A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
29 pág.
REVISÃO DE LITERATURA

Pré-visualização | Página 1 de 7

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
CURSO DE ODONTOLOGIA
DISCIPLINA DE METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO
LÍVIA ESTEVAM TAVARES SANTIAGO
MARIA GABRIELLA THORPE DE OLIVEIRA 
 
 
 
 
 
 
 
MÉTODO DE REGISTRO ANALÓGICO E DIGITAL DE COR DOS DENTES
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
RECIFE
2018
 
LÍVIA ESTEVAM TAVARES SANTIAGO
MARIA GABRIELLA THORPE DE OLIVEIRA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MÉTODO DE REGISTRO ANALÓGICO E DIGITAL DE COR DOS DENTES
 
 
 
Projeto de pesquisa apresentado ao curso de Odontologia da Universidade Federal de Pernambuco como requisito parcial da avaliação da disciplina Metodologia do Trabalho Científico.
Orientador: XXXX
 
 
 
RECIFE
2018
RESUMO
 
Introdução: Atualmente, modificar a cor dos dentes com objetivo de torná-los mais brancos é uma busca estética de muita importância para os pacientes. Entender a fisiologia da cor para obter resultados adequados e satisfatórios para o paciente e o cirurgião-dentista é de suma importância e, para isso, os métodos de registro da coloração dentária, sejam eles analógicos ou digitais, devem ser cuidadosamente selecionados e dominados pelo profissional. Metodologia: Essa revisão de literatura tem como objetivo expor as técnicas alternativas dos métodos de registro de cor dos dentes. Baseia-se na coleta de diversos artigos em plataformas como Scielo e Google acadêmico, entre os anos de 2000 e 2018. Nesta revisão, serão discutidas as formas de registros para a realização de clareamento dental, bem como análises dos diferentes tipos de procedimentos realizados para esse fim. Conclusão: Através desse estudo, foi constatado que o branqueamento dos dentes, caseiro ou realizado em consultório, é um desejo recorrente em toda a população, sendo possível estabelecer uma comparação da eficácia dos métodos utilizados para esse procedimento, como o uso de peróxido de hidrogênio ou de carbamida. Além disso, as tecnologias de registro digitais ou analógicos e fotografias apresentam um papel imprescindível na análise de cor e textura dentária, bem como em outras áreas odontológicas.
PALAVRAS CHAVES: Clareamento dental. Estética. Peróxido de hidrogênio. Tecnologia. Fotografia
 
 
 
 
 
 
 
 
ABSTRACT
Introduction: Nowadays, changing the color of teeth to make them whiter is an aesthetic pursuit of great importance to patients. Understanding the physiology of color to obtain adequate and satisfactory results for the patient and the dental surgeon is of paramount importance and for this the methods of recording the color of the teeth, whether analog or digital, must be carefully selected and mastered by the professional. Methods: This literature review aims at exposing the alternative techniques of the methods of recording teeth color. It is based on the collection of several articles on platforms such as Scielo and Google academic, between the years 2000 and 2018. In this review, the forms of records for the accomplishment of dental bleaching will be discussed, as well as analyzes of the different types of procedures performed for this end. Conclusion: Through this study, teeth bleaching, homemade or performed in the office, is a recurring desire in the entire population. It is possible to establish a comparison of the efficacy of the methods used for this procedure, such as the use of hydrogen peroxide or carbamide. In addition, digital or analogue recording technologies and photographs play an essential role in the analysis of color and texture of teeth as well as in other dental areas.
KEY WORDS: Tooth whitening. Aesthetics. Hydrogen Peroxide. Technology. Photography
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SUMÁRIO
1.	INTRODUÇÃO....................................................................................................5
2.	METODOLOGIA..................................................................................................7
2.1. Objetivos Textuais.........................................................................................7
2.1.1. Objetivos Gerais.....................................................................................7
2.1.2. Objetivos Específicos............................................................................7
2.1.3. Critérios de Inclusão..............................................................................7
2.1.4. Critérios de Exclusão.............................................................................7
2.2. Lapso Temporal.............................................................................................7
3.	REVISÃO DE LITERATURA..............................................................................8
3.1. Relação entre cor do dente e estética..........................................................8
3.2. Clareamento dental.......................................................................................10
3.3. Registro Digital.............................................................................................13
3.3.1. Análise Fotográfica...............................................................................14 
4.	DISCUSSÃO.....................................................................................................17
5.	CONCLUSÃO...................................................................................................20
6.	REFERÊNCIAS.................................................................................................21
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
INTRODUÇÃO
	"A cor do dente é considerada fenômeno de grande complexidade influenciada por fatores como as condições de iluminação do ambiente, translucidez, opacidade, espalhamento da luz, brilho e ainda pelas estruturas e processos morfofisiológicos da visão que variam em cada indivíduo" (PAULA, E. A. de. et al., 2015, p. 45).		 	 	
Segundo Kuwata (1988 apud TOKUMI, A. F. D. A., 2007, p. 41), a coloração tridimensional do dente natural é formada: 1) pela coloração das camadas de esmalte e dentina; 2) o grau de transparência do esmalte e da dentina; 3) a difusão da luz refletida na superficie da dentina; 4) a difusão da luz refletida baseada no grau de polimento e das ondulações da superficie do esmalte; 5) a coloração da superflcie dentária. As pequenas ondulações que aparecem na superficie do dente natural variam de pessoa para pessoa, de local e também da parte da superflcie, mas a quantidade delas influencia nadispersãoda luz refletida e na coloração. O contraste de transparência entre o esmalte e a dentina também difere grandemente de acordo com a pessoa. 	
"Atualmente, a preocupação com a estética pessoal é uma constante mundial e alterações na cor dos dentes naturais, independentemente de fatores intrínsecos ou extrínsecos se traduzem como características de envelhecimento e aparência antiestética, uma vez que um dos requisitos de beleza, juventude e status pessoal é ter dentes claros e alinhados. Por ser uma opção de tratamento acessível, simples e amplamente divulgada através da mídia ao público, o clareamento dental é uma dos tratamentos rotineiramente utilizados nos consultórios odontológicos. No entanto, para se alcançar o potencial máximo da prática clareadora, um prognóstico favorável e minimizar o risco de efeitos adversos, o cirurgião-dentista necessita ter conhecimentos sobre os produtos e técnicas clareadores, suas reações em contato com a estrutura dental e tecidos moles da cavidade oral, bem como executar as técnicas clareadoras corretamente" (KINA, M. et al., 2015, p.8).
Segundo Machado et al. (2006), um dos grandes adventos que a evolução tecnológica pôde proporcionar à Odontologia é a utilização das imagens digitais como uma ferramenta auxiliar para a elaboração do diagnóstico e planejamento odontológico e para a avaliação retrospectiva e prospectiva dos casos tratados.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.