A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
DESENVOLVIMENTO DO ESCOPO DE UM PROJETO DE UM PRODUTO DE SOFTWARE

Pré-visualização | Página 2 de 3

quando uma
especificação textual não ajuda. Os protótipos podem reduzir a taxa de requisitos
tardios entre 10 e 25 25%.
O uso de protótipos é particularmente útil quando:
• O produto é novo e é difícil visualizar suas funcionalidades
• Os envolvidos não tem experiência nem com o tipo de produto nem com a
tecnologia proposta. 
• Os envolvidos estão enfrentando problemas em articular os requisitos
necessários 
• O analista tem dificuldade de entender quais requisitos são necessário 
• Há dúvidas sobre o quanto um determinado requisito é realizável 
7
O protótipo torna o produto real o suficiente para os envolvidos trazerem
requisitos, que sem o protótipo não seriam capturados. Ele inspira os envolvidos a
lembrar de outros requisitos, que sem o protótipo poderiam aparecer apenas quando
o produto já estivesse em uso.
Às vezes surgem requisitos que é defendido por apenas um envolvido, que
jura ser o requisito mais importante do produto. Nesses casos o protótipo dá a
oportunidade de que todos entendam e discutam o requisito e decidam sobre seus
méritos de ser incluído ou não na versão final do produto.
Deve-se sempre tentar técnicas de prototipagem que atendam aos artefatos e
experiências que são mais familiares aos envolvidos. Isso significa ajustar o
protótipo a cada situação de trabalho.
Protótipos de baixa fidelidade 
Permitem que os envolvidos se concentrem no assunto principal usando canetas,
quadro branco, flip charts, post-ir...
Prós 
• Não haverá confusão entre o protótipo e o produto final
• Baixo investimento 
• Fica claro que é um desenho que pode mudar facilmente 
• Estimula a intenção contras demanda mais esforço dos envolvidos para testa-
lo 
• Dificuldade de abstrair alguns desenhos como sendo o futuro produto que o
cliente necessita.
• Recomenda-se elaboração do protótipo de um caso de uso por vez. Esse tipo
de protótipo produz melhores resultados quanto utilizado no início do
desenvolvimento, 
• Permitindo que os envolvidos forneçam mais feedback quando ainda não
estão tão fixados no design ou aparências. Nesse estágio as idéias são mais
fluidas e uma experimentação rápida e fácil resultará em um produto melhor.
Protótipos de alta-fidelidade 
Construído com a utilização de ferramentas de software permite aos envolvidos usar
um visual realista do produto a ser desenvolvido, e decidir se o produto exibe os
requisitosf corretos.
8
Prós:
• Interativo e estimula a sua exploração pelos envolvidos 
• Simula o mundo real 
• Eficiente para descobrir requisitos de usabilidade 
• Envolvidos podem se concentrar na aparência visual e esquecer as
funcionalidades 
• Risco dos envolvidos acharem que o protótipo poderá ser a versão final do
produto 
• Além de se considerar os feedbacks dos envolvidos, considere a contribuição
de um designer, que certamente poderá agregar com suas idéias. 
• É um tipo de protótipo indicado para produtos destinados ao mercado em
massa. Serve como um veículo para colher feedbacks de grupos
representativos dos clientes. 
• Ciclo da prototipação 
• Projeto e construção 
• Qual o objetivo do protótipo? 
• Requisitos funcionais, não funcionais? 
• Explora um caso de uso desconhecido, ou explorará um funcionalidade
conhecida apenas para validação? 
Identificar envolvidos que darão feedback sobre o protótipo, Planejar como será
executada cada sessão do protótipo. 
Teste no ambiente do usuário 
Onde os usuários e outros envolvidos usam o protótipo como uma simulação
do seu trabalho, e o analista objetivamente registra os seus feedbacks
Deve haver participação dos especialistas em usabilidade nos testes 
Usabilidade é parte integral do produto e não um acessório opcional que pode
ser adicionada a qualquer momento. 
