EXERCÍCIO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO I
16 pág.

EXERCÍCIO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO I


DisciplinaConcreto I7.644 materiais60.652 seguidores
Pré-visualização4 páginas
ESTÁCIO - CAMPUS SÃO LUÍS
 DISCIPLINA: ESTRUTURAS DE CONCRETO I 
PROFESSOR: ANTONIO CARLOS 
LISTA DE EXERCÍCIOS DE ESTRUTURAS DE CONCRETO I
AV1
Aluno: Nicolas Barboza Viegas
Matrícula: 201501798502 
São Luís - 2018 
EXERCÍCIO \u2013 AV1
Qual a definição para concreto convencional e para concreto especial?
Concreto  Convencional:  é  aquele sem qualquer característica especial e que é utilizado no dia a dia da construção civil.
Seu Slump Test (valor numérico que caracteriza a consistência do concreto) varia em torno de 40 mm a 70 mm, podendo ser aplicado na execução de quase todos os tipos de estruturas, com os devidos cuidados quanto ao seu adensamento. 
Na obra, o caminhão pode descarregar diretamente nas formas, ou pode ser transportado por meio de carrinhos de mão, gericas, gruas ou elevadores, não podendo ser bombeado.
Mesmo sendo um concreto simples, requer como qualquer outro um estudo prévio de seus componentes para a determinação do traço mais econômico, obedecendo as normas da ABNT, para sua elaboração, execução e controle tecnológico da estrutura. 
Concreto Especial: são Concretos  com diferentes slumps, com consumos mínimos  e máximos de cimento, com fator água/cimento  determinados, com FCj, com outras matérias-primas  não usuais, com resistências à  tração na flexão, com módulo  de deformação/elasticidade, para  determinadas condições e particularidades  de estruturas, aditivos especiais, adições.
Quais as funções do concreto e do aço nas peças de concreto armado?
Numa estrutura de concreto armado, o aço tem como função básica resistir aos esforços de tração. Isso ocorre pois o concreto não possui resistência à tração suficiente para absorver os esforços solicitantes de uma edificação. Nessa lógica, durante a realização do cálculo estrutural, as regiões sujeitas aos esforços de tração devem ser armadas. 
Por exemplo, no caso de lajes simplesmente apoiadas, sob a ação de cargas verticais dirigidas de cima para baixo, a armadura deve ser colocada na face inferior da laje.
O trabalho solidário do concreto com o aço é possível graças às compatibilidades física e química que ocorrem entre os dois materiais:
\u2022 Compatibilidade física - o aço e o concreto possuem deformações próximas durante as variações térmicas.
\u2022 Compatibilidade química - o aço não se corrói com o ambiente alcalino do concreto.
Além disso, para que o concreto e o aço trabalhem solidariamente, resistindo aos esforços a que são submetidos, deve haver uma aderência entre os dois materiais. Essa aderência é garantida através de ligação mecânica, propiciada pela rugosidade das barras de aço e também pela introdução de mossas e saliências na superfície das barras.
Durante a execução, deve-se tomar o cuidado para que as armaduras sejam totalmente cobertas pelo concreto, para evitar a corrosão do aço.
Definir conceitualmente o concreto armado.
Concreto armado é um tipo de estrutura que utiliza armações feitas com barras de aço. Essas ferragens são utilizadas devido à baixa resistência aos esforços de tração do concreto, que tem alta resistência à compressão.
O que são armadura passiva e armadura ativa?
Armadura Ativa (de protensão): Constituída por barra, fios isolados ou cordoalhas, destinada à produção de forças de protensão, isto é, na qual se aplica um pré alongamento inicial.
Armadura Passiva: Qualquer armadura que não seja usada para produzir forças de protensão, isto é, que não seja previamente alongada. A armadura do concreto armado comum, é um exemplo de armadura passiva.
