A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
58 pág.
Português Ortografia

Pré-visualização | Página 3 de 13

sobrepõe à das oxítonas nas palavras Piauí, 
tuiuiú, teiú, tuiuiús��R�³X´�HVWi�DSyV�GLWRQJR��QR�ILQDO�GD�SDODYUD��9HMD�TXH��VH�
fôssemos seguir a regra das oxítonas terminadas em o(s), a(s), e(s), em, ens, 
tais palavras não deveriam acentuadas, pois não têm as terminações acima. 
Mesmo assim, são excepcionalmente acentuadas. 
 
Nova ortografia: não se acentuam os hiatos êem e ôo(s) 
Ex: Creem, deem, leem, enjoo, voo, doo, zoo. 
00000000000
00000000000 - DEMO
 
 
Prof. Felipe Luccas Rosas www.estrategiaconcursos.com.br 10 de 56 
PORTUGUÊS ± PRF 2017 
teoria e questões 
Aula 00 ± Felipe Luccas Rosas 
 
Grave: Fei-u-ra, Bai-u-ca, Bo-cai-u-va não são 
acentuadas, pela nova ortografia. 
Estranho, não? Mas agora é erro acentuar! Muito cuidado. 
Vamos ver a cobrança da regra do hiato? 
8. (SUFRAMA/2014) 
No que diz respeito ao texto, julgue o item. 
$�SDODYUD�³SUHMXt]RV´�UHFHEH�DFHQWR�JUiILFR�SRUTXH�WRGDV�DV�SURSDUR[tWRQDV�
devem ser acentuadas. 
Comentários: 
Em primeiro lugar, prejuízo é paroxítono. Em segundo lugar, é acentuado por 
trazer I tônico em hiato, não seguido de NH. Item errado. 
9. (CAIXA ECONÔMICA FEDERAL- MÉDICO/2014) 
 2�HPSUHJR�GR�DFHQWR�JUiILFR�HP�³LQFOXtUDP´�H�³Q~PHUR´�MXVWLILFD-se com 
base na mesma regra de acentuação. 
Comentários: 
Novamente, temos em ³incluíram´ um I tônico formando hiato. ³Número´ é 
acentuado por ser proparoxítona. São regras diferentes. Item errado. 
10. (TRIBUNAL DE JUSTIÇA-CE/2014) 
2�HPSUHJR�GR�DFHQWR�JUiILFR�QRV�YRFiEXORV�³UH~QHP´�H�³IHQ{PHQR´�MXVWLILFD-
se com base na mesma regra de acentuação. 
Comentários: 
Se você identificar o hiato, já mata a questão. Re-ú-nem traz um u tônico em 
hiato��³)HQ{PHQR´�p�SURSDUR[tWRQD�H��SRU�LVVR��DFHQWXDGD��São regras diferentes. 
Item errado. 
11. (FUB/2015) 
Em relação ao fragmento de texto acima, julgue os próximos itens. Os 
DFHQWRV�JUiILFRV�GDV�SDODYUDV�³SDtVHV´�H�³SROtWLFDV´�WrP�D�PHVPa justificativa 
gramatical. 
Comentários: 
Se você identificar o hiato, já mata a questão. Pa-í-ses traz um i tônico em hiato. 
³3ROtWLFDV´�p�SURSDUR[tWRQD�H��SRU�LVVR��DFHQWXDGD��São justificativas gramaticais 
diferentes. Item errado. 
00000000000
00000000000 - DEMO
 
 
Prof. Felipe Luccas Rosas www.estrategiaconcursos.com.br 11 de 56 
PORTUGUÊS ± PRF 2017 
teoria e questões 
Aula 00 ± Felipe Luccas Rosas 
 
12. (CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA/2013) 
A mesma regra de acentuação gráfica justifica o emprego de acento gráfico 
QDV�SDODYUDV�³FRQVWUXtGD´�H�³SRVVtYHLV´. 
Comentários: 
Essa é boa. A regra do hiato se sobrepõe à das paroxítonas. Constru-í-da traz i 
tônico formando hiato, por essa razão, acentuado. Possíveis é uma paroxítona 
terminada em ditongo, também acentuada. Só lembrando nosso quadro: 
qualquer paroxítona que não termine em A(s), E(s), O(s), em, ens será 
acentuada. Aquelas terminadas em ditongo nasal, ±am, como cantam, não são 
acentuadas. Item errado. 
13. (TRT DF e TO/2013) 
$V�SDODYUDV�³SDtVHV´��³IDPtOLDV´�H�³QtYHLV´�VmR�DFHQWXDGDV�GH�DFRUGR�FRP�D 
mesma regra de acentuação gráfica. 
Comentários: 
Vejam como se repetem os padrões. A regra do hiato se sobrepõe à das 
paroxítonas. Pa-í-ses traz i tônico formando hiato, por essa razão, acentuado. 
Famílias e Níveis são paroxítonas terminadas em ditongo oral, também 
acentuadas. Item errado. 
14. (ANAC- Técnico Administrativo- 2016) 
 
a) Acentua-VH� R� YHUER� ³p´� �O����� TXDQGR� iWRQR�� SDUD� GLIHUHQFLi-lo da 
FRQMXQomR�³H´� 
E��³9RFr´��O�����p�SDODYUD�DFHQWXDGD�SRU�VHU�SDUR[tWRQD�WHUPLQDGD�QD�YRJDO�
³H´�IHFKDGD� 
00000000000
00000000000 - DEMO
 
