A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
simulado civil VI 4ª aula (3)

Pré-visualização | Página 1 de 2

DIREITO CIVIL VI
4a aula
		
	 
	Lupa
	 
	 
	
Vídeo
	
PPT
	
MP3
	 
	
	 
	Exercício: CCJ0147_EX_A4_201408273829_V4 
	11/05/2018 09:26:22 (Finalizada)
	Aluno(a): IRAN BARROS DA SILVA
	2018.1
	Disciplina: CCJ0147 - DIREITO CIVIL VI 
	201408273829
	 
	Ref.: 201409187522
		
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	Em 2004, Joaquim, que não tinha herdeiros necessários, lavrou um testamento contemplando como sua herdeira universal Ana. Em 2006, arrependido, Joaquim revogou o testamento de 2004, nomeando como seu herdeiro universal Sérgio. Em 2008, Sérgio faleceu, deixando uma filha Catarina. No mês de julho de 2010, faleceu Joaquim. O único parente vivo de Joaquim era seu irmão, Rubens. Assinale a alternativa que indique a quem caberá a herança de Joaquim.
		
	
	Ana e Rubens.
	 
	Rubens.
	
	Ana.
	
	A herança será vacante.
	
	Catarina.
	
Explicação:
A limitação do art. 1789 do CC se faz quando existente um herdeiro necessário (art. 1845 CC). Inexistindo, o testador tem liberdade total.
	
	 
	Ref.: 201408971876
		
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Um cliente seu de longa data lhe procura questionando qual o melhor documento para dispor de alguns de seus itens de pequeno valor após a sua morte, você lhe responderia indicando qual ato de última vontade?
		
	
	Testamento particular
	
	Testamento público
	
	Testamento cerrado
	 
	Codicilo
	
Explicação:
  CAPÍTULO IV
Dos Codicilos
Art. 1.881. Toda pessoa capaz de testar poderá, mediante escrito particular seu, datado e assinado, fazer disposições especiais sobre o seu enterro, sobre esmolas de pouca monta a certas e determinadas pessoas, ou, indeterminadamente, aos pobres de certo lugar, assim como legar móveis, roupas ou jóias, de pouco valor, de seu uso pessoal.
Art. 1.882. Os atos a que se refere o artigo antecedente, salvo direito de terceiro, valerão como codicilos, deixe ou não testamento o autor.
Art. 1.883. Pelo modo estabelecido no art. 1.881, poder-se-ão nomear ou substituir testamenteiros.
Art. 1.884. Os atos previstos nos artigos antecedentes revogam-se por atos iguais, e consideram-se revogados, se, havendo testamento posterior, de qualquer natureza, este os não confirmar ou modificar.
Art. 1.885. Se estiver fechado o codicilo, abrir-se-á do mesmo modo que o testamento cerrado.
	
	 
	Ref.: 201409322646
		
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	Caduca o legado, se:
		
	
	inquinado de erro, dolo ou coação.
	 
	a coisa perecer ou for evicta.
	
	referir à pessoa incerta impossível de se identificar.
	
	sobrevier descendente sucessível, desconhecido do testador quando testou.
	
	o testamento não respeitar os requisitos essenciais à sua validade.
	
Explicação:
Art. 1.939. Caducará o legado:
I - se, depois do testamento, o testador modificar a coisa legada, ao ponto de já não ter a forma nem lhe caber a denominação que possuía;
II - se o testador, por qualquer título, alienar no todo ou em parte a coisa legada; nesse caso, caducará até onde ela deixou de pertencer ao testador;
III - se a coisa perecer ou for evicta, vivo ou morto o testador, sem culpa do herdeiro ou legatário incumbido do seu cumprimento;
IV - se o legatário for excluído da sucessão, nos termos do art. 1.815;
V - se o legatário falecer antes do testador.
Art. 1.940. Se o legado for de duas ou mais coisas alternativamente, e algumas delas perecerem, subsistirá quanto às restantes; perecendo parte de uma, valerá, quanto ao seu remanescente, o legado.
	
