A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
Biofísica da Visão

Pré-visualização | Página 1 de 1

física da visão
O OLHO HUMANO
O olho humano é um órgão extremamente complexo, composto por numerosas partes, sendo as principais, um sistema de lentes, um sistema de diafragma variável (pupila) e uma retina, responsável pela percepção de cores e estímulos luminosos. Do ponto de vista físico, podemos considerar o olho humano como um conjunto de meios transparentes, separados uns dos outros por superfícies sensivelmente esféricas, cujos centros de curvatura se localizam sobre uma reta denominada eixo óptico do globo ocular. 
Principais estruturas do olho humano
Córnea – Lente esférica, tem um formato perfeitamente circular. Têm a função de focar a luz através da pupila para a retina.
Cristalino – Estrutura avascular e incolor responsável pela projeção nítida da imagem da retina. Fica preso nos olhos nos músculos ciliares.
Principais estruturas do olho humano
Retina - Situado a 15 mm do cristalino, cuja região útil serão formadas as imagens do objeto visado.
Nervo óptico – Por meio dos bastonetes, responsáveis pela visão em P&B e cones, responsáveis pela visão em cores (células encontradas na retina) a imagem é transformada em impulsos nervosos e são levados através do nervo optico ao cérebro, permitindo a visão.
Fenômeno físico responsável pela construção da imagem 
Refração – É o fenômeno que ocorre quando os raios luminosos tocam em uma superfície transparente e ocorre alteração em sua velocidade 
Observação: A imagem formada é real e invertida 
Pupila - desempenha o papel de um diafragma, limitando a largura e a inclinação do feixe incidente no olho;
acomodação
É a capacidade que o cristalino tem de modificar a distância focal, para permitir a visão nítida de objetos colocados a diferentes distâncias. A acomodação é realizada graças aos músculos ciliares. 
ACOMODAÇÕES
MIOSE: CARACTERIZADA PELA CONSTRIÇÃO (DIMINUIÇÃO) DA PUPILA. PODE SER CAUSADO POR: DROGAS, INTENSIDADE DE LUZ ALTA.
ACOMODAÇÕES
MIDRIASE: É CARACTERIZADO PELA DILATAÇÃO DA PUPILA. PODE SER CAUSADO POR: DROGAS, LESÕES CEREBRAIS, REAÇÕES CURTAS DE MEDICAMENTOS, INTENSIDADE DE LUZ BAIXA.
Máquina fotográfica
O olho humano é comumente comparado a uma máquina fotográfica contemporânea devido as semelhanças que existem entre as suas estruturas. De forma análoga entre as duas ferramentas, podemos tentar compreender o funcionamento da visão nas pessoas:
Diafragma – pupila. Na máquina fotográfica, a luz penetra por uma abertura que tem o seu regulamento feito pelo diafragma. Nos olhos temos a pupila que cumpre com a mesma função.
Objetiva – cristalino. Formada por um sistema de lentes, a objetiva se ajusta para colocar o foco na imagem (real e invertida), assim como o cristalino regula a nitidez.
Filme – fotorreceptores. O filme, atingido pela luz, provoca transformações químicas e faz a gravação das imagens na máquina. O mesmo acontece no olho, as células fotossensíveis fixam na retina os estímulos da luz.
Cartão de memória – cérebro. Nas digitais, não há filme e sim um sensor – chip sensível à luz – que transforma o fluxo de elétrons em dados digitais. São armazenados no cartão de memória ou visualizados na tela da máquina. O armazenamento é o equivalente ao cérebro no ser humano.
Alterações da visão
MIOPIA: é um defeito da visão devido a um alongamento do globo ocular ou a uma excessiva convergência do cristalino; a imagem de um ponto impróprio é formada antes da retina e a correção da miopia é feita com uma lente divergente. 
Alterações da visão
HIPERMETROPIA: é um defeito visual devido a um achatamento do globo ocular ou a uma convergência insuficiente do cristalino; a imagem de u ponto impróprio é formada além da retina e a correção é feita com uma lente convergente.
Alterações da visão
ASTIGMATISMO: ocorre quando as superfícies dióptricas do globo ocular não apresentam absoluta simetria em relação ao eixo óptico, geralmente devido ao fato da córnea apresentar raios de curvatura desiguais.
observação
EMETROPIA – Nenhuma alteração na visão. Vê bem de perto e de longe normalmente.
PRESBIOPIA (= vista cansada) é a perda da flexibilidade dos músculos ciliares e o progressivo enrijecimento do cristalino, dificultando a correta focalização do objeto. Ocorre com todas as pessoas, com o passar dos anos. É possível sua correção com lentes convergentes.
Lentes corretivas
https://www.mundoedu.com.br/uploads/pdf/56fd6a1722a44.pdf
http://www.neovisao.com/wp-content/uploads/2017/01/1-miopia-hipermetropia-astigmatismo.jpg
https://www.youtube.com/watch?v=Rdl00OKxFZw
https://www.infoescola.com/anatomia-humana/visao/
https://pt.slideshare.net/sarahnoleto/biofsica-15468484
https://docplayer.com.br/docs-images/26/7188821/images/22-0.jpg
referências

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.