1 Princípios administrativos
79 pág.

1 Princípios administrativos


DisciplinaDireito Administrativo I54.663 materiais993.039 seguidores
Pré-visualização23 páginas
Aula 01
Direito Administrativo p/ OAB 1ª Fase - com videoaulas 
Professor: Erick Alves
 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Erick Alves \u374 Aula 01
Prof. Erick Alves www.estrategiaconcursos.com.br 1 de 78 
AULA 01 
Olá pessoal! 
Na aula de hoje estudaremos os princípios da Administração 
Pública. Seguiremos o seguinte sumário: 
SUMÁRIO 
Princípios básicos da Administração Pública ................................................................................................. 2
Princípios expressos ..................................................................................................................................................... 2
Legalidade ........................................................................................................................................................................ 5
Impessoalidade .............................................................................................................................................................. 7
Moralidade .................................................................................................................................................................... 11
Publicidade ................................................................................................................................................................... 18
Eficiência ....................................................................................................................................................................... 25
Princípios implícitos ou reconhecidos ............................................................................................................. 39
Razoabilidade e proporcionalidade ................................................................................................................... 39
Contraditório e ampla defesa ................................................................................................................................ 42
Autotutela ...................................................................................................................................................................... 44
Segurança jurídica ..................................................................................................................................................... 54
RESUMÃO DA AULA ..................................................................................................................................................... 63
Questões comentadas na aula ............................................................................................................................... 65
Gabarito ............................................................................................................................................................................. 78
Nas provas anteriores da OAB, percebe-se destaque para os 
princípios da autotutela e da segurança jurídica. Contudo, não 
podemos deixar de estudar os princípios expressos, que são aqueles mais 
comentados pela doutrina. 
Vamos então? 
 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Erick Alves \u374 Aula 01
Prof. Erick Alves www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 78 
PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 
Os princípios desempenham papel relevante para o Direito 
Administrativo, permitindo à Administração e ao Judiciário estabelecer o 
necessário equilíbrio entre as prerrogativas da Administração e os direitos 
dos administrados1. 
Lembre-se de que o regime jurídico-administrativo, sistema que 
dá identidade ao Direito Administrativo, repousa sobre dois princípios 
básicos: o da supremacia e o da indisponibilidade do interesse público, os 
quais fundamentam a bipolaridade desse ramo do direito: as 
prerrogativas e restrições concedidas à Administração. 
Tais princípios não são específicos do Direito Administrativo, pois 
informam todos os ramos do direito público, mas são essenciais, porque, 
a partir deles, constroem-se todos os demais princípios e regras que 
integram o regime jurídico-administrativo. 
Os princípios que analisaremos adiante, derivados do binômio 
supremacia/indisponibilidade do interesse público, são aplicáveis a todo 
sistema regido pelo Direito Administrativo. Por isso são chamados de 
SULQFtSLRV\ufffd³EiVLFRV´\ufffdRX\ufffd³JHUDLV´\ufffd\ufffd 
Os princípios básicos da Administração Pública podem ser 
subdivididos em princípios expressos e implícitos, a depender de 
estarem ou não registrados de forma explícita no art. 37, caput da 
Constituição Federal. Vejamos. 
PRINCÍPIOS EXPRESSOS 
A Constituição Federal, no caput do art. 37, estabelece de forma 
expressa alguns princípios básicos que devem pautar a atuação da 
Administração Pública: 
Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes 
da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos 
princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e 
eficiência e, também, ao seguinte: (...) 
Importante perceber que tais princípios devem ser observados por 
toda a Administração Pública, direta e indireta, de qualquer dos 
1 Di Pietro (2009, p. 63) 
 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Erick Alves \u374 Aula 01
Prof. Erick Alves www.estrategiaconcursos.com.br 3 de 78 
Poderes, da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos 
Municípios. 
Aliás, até mesmo particulares que estejam no exercício de 
função pública, como as Organizações Sociais que recebem recursos 
públicos para o desempenho de atividades de interesse geral, acham-se 
obrigadas a observar os aludidos princípios2. 
Assim, não existe exceção em relação à observância dos princípios da 
legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência 
por parte da Administração Pública. Segundo Carvalho Filho, esses 
princípios revelam as diretrizes fundamentais da Administração, de modo 
que só se poderá considerar válida a conduta administrativa que estiver 
compatível com eles. 
 $\ufffd GRXWULQD\ufffd FODVVLILFD\ufffd FRPR\ufffd ³H[SUHVVRV´\ufffd DSHQDV\ufffd RV\ufffd SULQFtSLRV\ufffd
enunciados no art. 37, caput da Constituição. Todos os demais, inclusive 
os previstos nas normas infraconstitucionais3, são considerados princípios 
implícitos, uma vez que são decorrência lógica das disposições da Carta 
Magna. 
1. (ESAF ± Mtur 2014) Assinale a opção em que consta princípio da
Administração Pública que não é previsto expressamente na Constituição Federal. 
a) Publicidade.
b) Eficiência.
c) Proporcionalidade.
d) Legalidade.
e) Moralidade.
Comentários: Os princípios da Administração Pública considerados 
expressos são os listados no art. 37, caput, da Constituição Federal. Vejamos: 
Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, 
dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de 
legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao 
seguinte: 
2 Ver, por exemplo, o Acórdão 3239/2013-TCU-Plenário. 
3 Por exemplo, a Lei nº 9.784/1999 (Lei do Processo Administrativo Federal) faz referência aos princípios 
da legalidade, finalidade, motivação, razoabilidade, proporcionalidade, moralidade, ampla defesa, 
contraditório, segurança jurídica, interesse público e eficiência. 
 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Erick Alves \u374 Aula 01
Prof. Erick Alves www.estrategiaconcursos.com.br 4 de 78 
Para guardar esses princípios, costuma-se ensinar o mnemônico LIMPE: 
Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência. 
Portanto, dentre as alternativas da questão, apenas a proporcionalidade 
\ufffdRSomR\ufffd³F´\ufffd\ufffdQmR\ufffdp\ufffdFRQVLGHUDGD\ufffdSULQFtSLR\ufffdH[SUHVVR. 
Contudo, vale ressaltar que, embora não previsto no caput do art. 37 da 
CF, o princípio da proporcionalidade, ao lado de outros princípios que 
também não aparecem no