corpo animal
8 pág.

corpo animal


DisciplinaCorpo Animal70 materiais249 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Prova Corpo Animal \u2013 19/09
Classificação do tecido conjuntivo:
Critérios/Características:
1. Proporção dos elementos: Células, S.I. (substância intersticial), Fibras 
2. Organização 
A classificação do tecido conjuntivo é feita com base na produção dos elementos (células, substancia intersticial e fibras) e na organização quando esta interferir.
A) Tecido conjuntivo propriamente dito: exerce as funções de preenchimento e suporte/sustentação.
Tecido conjuntivo denso (fibroso):
Células = +/- 20%
S.I. = +/- 20%
Fibras = +/- 60%
Fibras em paralelo = maior resistência --> T.C Denso Modelado (Ex: tendão)
Fibras em diferentes direções = maior flexibilidade --> T.C Denso não modelado (Ex: pele)
Tecido conjuntivo frouxo
Células = +/- 33%
S.I. = +/- 33%
Fibras = +/- 33%
Exemplo: mucosas
B) Tecido Conjuntivo de propriedades especiais: 
Tecido adiposo = predomínio de células adiposas
Tecido conjuntivo mucoso 
Células = +/- 10%
Fibras = +/- 10%
S.I. =+/- 80%
Exemplo: cordão umbilical
Tecido conjuntivo Hematopoiético = medula óssea
Exemplo: células do sangue, células tronco mieloide (hemácias (glóbulos vermelhos), plaquetas, leucócitos (glóbulos brancos)) e células tronco linfoide (linfócitos)
 C) Tecido Conjuntivo de sustentação ou suporte:
Estão associados à formação do esqueleto
Tecido cartilaginoso e tecido ósseo
Sistema Esquelético:
- Tem ossos, que possui o tecido ósseo, contendo células e material extracelular, ou seja, matriz extracelular.
O corpo animal possui 4 tecidos:
Tec. Conjuntivo
Tec. Nervoso
Tec. Muscular
Tec. Epitelial
Tecido Conjuntivo:
- É um tecido de preenchimento e sustentação, possui vários representantes e é vascularizado.
- Existem vários tipos de células conjuntivas juntas no próprio tecido.
- Entre as células, existe uma grande quantidade de matriz extracelular.
- Existe a presença de fibras conjuntivas (fios).
- Tem uma Substância Intersticial, um gel hidratado, que contém: água, íons Ca+ e Na+, hormônios, nutrientes e principalmente glicoproteínas, glicosaminoglicanos e proteoglicanos.
Fibras Conjuntivas:
Fibra colágeno
Fibra elástica
Fibra reticular
Células Conjuntivas:
Célula Mesequimal Indiferenciada (CMI):
É responsável pela origem de todas as células conjuntivas, utilizando um mecanismo de diferenciação celular, possui núcleo volumoso e cromátide frouxa, dando origem a células contínuas ou pontilhadas.
Fibroblasto e Fibrócito:
O Fibroblasto possui núcleo volumoso e alto metabolismo.
O Fibrócito possui núcleo condensado e baixo metabolismo.
Os dois correspondem a mesma célula, porém com atividades metabólicas diferentes. Ambas são responsáveis pela produção dos componentes da matriz extracelular, sendo que, o fibroblasto é mais ativo que o fibrócito.
Macrófago:
Dentro do vaso sanguíneo, se denomina Monócito, mas quando sai do vaso se torna Macrófago, cuja sua função é de defesa por meio da fagocitose. Apresenta antígeno. Possui núcleo volumoso, pode ser livre ou fixo e com formato de \u201crim\u201d ou \u201cfeijão\u201d. Vários macrófagos juntos, se denomina Tecido Gigante.
Plasmócito:
Dentro do vaso sanguíneo, se denomina Linfócitos, ao cair no tecido conjuntivo o Linfócito B é ativado pelo Macrófago, transformando-o em Plasmócito. É uma célula originária do Linfócito B, é responsável pela produção de anticorpos ou imunoglobina. Possui núcleo esférico e fora do centro (excêntrico) com grânulos de cromátide.
Mastócito:
É uma célula de defesa, que participa de reações imunológicas, inflamatórias e parasitárias. Possui receptores para imunoglobina com mediadores químicos.
Tecido Ósseo:
- Variações do tecido conjuntivo com função de sustentação e suporte.
Composto por: - Células (osteoblasto, osteócito e osteoclasto)
 - Fibras colágenas
 - Substância Intersticial
 - Cristais de Hidroxiapatia = Ca
 - Matriz óssea = S.I + fibras colágenas
Matriz Óssea:
- Orgânica: fibras colágenas + S.I. (glicoproteínas e proteoglicanos)
- Inorgânica: cristais de hidroxiapatia (armazenamento de Ca)
Células Ósseas:
Osteoblastos: síntese de matriz óssea orgânica, após essa atividade se inicia a deposição de Ca vindo da corrente sanguínea, que é assimilado no intestino, esse processo é chamado de mineralização da matriz.