 
Prof. Felipe Luccas Rosas www.estrategiaconcursos.com.br 12 de 56 
PORTUGUÊS ± PRF 2017 
teoria e questões 
Aula 00 ± Felipe Luccas Rosas 
 
F��³'HVSDFKi-ORV´��O����VH�DFHQWXD�SHOR�PHVPR�PRWLYR�GH�³GHYHUi´��O����� 
G��2FRUUH�DFHQWR�JUDYH�HP�³j�EXVFD�SHVVRDO´��O�����HP�UD]mR�GR�HPSUHJR�
de locução com substantivo no feminino. 
H��2�DFHQWR�DJXGR�HP�³JUiYLGDV´��O�����VH�GHYH�SRU�VH� WUDWDU�GH�SDODYUD�
paroxítona terminada em ditongo. 
Comentários: 
a) Acentua-VH�R�YHUER�³p´��O�����TXDQGR�TÔNICO, para diferenciá-lo da conjunção 
³H´� Os monossílabos tônicos terminados em a(s), e(s), o(s) são acentuados. 
Essa é a regra que explica o acento. 
E��³9RFr´�p�SDODYUD�DFHQWXDGD�SRU�VHU�R[tWRQD�WHUPLQDGD�QD�YRJDO�³H´� 
F��³'HVSDFKi-ORV´��O����VH�DFHQWXD�SHOR�PHVPR�PRWLYR�GH�³GHYHUi´��O����� 
Exato. Quando uma palavra tem um pronome preso a ela por hífen, devemos 
ignorar o pronome e acentuá-la como se estivesse sozinha: Despachá=deverá, 
oxítona terminada em A, logo, obrigatoriamente acentuada. 
G��2FRUUH�DFHQWR�JUDYH�HP�³j�EXVFD�SHVVRDO´� �O�����HP�UD]mR�da regência do 
YHUER�³VXEPHWHU-VH´��TXH�GHPDQGD�D�SUHSRVLomR�³D´�� 
H�� 2� DFHQWR� DJXGR� HP� ³JUiYLGDV´� �O����� ocorre por se tratar de palavra 
proparoxítona. Gabarito Letra C. 
 
 
NOVIDADE NA ÁREA: Em paroxítonas, não se usa mais 
o acento no i e no u tônicos quando vierem depois de 
um ditongo. Exemplos: baiuca, bocaiuva. 
Os hiatos acentuados são aqueles que trazem I e U 
tônicos, SOZINHOS, ou acompanhados de S: 
 Se a palavra for oxítona e o i ou o u estiverem 
em posição final (ou seguidos de s), o acento 
permanece. Exemplos: tuiuiú, tuiuiús, Piauí; 
 Se o i ou o u forem precedidos de ditongo 
crescente, o acento permanece. Exemplos: 
guaíba, Guaíra. 
 Por não estarem sozinhos nem com S, não se 
acentuam os hiatos em Juiz, Ruim, Raul, Ainda... 
4- Acentos Diferenciais: 
A maioria dos acentos diferenciais caiu com o advento definitivo da nova 
ortografia. Não aconselho nem mencionar como era antes, para não confundir. 
Guarde estes que permaneceram válidos com a nova ortografia e saiba que 
qualquer outro constituirá desvio da norma culta. 
 
00000000000
00000000000 - DEMO
 
 
Prof. Felipe Luccas Rosas www.estrategiaconcursos.com.br 13 de 56 
PORTUGUÊS ± PRF 2017 
teoria e questões 
Aula 00 ± Felipe Luccas Rosas 
 
Utilizaremos o acento diferencial para diferenciar Pôde (3ª pessoa do singular do 
pretérito perfeito do indicativo do verbo poder) de Pode (3ª pessoa do singular 
do presente do indicativo do verbo poder). 
 
Ex: Ele não pôde comparecer ontem./ Ele não pode comparecer agora. 
 
Além disso, a forma verbal pôr mantém o acento circunflexo para se diferenciar 
da preposição por; 
Ex: A galinha não quer pôr ovos./ A saída é por aqui. 
 
Por fim, aspecto muitíssimo cobrado na parte de concordância verbal, temos o 
acento diferencial de número nos verbos ter e vir e seus derivados 
(manter, entreter, intervir, advir...). 
 
Ex: Ele tem um carro./ Eles têm um carro. Ela vem a pé/Elas vêm a pé. 
 
Ex: O governo intervém na economia/ Os governos intervêm na economia. 
 
Gostaria de chamar-lhes a atenção para os 3 principais 
acentos diferenciais que permanecem: 
1) Pôde (pretérito) Vs. Pode (presente) 
2) Pôr (verbo) Vs. Por (preposição) 
3) Têm e vêm (plural) Vs. Tem e Vem (singular) 
Há ainda acentos diferenciais facultativos, como nas palavras forma/fôrma, 
demos/dêmos. 
 
Agora segue uma lista de palavras que NÃO trazem mais acentos diferenciais 
e são cobradas em prova para confundir o candidato desatualizado: 
 
 pela (do verbo pelar) e pela (a união da preposição com o artigo); 
 polo (o esporte) e polo (a união antiga e popular de por e lo); 
 pelo (do verbo pelar) e pelo (o substantivo); 
 pera (a fruta) e pera (preposição arcaica) 
 
00000000000
00000000000 - DEMO
 
 
Prof. Felipe Luccas Rosas www.estrategiaconcursos.com.br 14 de 56 
PORTUGUÊS ± PRF 2017 
teoria e questões 
Aula 00 ± Felipe Luccas Rosas 
 
 
Vamos analisar questões