A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
277 pág.
AULA 1  ATE A 10 SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃ O CIVIL

Pré-visualização | Página 1 de 50

AULA 1
	
	 
	SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL
1a aula
		
	 
	Lupa
	 
	 
	
Vídeo
	
PPT
	
MP3
	 
	
	 
	Exercício: CCE1035_EX_A1_201601313985_V1 
	20/08/2018 08:49:18 (Finalizada)
	Aluno(a): FRANCISCO LUCAS DE SOUSA MORAIS
	2018.2
	Disciplina: CCE1035 - SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL 
	201601313985
	 
	Ref.: 201604245903
		
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	Observe atentamente o contexto a seguir e aponte a alternativa verdadeira.
Hoje, vemos uma grande mudança na mentalidade dos consumidores, que estão muito mais preocupados com questões ambientais e com qualidade de vida. Alarmado com essa transformação, o mercado vem se adequando a esse pensamento de sustentabilidade na Construção Civil. 
As crises hídrica e energética que se instalaram no país não são a única justificativa para que a demanda por sustentabilidade na Construção Civil cresça (SIENGE, 2015).
Sienge (2015)  nos oferece 10 dicas de como tornar um empreendimento sustentável. No tocante a materiais de construção de baixo impacto ambiental ele argumenta que ...
		
	
	Solução mais econômica e sustentável, que diminui o volume de água jogado nas vias públicas, prevenindo enchentes.
	 
	O custo de alguns desses materiais pode ser um pouco mais elevado a princípio, mas, em longo prazo, eles exigem menos manutenção.
	
	Os entulhos dos canteiros de obras respondem por uma parcela significativa dos impactos causados pela Construção Civil no meio ambiente.
	
	A ideia é projetar e planejar áreas que possam funcionar com iluminação natural.
	 
	Além de facilitar a drenagem da água da chuva, a técnica de arquitetura que utiliza cobertura vegetal como grama e plantas fornece isolamento acústico e térmico.
	
Explicação:
Hoje, vemos uma grande mudança na mentalidade dos consumidores, que estão muito mais preocupados com questões ambientais e com qualidade de vida. Alarmado com essa transformação, o mercado vem se adequando a esse pensamento de sustentabilidade na Construção Civil. 
As crises hídrica e energética que se instalaram no país não são a única justificativa para que a demanda por sustentabilidade na Construção Civil cresça (SIENGE, 2015).
Sienge (2015)  nos oferece 10 dicas de como tornar um empreendimento sustentável. No tocante a materiais de construção de baixo impacto ambiental ele argumenta que o custo de alguns desses materiais pode ser um pouco mais elevado a princípio, mas, em longo prazo, eles exigem menos manutenção.
	
	 
	Ref.: 201604179859
		
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Filha (2013) cita que o setor de Construção Civil pode ser dividido em:
		
	 
	Somente construção pesada.
	
	Planejamento e controle.
	 
	Edificação e construção pesada.
	
	Edificações em geral.
	
	Planejamento, controle e edificações.
	
Explicação:
Para Filha (2013) , os fatores determinantes da competitividade variam de acordo com cada subsetor estudado: edificação (separando-se residencial de comercial) e construção pesada.
	
	 
	Ref.: 201604245917
		
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	Uma vez considerado o contexto a seguir assinale a alternativa verdadeira.
Hoje, vemos uma grande mudança na mentalidade dos consumidores, que estão muito mais preocupados com questões ambientais e com qualidade de vida. Alarmado com essa transformação, o mercado vem se adequando a esse pensamento de sustentabilidade na Construção Civil.
As crises hídrica e energética que se instalaram no país não são a única justificativa para que a demanda por sustentabilidade na Construção Civil cresça (SIENGE, 2015).
Sienge (2015)  nos oferece 10 dicas de como tornar um empreendimento sustentável. Com relação ao isolamento térmico ele argumenta que um bom e correto isolamento térmico ....
		