Osteócitos: originado do Osteoblasto, quando diminui as atividades metabólicas. Possui prolongamentos citoplasmáticos no canal (canalículo ósseo) e fica inserido no interior da cavidade da matriz óssea (osteoplasto).
Osteoclasto: fusão de monócitos, responsável pela reabsorção óssea, manutenção da taxa de Ca.
Imagenologia:
Raio X
Propriedades:
Radiação ionizante (formação de íons)
Invisível
Emissão de fótons (luz)
Produzem calor nos tecidos
Efeitos biológicos (manifestação tardia)
Atravessam corpos com elementos de nº atômico baixo
Imagem radiográfica: ação do Raio X que forma a imagem
4 Radiopacidades:
Ar (gás) \u2013 mais escura, preta (ex:pulmão)
Gordura \u2013 escura (ex: cavidades)
Água \u2013 quase branco (ex: bexiga, rim, coração)
Osso \u2013 branco 
Esqueleto Axial: 
Cabeça: - Crânio
 - Mandíbula
Tórax: - Vértebras
 - Costelas
 - Esterno 
Ventrodorsal (VD) e Láterolateral (LL)
Esqueleto apendicular:
Membros torácicos
Membros pélvicos
Mediolateral (ML) e Craniocaudal (CC)
Ossos do carpo:
Dorsopalmar (membro torácico distal, 4 patas apoiadas)
Ossos do tarso:
Dorsoplantar (membro pélvico distal, 4 patas apoiadas)
- Proximal: próxima a origem do membro
- Distal: distante da origem do membro
Denominação das projeções radiográficas:
- É denominada pela face onde os raios X penetram o corpo do animal e em seguida, pela face por onde os raios saem.
- Nome da face aferente + nome da face eferente (Exemplo: craniocaudal)
- Decúbito = apoiado (dorsal/ventral e lateral esquerdo/direito)
Plano de Delimitação do corpo dos vertebrados:
Posições:
Dorsal/ventral
Lateral direita/esquerda
Cranial/caudal
Ossos:
- Estrutura formada por tecido ósseo, tipo de tecido conjuntivo rígido, presença de cálcio, fibras de colágeno e proteoglicanas. São órgãos duros e esbranquiçados que se unem por articulações.
Eixos de construção do corpo:
Dorsoventral
Craniocaudal
Láterolateral
Planos de secção do corpo:
Mediano (dorsoventral + craniocaudal)
Longitudinal (craniocaudal + láterolateral)
Transversal (dorsoventral + láterolateral)
Unidades morfológicas:
Antímeros (direito e esquerdo)
Paquímeros (dorsal e ventral)
Metâmeros (metade cranial e metade caudal \u2013 cortes sucessivos e paralelos)
*Medial = superfície voltada para a mediana
Esqueleto apendicular \u2013 Membros torácicos:
Escápula 
Úmero
Escápula + Úmero = Articulação Escápuloumeral
Rádio
Ulna
Úmero + Rádio + Ulna = Articulação úmeroradioulnar
Ligamento colateral cubital lateral = epicôndilo lateral e tuberosidade radial lateral
Ligamento colateral cubital medial = epicôndilo medial e tuberosidade radial medial
Ligamento interósseo do antebraço = rádio e ulna
Ossos do Carpo: 
Rádio + Carpo = Articulação rádiocárpica
Ligamento colateral lateral do carpo = processo estiloide lateral do rádio e cárpico IV
Metacarpo
Carpo + Metacarpo = Articulação carpometacárpica
Falange
Metacarpo + Falange proximal = Articulação metacarpofalangiana
Falange proximal + média = Articulação interfalangiana proximal
Falange média + distal = Articulação interfalangiana distal
Esqueleto apendicular \u2013 Membros pélvicos:
Coxal
Fêmur: 
Coxal + Fêmur = Articulação coxofemoral
Ligamento da cabeça do fêmur = cabeça + acetábulo
Tíbia
Fíbula
Fêmur + Tíbia = Articulação fêmortibial
Fêmur + Patela = Fêmeropatelar
Fêmur + Tíbia + Patela = Fêmorotibiopatelar
Ligamento colateral lateral = epicôndilo lateral e cabeça da fíbula/tíbia
Ligamento colateral medial = epicôndilo medial e côndilo medial da tíbia
Ligamento cruzado cranial = côndilo lateral e iminência intercondilar