	 
	Ref.: 201409416195
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	Ester, viúva, tinha duas filhas muito ricas, Marina e Carina. Como as filhas não necessitam de seus bens, Ester deseja beneficiar sua irmã, Ruth, por ocasião de sua morte, destinando-lhe toda a sua herança, bens que vieram de seus pais, também pais de Ruth. Ester o(a) procura como advogado(a), indagando se é possível deixar todos os seus bens para sua irmã. Deseja fazê-lo por meio de testamento público, devidamente lavrado em Cartório de Notas, porque suas filhas estão de acordo com esse seu desejo. Assinale a opção que indica a orientação correta a ser transmitida a Ester.
		
	
	Ester só pode dispor de 1/3 de seu patrimônio em favor de Ruth, cabendo o restante de sua herança às suas filhas Marina e Carina, dividindo-se igualmente o patrimônio.
	
	Ester pode dispor de todo o seu patrimônio em favor de Ruth, já que as filhas estão de acordo.
	 
	Ester pode dispor de 50% de seu patrimônio em favor de Ruth, cabendo os outros 50% necessariamente às suas filhas, Marina e Carina, na proporção de 25% para cada uma.
	
	Todas alternativas estão incorretas.
	
	Em virtude de ter descendentes, Ester não pode dispor de seus bens por testamento.
	
Explicação:
Aplicação do limite da liberdade de testar do art. 1789 do CC.
	
	 
	Ref.: 201408384511
		
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Miguel dispôs seus bens em favor do filho que teve com a amante, sendo que o testamento foi escrito pela avó materna da criança. Considerando haver filhos concebidos no casamento, marque a alternativa correta:
		
	
	Nenhuma das opções
	
	Trata-se de pessoa interposta, pelo que jamais seria válida a disposição testamentária.
	
	Ainda que existam outros filhos, não há vício algum quanto à nomeação testamentária.
	
	Não se pode nomear apenas um filho em testamento porque todos têm de receber o mesmo quinhão.
	 
	A disposição seria válida se o testamento tivesse sido escrito por alguém que não tivesse relação com a criança.
	
	 
	Ref.: 201409327824
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	Luiza, brasileira, viúva, sem ascendentes e descendentes vivos, faleceu. Deixou uma carta escrita de próprio punho, escrita em uma folha de caderno, datada e assinada onde divide seu patrimônio composto apenas de bens móveis de pequeno valor entre seus amigos e parentes mais próximos. No caso em tela estamos diante de que documento:
		
	
	Testamento particular, eivado de vício, haja vista que não foi respeitada a forma prevista na lei.
	 
	Este é um codicilo válido, pois sua exigência é que seja escrito, datado e assinado. Não precisando de mais formalidades.
	
	Estamos diante de um codicilo. Inválido, pois a forma prevista na lei é a presença de assinatura de no mínimo três testemunhas.
	
	Nenhuma das afirmativas aqui mencionadas.
	
	Testamento público viciado, pois não foi levado a registro no cartório.
	
Explicação: Art. 1.881. Toda pessoa capaz de testar poderá, mediante escrito particular seu, datado e assinado, fazer disposições especiais sobre o seu enterro, sobre esmolas de pouca monta a certas e determinadas pessoas, ou, indeterminadamente, aos pobres de certo lugar, assim como legar móveis, roupas ou jóias, de pouco valor, de seu uso pessoal.
	
	 
	Ref.: 201409321354
		
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	Quais dessas cláusulas restritivas da liberdade de testar, abarca o conteúdo de todas as demais:
		
	
	Incomunicabilidade;
	
	Irresponsabilidade;
	 
	Inalienabilidade
	
	Impenhorabilidade;
	
	Nenhuma das alternativas anteriores.
	
Explicação: o art. 1911 CC menciona: ¿a clausula de inalienabilidade, imposta aos bens por ato de liberdade, implica em impenhorabilidade e incomunicabilidade¿.
	
	 
	Ref.: 201408907863
		
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	Acerca do direito das sucessões, assinale a opção correta:
		
	
	A indignidade declarada por sentença e em ação própria alcança a pessoa do excluído e seus descendentes
	 
	A liberdade de testar é limitada na metade do acervo hereditário, se houver herdeiros necessários;
	
	A abertura de inventário deve se dar no

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.