 A diferença entre uma armadura passiva e uma armadura ativa (usadas no concreto protendido), é que, na armadura ativa as barras de aço são pré-tracionadas de modo que passam a criar uma esforço de compressão adicional ao concreto conferindo-lhe uma maior resistência à esforços de tração (ponto fraco do concreto). Pelo fato de as armaduras passivas não serem pré-esforçadas, também são conhecidas por armaduras frouxas.
Em que instante ocorre a primeira fissura numa viga sob flexão?
No momento em que a tensão de tração atuante se igualar à resistência do concreto á tração.
Definir Concreto Protendido?
Concreto Protendido é o meio mais utilizado para aumentar a resistência à tração do concreto. Este método construtivo tem como objetivo melhorar o desempenho das estruturas utilizando todo o potencial do concreto à compressão, deixando os esforços de tração para a armadura.
Explicar como são os sistemas de aplicação da protensão da pré e pós \u2013tensão.
Na pré-tensão, ou pré-tração, sistema bastante utilizado nas estruturas pré-fabricadas, todo o processo é feito em uma pista instalada no galpão da fábrica. Nesse sistema é feito um alongamento dos cabos de protensão em uma pista usualmente de 100 metros de comprimento. Lá, esse cabo é puxado por um macaco hidráulico e depois o concreto é lançado em cima do cabo já tensionado. 
Quando o concreto endurece, são cortadas as extremidades do cabo e ele funciona como um elástico, só que ao invés de voltar para a posição inicial (como um elástico faria), o fato de ele estar envolvido por concreto acaba o comprimindo.
Já na pós-tensão ou pós-tração, bastante utilizada em pontes e viadutos, também é feito o tensionamento do concreto antes de ele receber as cargas para qual a peça foi projetada. \u201cSó que coloca-se o aço de protensão dentro da peça de concreto em um tubo, de maneira que o aço fique isolado do concreto\u201d. Depois que tudo está na posição certa, são colocadas ancoragens nas extremidades do aço. Quando o concreto atinge a resistência desejada, é feito o tensionamento do aço com o uso de macacos hidráulicos nas extremidades. Esses equipamentos esticam o aço que está isolado dentro do concreto até a tensão desejada, quando o aço é solto e realiza uma força de compressão permanente sob o concreto.
Qual a máxima deformação de alongamento no concreto e na armadura? Qual seu significado físico? 
Deformações limites de 3,5% para o máximo encurtamento do concreto comprimido e 10% para o máximo alongamento na armadura tracionada. Os valores de 3,5% e 10% são valores últimos, de onde se diz que todos os diagramas de deformação correspondem a estados limites últimos.
Onde e como surgiu o concreto armado? 
No ano de 1970, em Paris, associou-se ferro com pedra para formar vigas com as modernas, com barras longitudinais na tração e barras transversais ao cortante. Considera-se que o cimento armado surgiu na França, no ano de 1849, como o primeiro objeto do material registrado pela Historia sendo um barco, do francês Lambort, o qual foi apresentado oficialmente em 1855. O barco foi construído com telas de fios finos de ferro preenchidas com argamassa. Embora os barcos funcionassem, não alcançaram sucesso comercial. A partir de 1861, outro francês, Mounier, que era uma paisagista, horticultor e comerciante de plantas ornamentais, fabricou uma enorme quantidade de vasos de flores de argamassa de cimento com armadura de arame, e depois reservatórios (25,180 e 200 m³) e uma ponte com vão de 16,5m. Foi o inicio do que hoje se conhece como \u201cConcreto Armado\u201d, pois até cerca do ano de 1920 o concreto armado era chamado de \u201cCimento Armado\u201d.
Em que época e quais as primeiras obras em concreto armado no Brasil?
O sistema construtivo de concreto armado foi introduzido no Brasil na primeira década do século XX. De inicio, como um produto patenteado, aplicado somente em tarefas especiais, como pontes e viadutos. Graças as mudanças politicas, econômicas e sociais e ao consequente processo de industrialização e urbanização após 1930, cresce o uso do concreto armado, especialmente, no setor de edificações da construção civil. Em meados do século XX, o concreto já hegemônico em todo o país, determinando não somente a maior