	 
	Evita perdas de calor no inverno e ganhos de calor no verão
	
	É uma tendência mundial, pois reduz a poluição e o trânsito.
	
	O custo de alguns desses materiais pode ser um pouco mais elevado a princípio, mas, em longo prazo, eles exigem menos manutenção.
	
	Evita que a umidade do ar afete o conforto dos moradores e a necessidade de manutenção de obras futuras.
	
	Além de facilitar a drenagem da água da chuva fornece isolamento acústico.
	
Explicação:
Hoje, vemos uma grande mudança na mentalidade dos consumidores, que estão muito mais preocupados com questões ambientais e com qualidade de vida. Alarmado com essa transformação, o mercado vem se adequando a esse pensamento de sustentabilidade na Construção Civil.
As crises hídrica e energética que se instalaram no país não são a única justificativa para que a demanda por sustentabilidade na Construção Civil cresça (SIENGE, 2015).
Sienge (2015)  nos oferece 10 dicas de como tornar um empreendimento sustentável. Com relação ao isolamento térmico ele argumenta que um bom e correto isolamento térmico evita perdas de calor no inverno e ganhos de calor no verão.
	
	 
	Ref.: 201604179855
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	A abordagem do conceito universal de sustentabilidade também enfatiza a relação dos seguintes aspectos:
		
	 
	Econômico, social e ambiental.
	
	Ambiental e social.
	
	Ambiental, social e organizacional.
	
	Políticos.
	
	Econômico e social.
	
Explicação:
A palavra sustentabilidade tornou-se uma realidade na vida da sociedade em geral, considerando que se configura no cenário mundial e é disseminada entre vários países. Neste novo milênio, a necessidade de apresentar os princípios, assim como implementar as práticas, evidencia cada vez mais o assunto.
O conceito de sustentabilidade ambiental foi introduzido, inicialmente, em 1987 pela World Commission on Environment and Development (WCED) - uma comissão formada por membros da ONU com o intuito de unir países em torno do desenvolvimento sustentável.
A abordagem foca os princípios referentes a sustentabilidade nas esferas econômica, social e ambiental dentro dos interesses da sociedade do governo, das organizações e demais partes interessadas.
	
	 
	Ref.: 201604179860
		
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	De acordo com a Resolução nº 01/1986 do CONAMA, um dos instrumentos para analisar os impactos ao meio ambiente é:
		
	 
	Relatórios Ambientais.
	
	Política Nacional do Meio Ambiente.
	
	Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.
	 
	Avaliação de Impacto Ambiental.
	
	Lei da Educação Ambiental.
	
Explicação:
Giongo, Mendes e Santos (2015) afirmam que, no Brasil, até a década de 1980, a realização de projetos de desenvolvimento estava atrelada apenas às avaliações técnicas e econômicas, sem considerar os impactos ambientais e os interesses públicos direcionados à obra.
Um dos controles implantados, o licenciamento ambiental, por exemplo, foi introduzido no Brasil pela PNMA por meio da Lei nº 6.938/1981 e do instrumento de Avaliação de Impacto Ambiental (AIA), criado em 1981.
No entanto, a ferramenta foi regulamentada apenas com a Resolução nº 01/1986 do CONAMA, que estabeleceu as definições, responsabilidades, critérios e diretrizes gerais de uso e implantação. Com base nessa resolução, a AIA foi vinculada ao licenciamento ambiental, especificamente como um instrumento de avaliação de impactos no Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e seu respectivo relatório (RIMA).
	
	 
	Ref.: 201604245910
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	Observe atentamente o texto a seguir e assinale a alternativa verdadeira.
Hoje, vemos uma grande mudança na mentalidade dos consumidores, que estão muito mais preocupados com questões ambientais e com qualidade de vida. Alarmado com essa transformação, o mercado vem se adequando a esse pensamento de sustentabilidade na Construção Civil.
As crises hídrica e energética

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.