A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
AVALIAÇAO AV

Pré-visualização | Página 1 de 1

Disciplina: CCE1135 - FENÔMENO.TRANSPORTES  
	Período Acad.: 2016.2 (G) / AV1
	Aluno: EDERSON GARCIA DE SOUZA 
	Matrícula: 201603214305
	
	Turma: 9002
	
Prezado(a) Aluno(a), 
Responda a todas as questões com atenção. Somente clique no botão VERIFICAR E ENCAMINHAR ao ter certeza de que respondeu a todas as questões.
Você poderá acessar esta avaliação do dia 05/10/2016 a 23/11/2016.
O gabarito e resultado da avaliação estarão disponíveis a partir do dia 23/10/2016.
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		1.
	
		Qual é a unidade da viscosidade dinâmica no CGS?
 (Ref.: 201603944965)
		1 ponto
	
	
	
	
	Dina x s2/cm3
	
	
	 Dina x s/cm3
	
	
	 Dina2 x s/cm3
	
	
	Dina x s/cm2
	
	
	 Dina x s/cm
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		2.
	
		Unidades  de pressão são definidas como:
 
 (Ref.: 201603944967)
		1 ponto
	
	
	
	
	0,5 atm (atmosfera) = 760 mmHg = 101.230 Pa = 101,23 KPa = 10.330 Kgf/m2 = 1,033 Kgf/cm2 
	
	
	1 atm (atmosfera) = 76 mmHg = 101.230 Pa = 101,23 KPa = 10.330 Kgf/m2 = 1,033 Kgf/cm2 
	
	
	1 atm (atmosfera) = 760 mmHg = 101.230 Pa = 101,23 KPa = 10.330 Kgf/m2 = 1033 Kgf/cm2 
	
	
	1 atm (atmosfera) = 760 mmHg = 101.230 Pa = 101,23 KPa = 10.330 Kgf/m2 = 1,033 Kgf/cm2 
	
	
	1 atm (atmosfera) = 760 mmHg = 101.230 Pa = 10.123 KPa = 10.330 Kgf/m2 = 1,033 Kgf/cm2 
1 atm (atmosfera) = 760 mmHg = 101.230 Pa = 101,23 KPa = 10.330 Kgf/m2= 1,033 Kgf/cm2
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		3.
	
		A  Equação Geral dos gases é definida pela fórmula:
 
 (Ref.: 201603944974)
		1 ponto
	
	
	
	
	PV2 = nRT; onde n é o número de moles.
	
	
	V = nRT; onde n é o número de moles.
	
	
	PV = nRT; onde n é o número de moles.
	
	
	PV = nRT; onde n é a constante de Boltzman.
	
	
	P = nRT; onde n é o número de moles.
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		4.
	
		Sabendo que o peso específico (γ) é igual a peso / volume, determine a dimensão do peso específico em função da massa (M).  (Ref.: 201603944941)
		1 ponto
	
	
	
	
	F.L-4.T2
	
	
	M.L-3
	
	
	M.L-2.T-2
	
	
	F.L-3
	
	
	F.L-1
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		5.
	
		Um fluido newtoniano incompressível escoa na tubulação com diâmetro inicial D1 (ponto 1) e segue para o diâmetro D2 (ponto 2), maior que D1. Considerando que a temperatura do fluído permanece constante, pode-se afirmar que a(s) 
 (Ref.: 201603944840)
		1 ponto
	
	
	
	
	densidade do fluido no ponto 2 é maior que no ponto 1.
	
	
	pressão no ponto 2 é maior que no ponto 1.
	
	
	velocidade do fluido no ponto 2 é maior que no ponto 1. 
	
	
	viscosidade do fluido no ponto 2 é maior que no ponto 1.
	
	
	velocidades do fluido nos pontos 1 e 2 são iguais.
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		6.
	
		A um êmbolo de área igual a 20 cm2 é aplicada uma força de 100 N. Qual deve ser a força transmitida a um outro êmbolo de área igual a 10 cm2. (Ref.: 201603944939)
		1 ponto
	
	
	
	
	2,0 N
	
	
	49,0 N
	
	
	50, 0 N
	
	
	20,0 N
	
	
	45,0 N
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		7.
	
		Um certo volume de óleo flui por um tubo de diâmetro interno igual a 4 cm e com uma velocidade igual a 250 cm/s.  Qual deve ser a vazão em cm 3/s. (Dado Pi = 3,14)  (Ref.: 201603944986)
		1 ponto
	
	
	
	
	314 cm 3/s
	
	
	3,14 cm 3/s
	
	
	3140 cm 3/s
	
	
	31,4 cm 3/s
	
	
	31400 cm 3/s
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		8.
	
		Sabe-se que um fluído incompressível se desloca em uma seção A1 com velocidade de 2 m/s e em uma seção de área A2 = 4mm2 com velocidade de 4 m/s. Qual deve ser o valor de A1? 
 (Ref.: 201603945017)
		1 ponto
	
	
	
	
	4mm2 
	
	
	2mm2 
	
	
	8mm2 
	
	
	6mm2 
	
	
	1mm2. 
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		9.
	
		Um jardineiro dispõe de mangueiras de dois tipos, porém com a mesma vazão. Na primeira, a água sai com velocidade de módulo V e, na segunda, sai com velocidade de módulo 2V. A primeira mangueira apresenta: (Ref.: 201603945032)
		1 ponto
	
	
	
	
	um quarto da área transversal da segunda
	
	
	o quádruplo da área transversal da segunda
	
	
	dois quintos da área transversal da segunda
	
	
	a metade da área transversal da segunda
	
	
	o dobro da área transversal da segunda
	Faltam 5 minutos para o término da prova.
	
	
		10.
	
		Considere um fluido escoando em regime permanente, em uma tubulação, do ponto 1 ao ponto 2. Integrando-se a equação da conservação da quantidade de movimento (equação do movimento) entre esses dois pontos, ao longo de uma linha de corrente do fluido, para um fluido ideal (viscosidade nula e incompressível), obtém-se a Equação de Bernoulli. Essa equação afirma que a carga total, dada pela soma das cargas de pressão, de velocidade e de altura, é constante ao longo do escoamento. Observa-se, entretanto, que, para fluidos reais incompressíveis, essa carga total diminui à medida que o fluido avança através de uma tubulação, na ausência de uma bomba entre os pontos 1 e 2. Isso ocorre porque  (Ref.: 201603944837)
		1 ponto
	
	
	
	
	a velocidade do fluido diminui à medida que o fluido avança do ponto 1 para o ponto 2. (<=)
	
	
	o fluido se resfria ao ser deslocado do ponto 1 para o ponto 2.
	
	
	o ponto 2 está situado abaixo do ponto 1.
	
	
	o ponto 2 está situado acima do ponto 1.
	
	
	parte da energia mecânica do fluido é transformada irreversivelmente em calor.
	
	
	VERIFICAR E ENCAMINHAR