A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Os 33 filme resumo

Pré-visualização | Página 1 de 1

Unip universidade paulista.
Relatório de Atividades Complementares
	Nome: Nayara Vieira De Oliveira
	RA: 1728017
	E-mail: nayaraviei@live.com
	Data 30/10/2018
	Curso: Gestão de Recursos humanos
	
Resumo
Filme Os 33
Filme se passa em uma cidade chamada Capiapó - Chile. O filme relata a história de 33 homens garimpeiros que em busca de trabalho aceitam trabalhar em um garimpo, alguns por não ter outra opção de trabalho e outros por amor à profissão. 
Os 33 garimpeiros foram submetidos a trabalho em condições precárias, sem segurança onde a temperatura de 38 graus a uma profundidade de mais 522 metros abaixo do nível do mar. 
Como forma de prevenção espelhos eram colocados nas fendas da montanha explorada para saberem quando houvesse oscilações, pois caso as montanhas oscilassem os espelhos se quebravam indicando o risco de desabamento, o garimpo foi construído com uma única porta de entrada e saída sem nenhum meio de segurança e nenhum vínculo empregatício, os 33 homens deixaram seus lares para trabalhar como garimpeiros em busca de melhorias de vida, eles eram remunerados com porcentagens pequenas do que a mina explorava. O filme mostra a vida familiar de cada um dos 33 homens no intuito de emocionar o telespectador com o drama vivido pelos personagens principais e pelas suas famílias, o filme aponta o descaso com trabalhador e o total desinteresse com o bem estar do colaborador. No início um dos lideres da mina foi até o chefe e o comunicou sobre o alto risco de desabamento, pois os espelhos haviam se quebrado, ambicioso, materialista e interesseiro o chefe ignora o risco e ordena que os trabalhos continuem. Sem saber do risco 33 escravos homens descem a mina para mais um dia de trabalho, quando o inesperado acontece, a mina começa a desabar bloqueando a única porta de saída, os garimpeiros não tem alternativa se não se refugiarem para um lugar chamado refúgio a 700 metros de profundidade. Esse refúgio é um lugar preparado por alguns mineradores para que os trabalhadores posso tentar sobreviver por no máximo cinco dias, no refúgio é feito uma escada que leva até a parte interna da montanha e lá são armazenados os alimentos enlatados, água e medicação para um período de 3 dias. No caso do filme o refúgio até foi criado, porém a  escada não foi terminada impossibilitando a saída, água e alimentos abaixo do esperado e sem medição, nem rádio comunicador, eles estavam presos em um lugar que era para no máximo 30 homens. Quando os garimpeiros conseguiram chegar ao refúgio observaram que todos os meios de pedir socorro ou tentar sobreviver eram escassos, os levando ao total desespero, quando então um dos garimpeiros (Mário SepúlVeda, vivido por Antonio Banderas) assume a liderança e passa a racionar o pouco de alimento disponível. Do lado de fora o dono da mineradora quer abafar o caso e declarar a morte dos 33 garimpeiros sem ao menos tentar resgatá-los, mas familiares ao saber do desabamento resolvem ir até a mineradora protestar e logo a notícia é espalhada pela mídia para todo o país, os cidadãos passam a cobrar do presidente uma atitude. No terceiro dia o presidente envia para o local o ministro de energia do Chile Laurence Golbone (Rodrigo Santoro) que comovido pelo sentimento dos familiares resolve lutar e buscar recursos para resgatar os 33 garimpeiros soterrados vivos. No terceiro dia chegaram as 1° máquinas perfuratrizes, enviadas pelo governo chileno a pedido de Laurence Golbone (Rodrigo Santoro). 
Já não havia esperança de encontrá-los com vida, porém no 17° dia foram encontrados e passaram a receber alimentos líquidos e remédio através de uma sonda, os mesmos conseguiram se comunicar com seus familiares através de uma câmera, os familiares acamparam ao redor da mina e todo o país acompanhou o caso com muita esperança e oração, depois de 69 Dias soterrados conseguiram enfim localizá-los, foi enviada uma cápsula chamada de Fênix, porém o risco de outro desabamento era iminente, com muito cuidado foram retirados um a um e recebidos por uma multidão que já os via como guerreiros. 
Todo esse drama ocorreu entre os dias 5 de agosto de 2010 até 13 de outubro de 2010 quando foram resgatados para uma segunda chance de vida. 
Contudo, observo que o filme aborda questões importantes que envolvem a área de recursos humanos, pude observar como foi vivida a relação intrapessoal e interpessoal entre os mineradores, pois toda essa catástrofe gerou dificuldade em relação ao convívio entre os 33 homens de idades, raças, nacionalidades e religiões diferentes. Observo também a necessidade de valorização do trabalho, a falta dos direitos fundamentais dos trabalhadores e a total ausência dos direitos humanos, estabelecidos pela ONU em 1948 que além de garantir dignidade e segurança garante salário, igualdade, direito a liberdade e redução a condição análoga a de escravo, ou seja, direitos inerentes que precisam ser garantidos em todas as esferas. O filme aponta a total falta de respeito aos direitos fundamentais e básicos dos trabalhadores e a falta de amparo pelo estado de direito.
Filme foi baseado em fatos reais, inspirado no acidente ocorrido na mina San José, no Chile em agosto, 2010. 
Direção: Patricia Riggens
Produção: Mike Medavoy, Edward Mcgurn e Robert Katz
Roteiro: Michael John Bell, Mukko Alanne, Craig Borten e Jose Rivera.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.