Analisar os resultados 
Verificar se os envolvidos descobriram novos requisitos, verificar se é
necessário alterar o protótipo e executar mais tarde. Protótipo não é uma
especificação de requisitos, é uma simulação de especificação. 
Os requisitos reais necessitarão ainda ser extraídos, o ciclo do protótipo pode
ser repetido várias vezes, os objetivos e os resultados devem ser revisitados a cada
ciclo. 
9
Visão do projeto 
Perspectiva do Projeto/ Sistema
Para os patrocinadores, será um aplicativo onde ele possa fazer o cadastro de sua
empresa e preencher suas áreas de interesse (Tecnologia, Contabilidade,
Administração, Etc.).
O produto vai fornecer ao usuário uma ferramenta onde ele possa gerenciar e
solicitar verba dos patrocinadores. Também disponibilizará uma interface onde ele
possa simular o investimento dos patrocinadores nos cursos desejados e os valores
de investimentos de cada um dos patrocinadores. O sistema integrará com o ERP
atual da empresa, com os módulos de contas a receber, nota fiscal. 
Pressupostos do Projeto 
Para os patrocinadores conseguirem acessar a plataforma, deverá ter acesso
internet, e utilizar um navegador Internet Explorer acima da versão 9.0 ou Mozilla
Firefox acima da versão 57. 
Para os usuários conseguirem acessar a ferramenta de gerenciamento dos
patrocinadores, deverão ter acesso ao ERP da empresa. 
Escopo do projeto 
Principais Funcionalidades (nível Macro) 
Plataforma Desktop
Onde novos patrocinadores poderão ser cadastrar, preenchendo suas áreas
de interesse. Quando cadastrar, eles poderão solicitar patrocinar cursos que serão
lecionados, poderão visualizar quais cursos já patrocinarem e ao final de um curso
ele poderá emitir relatório com os melhores alunos do curso. 
Novas funcionalidades no ERP 
Criação de uma nova função no ERP da empresa, onde os usuários terão um
controle de todos patrocinadores cadastros e valores recebidos. Poderão também
solicitar patrocínio através dessa funcionalidade, que mapeia a área do curso com
as áreas de interesse dos patrocinadores. 
10
Padrões Aplicáveis 
Este sistema deverá atender a norma ISO-9000
Requisitos de Sistema 
Este sistema deverá operar em plataforma Windows 7 ou Superior.
Servidor Apache2 e Banco de dados MySQL, versão 5 ou superior. 
11
Dissertação 
Esse assunto discutido em sala de aula torna o estudante mais apto a atender
o leque de profissão bastante amplo da área computacional, que vive em expansão
na medida em que surgem novas ideias, Novas tecnologias, novos estudos para
ocupar as brechas deixadas pelo avanço do conhecimento e das possibilidades da
vida.
Diante da análise sobre Requisitos de Software, foi possível identificar o
comportamento que um produto deverá atender as necessidades e expectativas do
cliente. Esse conceito é utilizado em Engenharia de software, ciência da computação
e sistema de informação no que se refere à uma habilidade ou qualidade que um
sistema deve atender para ser útil para o negócio. Para que as necessidades sejam
atendidas, requer uma interação com a ferramenta para que os objetivos de um
requisitos também seja alcançado.
A entrevista é uma das formas mais simples para se obter bons resultados
nos requisitos que buscam alcançar dentro dessas tarefas algumas áreas como
estudo de viabilidade, licitação, análise de requisitos, gerência de requisitos. Dentre
as áreas abordadas é de grande importância para que possam surgir software cada
vez mais eficaz, que une uma boa metodologia de ensino à T.I.
Uma forma de levar as pessoas a imaginarem o comportamento de um
sistema é o uso de cenário, onde seus utilizadores podem comentar do seu
comportamento e da interação com ele.
12
Estrutura do Projeto (imagens) 
IMAGEM 01: TELA INICIAL DE ACESSO E CADASTRO. 
IMAGEM 02: CADASTRANDO CLIENTE (DADOS) 
13
 IMAGEM 03: TELA DE CADASTRO EMPRESAS. 
IMAGEM