd - simples como prática de grupo de \ufffd - simples como prática de grupo de

extermínio

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Quem é a vítima do homicídio ?

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Qualquer pessoa,

\ufffd entretanto...\ufffd entretanto...

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Quando o homicídio culposo for de
trânsito (na direção de veículo automotor)
a regra a ser aplicada é do art. 302 da lei a regra a ser aplicada é do art. 302 da lei
9503/97 (pena de detenção de 2 a 4 anos
e suspensão ou proibição de obter a
permissão ou habilitação)

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Quando o homicídio doloso for contra:
\ufffd - Presidente da República
\ufffd - Presidente do Senado\ufffd - Presidente do Senado
\ufffd - Presidente da Câmara dos Deputados
\ufffd - Presidente do Supremo Tribunal Federal
\ufffd ...

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Trata-se de crime contra a segurança
nacional (Lei 7170/83 \u2013 art. 29 \u2013 pena de
reclusão de 15 a 30 anos) (crime político)reclusão de 15 a 30 anos) (crime político)

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Pode o homicídio ser crime militar (Art.
205 do Decreto-Lei 1.001/69)

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Pode, ainda, o homicídio ser crime de
genocídio (Art. 1°da Lei 2.889/56)

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Homicídio Privilegiado (traz uma redução
de pena de 1/6 a 1/3) ocorre quando o
agente pratica o homicídio doloso por:agente pratica o homicídio doloso por:

\ufffd - violenta emoção
\ufffd - relevante valor social
\ufffd - relevante valor moral

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd O homicídio privilegiado não poderá ser
tese na primeira fase do Júri (pronúncia),
somente sendo explorado em plenáriosomente sendo explorado em plenário

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Homicídio doloso será qualificado quando
o agente agir:

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd - por mediante paga ou promessa de
recompensa, ou por outro motivo torpe

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd - por motivo fútil

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd - com emprego de veneno, fogo,
explosivo, asfixia, tortura ou outro meio
insidioso ou cruel, ou de que possa insidioso ou cruel, ou de que possa
resultar perigo comum

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd - à traição, de emboscada, ou mediante
dissimulação ou outro recurso que dificulte
ou torne impossível a defesa do ofendidoou torne impossível a defesa do ofendido

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd - para assegurar a execução, a ocultação,
a impunidade ou vantagem de outro crime

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd - Contra a mulher por razões da condição
de sexo feminino

\ufffd (Considera-se que há razões de condição
de sexo feminino quando o crime envolve de sexo feminino quando o crime envolve
violência doméstica e familiar e/ou
menosprezo ou discriminação à condição
de mulher)

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd - contra autoridade ou agente descrito nos arts.
142 e 144 da Constituição Federal, integrantes

do sistema prisional e da Força Nacional de
Segurança Pública, no exercício da função ou Segurança Pública, no exercício da função ou
em decorrência dela, ou contra seu cônjuge,
companheiro ou parente consanguíneo até
terceiro grau, em razão dessa condição

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd (art. 142 - As Forças Armadas, constituídas
pela Marinha, pelo Exército e pela
Aeronáutica)

\ufffd (art. 144 - I - polícia federal; II - polícia
rodoviária federal; III - polícia ferroviária
federal; IV - polícias civis; V - polícias
militares e corpos de bombeiros militares)

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd OBS: a pena para o homicídio simples é
de reclusão de 6 a 20 anos. Já a pena
para o homicídio qualificado é de reclusão para o homicídio qualificado é de reclusão
de 12 a 30 anos

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd OBS: a pena para o homicídio culposo é
de detenção de 1 a 3 anos

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Essa pena será aumentada de um terço,
se:

\ufffd - o crime resulta de inobservância de
regra técnica de profissão, arte ou ofício;
- o crime resulta de inobservância de
regra técnica de profissão, arte ou ofício;

\ufffd - se o agente deixa de prestar imediato
socorro à vítima, não procura diminuir as

consequências do seu ato ou foge para
evitar prisão em flagrante

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd No homicídio doloso, se a vítima for
menor de 14 anos ou maior de 60 anos a
pena será aumentada em 1/3 (causa de pena será aumentada em 1/3 (causa de
aumento de pena)

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd No homicídio doloso, a pena será
aumentada em 1/3 até a metade (cusa de
aumento de pena) se o crime for praticado aumento de pena) se o crime for praticado
por milícia privada, sob o pretexto de
prestação de serviço de segurança, ou por
grupo de extermínio.

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd A pena do feminicídio é aumentada de 1/3 (um
terço) até a metade se o crime for praticado:

\ufffd I - durante a gestação ou nos 3 (três) meses
posteriores ao parto;

\ufffd II - contra pessoa menor de 14 (catorze) anos,
maior de 60 (sessenta) anos ou com
deficiência;

\ufffd III - na presença de descendente ou de
ascendente da vítima

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd No homicídio culposo poderá ser aplicado
perdão judicial, se as consequências da
infração atingirem o próprio agente de infração atingirem o próprio agente de
forma tão grave que a sanção penal se
torne desnecessária

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Participação em suicídio
\ufffd - o suicídio em si não é crime. Porém, por

se tratar de direito humano, é indisponível se tratar de direito humano, é indisponível
(não há o direito de morrer)

crimes contra a pessoa - Vida

\ufffd Ocorrência:
\ufffd - se dá quando o agente contribui com o

suicídio